“Sou gorda e ainda sou virgem”

Por Renata Poskus Vaz 

Hoje, 6 de setembro (fazendo alusão à posição 69) é o Dia do Sexo. Segundo minha amiga Keka, essa data foi criada por uma marca de preservativos  para , por meio de brincadeiras bem-humoradas, divulgar os seus produtos. E já que é dia do sexo, porque não falarmos de adultos que ainda não se relacionaram sexualmente com alguém?

Recebo inúmeros e-mails de mulheres na faixa dos 30 anos, que estão acima do peso considerado normal pela sociedade e que ainda são virgens. Primeiramente, não acho defeito algum mulheres e homens que se guardam, seja por ideais religiosos ou por questões particulares. Mas manter-se virgem na vida adulta deve ser uma escolha gratificante e não uma falta de opção. Se o fato de ainda ser virgem trouxer algum tipo de sentimento ruim para a pessoa, como sensação de inferioridade ou até mesmo uma vontade louca de vivenciar aquilo, mas sentir um bloqueio, alguma coisa está errada nessa situação.

Veja trecho de um e-mail que uma de nossas leitoras nos enviou na semana passada:

“Tenho 27 anos e peso 132 Kg. Sou gorda desde que nasci. Cresci sofendo preconceito e, talvez por isso, até hoje nunca tenha namorado. Já fiquei com alguns rapazes, mas nunca tive um contato mais íntimo. Sou virgem. Tenho vergonha do meu corpo e medo de ninguém me querer gorda”.

Muita gente pode achar essa situação absurda, mas não é. Acontece com mais frequência do que imaginamos. Se o momento de perder a virgindade já é um tabu entre aqueles que têm amor próprio e curtem o próprio corpo, imagine como é para quem tem vegonha das próprias curvas? Como alguém que não se ama pode convencer alguém a amá-la? Como alguém que não acredita ser desejável pode se sentir desejada? Os traumas, os medos, as inseguranças não tendem a passar com o tempo. Tendem a piorar. Procurar ajuda de um profissional é sempre válido para enfrentar essas situações.

Se eu pudesse dar algumas dicas para quem deseja se relacionar com alguém pela primeira vez seriam:

  • Observe suas qualidades, suas virtudes, seus pontos fortes. Saiba admirá-los e evidenciá-los. Cuide-se. Você vai se apaixonar por si mesma e fará com que os outos também se apaixonem por você;
  • Homens não ligam para excesso de peso na hora “h”. Celulites e pneuzinho passam despercebidos. Então, não tenha vergonha das suas curvas, relaxe!
  • Não saia procurando desesperadamente por alguém para amá-la. Ahora que tiver que ser, será.
  • Não se autosabote recusando elogios e aproximações de homens que te admiram. Aceite convites para sair e jantar. Isso não significa que você seja obrigada a se relacionar seriamente com ninguém
  • Por fim, caso não conheça ninguém interessante, matricule-se na academia, saia para dançar, suas chances de conhecer alguém aumentarão, e muito.
  • Procure um profissional. Ops, não estou falando de um gogoboy. Falo de um psicólogo, que pode te ajudar a vencer seus bloqueios.

E quando os virgens beirando os 30 anos são os rapazes? Um de nossos leitores, Emanuel Júnior, explica o porquê de ainda ser virgem, mesmo aos 28 anos:

“Fui muito discriminado na minha infância e adolescência por ser gordinho. Sofria bastante bullying na escola que eu estudava, mas conseguir fazer amigos fora da escola. Aos 16 anos, conheci uma garota chamada Livia. Após me declarar e ouvir dela que por mim também estava apaixonada, a surpreendi beijando outro rapaz. Fiquei sem chão, só me lembro de ter saído correndo e chorando, como se quisesse esquecer aquela cena.  Dediquei minha atenção aos animes e ao cinema e até hoje não achei um amor de verdade.  Quero perder minha virgindade com umamulher que entenda meus sentimentos.”

Para os homens, ser virgem com essa idade é uma cobrança ainda maior. O homem, para a sociedade,  tem que ser o pegador, o cara que leva várias mulheres para a cama durante a vida. Mas há homens que simplesmente são mais sensíveis do que a maioria. E, em casos como o de Emanuel, somam-se desilusões amorosas e também o preconceito em relação ao próprio corpo. Creio que os homens devam seguir as mesmas dicas acima citadas para as mulheres. E com um parentêses: não cobrem tanto a própria performance em sua primeira vez. Seja você mesmo e curta o momento sem cobranças.

Perdoem-me os religiosos, mas para mim sexo não serve só para a procriação. Quando duas pessoas se desejam loucamente, quandos e gostam incontrolavelmente, quando seus corpos se encontram, elevam o que seria apenas um encontro de corpos a um encontro de almas. Unificam-se, amam-se, completam-se.

Feliz dia do sexo para todos vocês!

About these ads

41 Comentários

Arquivado em Sexo

41 Respostas para ““Sou gorda e ainda sou virgem”

  1. É, me identifiquei… Mesmo não sendo virgem, desde que passei dos 100 kg (hoje não mais… Finalmente os dois dígitos de volta!) não consegui me abrir para o sexo. O último foi um dominicano – impressionante o fascínio deles pelos mulherões! – que conheci em 2009 e a relação não era nada amorosa. Puramente carnal! Depois dele, fui ficando com medinho, vergonha e nunca mais tive ninguém! Já são quase 3 anos “na seca”! E acredite, não chego nem perto de ter uma relação! Até brinco que voltei a ser virgem!
    Resolvi correr atrás de um corpo melhor com a medicina ortomolecular e tenho certeza que isso vai mudar a minha auto estima, vai me dar mais confiança e abertura pra isso. Mesmo emagrecendo, tenho estrutura de mulherão, peitão, bundão então, jamais serei magrela! Graças a DEUS!
    Conto pra vocês o resultado depois… De um corpo mais saudável e uma vida sexual mais ativa! rs

  2. Meu marido me conheceu magra… beeem magra.
    Eu cheguei a usar calça tamanho 38, mas estava magra devido ao stress no trabalho.
    Depois que começamos a namorar, comecei a engordar, passei uma fase muito relaxada e feliz da minha vida. As pessoas brincavam comigo, que o amor dava fome. Hoje somos casados e temos um lindo filho, e eu estou pesando 98 kg para 1,70.
    E por incrível que pareça, apesar das críticas e preocupações da minha família, estou bem feliz com o meu corpo. Não fico me olhando tanto no espelho como antes. Quando era magra, não podia passar por uma superfície refletora que estava me medindo de cima a baixo e me comparando com as minhas amigas que eram mais magras do que eu. Hoje em dia eu nem ligo… e na cama até fiquei bem mais solta e como diz o meu marido, mais safada.
    Só às vezes que bate uma bobeira e eu perco o desejo, porque fico pensando em meu marido reparando na minha barriga flácida e “enorme” enquanto transamos. Ele me disse que é pura bobagem. Ele diz que não liga, claro que gostaria que eu emagrecesse, mas pela minha saúde, porque eu tenho pressão alta… mas que assim como eu sou hoje em dia, grande e rechonchuda, mas com bumbum e seios grandes, ele gosta e sente muito tesão… ainda mais porque na cama eu fico mais desencanada e me solto de verdade, na intimidade de nosso quarto. Nossas relações são quentes, ótimas… diferente de quando eu era magra, mais jovem e inibida. Sexo, prazer, não tem nada a ver com o corpo, se você é gordo ou magro. Tem a ver com gostar, desejar uma pessoa, querer estar com ela, querer dar e receber prazer. E quando eu era magra tinha a mesma dificuldade em encontrar um amor como muitas pessoas que leem esse blog, que pensam que não conseguem encontrar alguém porque são gordos. Bobagem… encontrar a pessoa certa é difícil mesmo, mas é melhor você ter intimidade com uma pessoa que você ame e que te ame do que buscar essa intimidade com “amores” que não são verdadeiros, que não te valorizem, que querem sair com você só pra se divertir, e te usar. Não se preocupe em quanto tempo vai levar pra você transar, pra perder a virgindade, e sim, se a pessoa que você quer corresponde aos seus sentimentos. Se sim, se jogue, e aproveite cada momento e cada faceta de uma relação a dois. Gordo (a) ou magro (a), não importa… aproveite a vida, aproveite o amor. O amor traz benefícios duradouros para o corpo e para a alma.
    Beijos da amiga Marie Jo

  3. Tatiana

    Lindo artigo, parabéns!

  4. ana claudia

    acho que tudo tem sua hora, tem que se uma coisa maravilhosa sem arrependimentos ,e com a pessoa certa ela aparece,eprincipalmente vc tem que se ama muito ,muito,muito mesmo,dai vc ama o outro. beijos pra todas

  5. bruna

    Achei o Emanuel Júnior um gatinho! Já tinha percebido ele outras vezes, nos comentários das matérias, mas não sabia da sua história. Ele é mesmo especial!

  6. Flávia Medeiros

    Me indentifiquei com o trecho do email,pois mesmo não sendo mais virgem é o que eu passo hoje em dia.Eu já fui muito feliz,era bem resolvida e tinha uma vida sexual ativa,mas infelizmente depois da minha gravidez eu passei por uma depressão que ainda volta de vez em quando e hoje infelizmente não consigo mais me relacionar com ninguém.Até 3 anos atrás eu namorava e não tinha tanta vergonha,mas hoje eu tenho medo ou sei lá o que.Acho que porque no passado eu era linda,tinha um corpo lindo e hoje to assim tipo uma balofa feia e com o corpo deformado não tenho mais coragem de me abrir para um relacinamento.Tento todos os dias me ver com bons olhos,mas o meu tratamento de depressão não ta me ajudando mais como antes…
    beijos a todas…Adoeri a matéria…

  7. Acho que todos já tiveram ou vão ter algum conflito sexual! Infelizmente as mulheres sofrem mais devido a chuva de hormônios!

    Uma coisa digo com toda certeza temos que conhecer nosso corpo, o que nos dá prazer e quando temos nossa primeira relação sexual esse conhecimento é dividido e acrescentado!

    Fazer sexo, só por sexo pode ser legal e prazeroso para algumas pessoas, mas a primeira é melhor que não seja precipitada. A minha foi e se pudesse voltar ao passado teria feito tudo muito diferente.

    Não importa a idade ou a maneira que se faz sexo, mas sim a emoção e a realização que temos depois do ato conjugal ou solitário!

    E para constar para as meninas gordinhas: Os homens nos amam pq somos macias, não cutucamos eles com os ossos do quadril, somos aconchegantes. Meu marido costuma falar pra mim que se eu quiser emagrecer ótimo, desde que eu não perca a bunda!

  8. Talita

    Nossa, além de lindo o Emanuel é cinéfilo! tem como saber do contato dele? =DDD

  9. Pingback: “Sou gorda e ainda sou virgem” (via Mulherão) | Beto Bertagna a 24 quadros

  10. Leticia

    Eu super me identifiquei, sou gordinha e ainda sou virgem, tudo bem que só tenho 18 anos, mas morro de medo de não perder minha virgindade. Acho que ainda não aconteceu mais por auto bullying do que pelo preconceito dos outros, eu não me aceito e quando alguém me elogia eu não acredito “/

  11. Inés

    Me identifiquei demais com este post. Fiu virgem ate meus 32 anos e quase 10 meses. Durante minha adolescencia e fase adulta sempre tive medo de nao encontrar alguem que me desejasse sexualmente por ter uns quilinhos a mais. Sempre pensei que no momento que um homem me visse nua sairia correndo jajaja. Esses pensamentos e ver minhas amigas tendo una vida sexual saudavel me deixavam muito triste, com a auto estima la no chao. Isso ate o dia que conheci o “cafajeste” mais maravilhoso que existe. Um homem mais velho, charmoso, que jamais me prometeu
    absolutamente nada, mas que me deu o melhor presente que eu poderia ter recebido.Minha primeira vez foi com ele, e com ele aprendi que quilinhos a mais nao fazem a menor diferença na hora do sexo. Ele me ensinou a me aceitar e ter confiança em mim mesma, saber que sou capaz de despertar o desejo de um homem, tanto quanto uma magrinha. Hoje somos apenas amigos, e no momento estou sem namorado, mas sou muito bem resolvida sexualmente. Aceito meu corpo como ele é: fonte inesgotavel de prazer. Meu conselho para os mulheroes que ainda sao virgens: paciencia. Quando menos se espera alguem aparece em nossas vidas e nos mostra o quao maravilhosas somos. Beijos meninas…

  12. Mah

    Minha primeira vez fo muito boa (não no quesito sexual, lógico, não sabia quase nada, mas na questão da segurança e tudo mais)….acho que isso ajudou muito para construir quem sou hoje. Não acho que sexo sirva só para procriação, porque se fosse, só faríamos o ato e pronto. Como sentimos prazer, e é possível sentir prazer sem procriar, então pronto. Eu penso que se um homeme te aborda e demonstra interesse, ele vê vcomo você é, e não vai falar nada na hora porque ele já viu. Trabalho junto com muitos homens, e aqueles que gostam de mulher cheinha, já me abordaram; já aqueles que não, que preferem as magras, nunca me falaram nada ( e tb nunca me ofenderam nem nada). Então achar que eles vão te abordar e depois tirar sarro, nada a ver….eles sabem do que gostam e vão atrás.

  13. Na verdade, homem que é homem não liga para o peso da mulher em nenhuma hora, no dia que a carne for mais importante que do que a atração, o amor morre.

  14. Flávia Medeiros

    henrique2010ads, muito lindo seu comentário,mas existem poucos homens que pensam assim… já ouvi muitos sairem com as minhas amigas gordinhas e depois ficarem zoando os defeitinhos delas…Por isso que tenho medo….

  15. Danielle

    Oi, Rê só preciso discordar de uma coisa: a bílblia não diz q o sexo é somente p/ procriação, e sim q ele é sagrado e uma exclusividade do casamento. Acabei de ler um capítulo d um livro q diz: “A verdade é q o sexo é uma expressão d intimidade, não um meio d consegui-la.” “O q Deus planejou p/ o sexo dentro do casamento é a total liberdade p/ amar c/ plena expressão da nossa sexualidade.” O q vc diz sobre união d almas é verdadeiro e muito sério. Devemos lembrar q nem todos q se dizem ou aparentam ser “religiosos” vivem d acordo c/ a Palavra d Deus. livro: Mulher única Autores: Edwin Louis Cole e Nancy Corbett Cole

  16. emanuel amor adorei a materia , tu sabe que mora no meu coração , num esquenta naum que um dia Vc vai encontrar seu grande amor ..bjos

  17. Aproveitando o tema da postagem. Existe alguma gordinha solteira aí?

  18. Olá Renata e leitores do Blog. Eu sei bem o que é isso. Já vivenciei os medos, ansiedades relacionados ao fato de ser gordinho e virgem. Ao contrário da maioria dos meus amigos, minha 1ª vez rolou um pouco tarde, lá pelos meus 23 anos. Foi aí que eu percebi que o problema não estava nos meus quilos a mais, mas na minha cabeça. Em receios que carreguei comigo ao longo da adolescência até esta idade. Uma coisa é certa: Por mais difícil que isso seja, devemos nos blindar contra a opinião alheia e, quando rolar a 1ª vez, que seja com aquela pessoa especial, que te faça se sentir bem, desejado(a) e incrível.

    Meu caro Emanuel Jr: Ao ler um pouco da sua história, lembrei um pouco da minha. Já vivenciei isso também. Compreendo bem o que sente. E, acima de tudo, parabéns pela coragem em discutir isso abertamente, algo que, até os meus 23 anos, não teria coragem em comentar. Que você encontre a mulher certa que realmente o faça se sentir bem. Um abraço.

  19. Ana

    Acho q vcs deveria promover a vida saudavel e procurar emagrecer…
    vcs ficam tampando o sol com a paneira, e fingindo q os problemas nao existem…. existem modelos plus lindas, mas vc ja repararam q elas nao tem barriga, tem braços finos, e cintura marcada, bem diferentes do caso d vcs! 90% das pessoas gordas são infelizes, inclusive quem frequenta aki!
    Parem de mentir para vcs mesmos, se a gordura incomoda, então mande a gordura pro inferno! ser gordo nao eh legal, nao é bonito, durante o sexo vc nao pode fazer 1 milhao de posições pq vc pode acabar dando mal jeito na coluna do seu parceiro, ou qnd a sua barriga fica parecendo q tem vida propria….
    Emagrecer é mt dificil mas nao impossivel. Eu consegui emagrecer, depois de uma vida inteira sendo a gordinha excluida!
    perdi mt peso e hj sim eu sou feliz!
    Gordura faz mal a saude, sobrecarrega o coração, aumenta as chances d inforto, diabetes…. abram os olhos!

    • Ana,
      Ser gorda não é sinônimo de ser infeliz. Sinto muito se significava isso pra você. Leia mais o blog Mulherão antes de dizer que fazem apologia à uma vida obesa. Todo mundo aqui sabe a importância de uma vida saudável e muitas gordinhas tem organismos mais saudáveis do que de muita gente magra por aí. Achei ofensivo o seu post. Você, como ex-gorda, deveria saber a chatice que é ouvir baboseiras como essa.
      Se você não concorda, não participe. É simples.

    • Joice

      Bem, conheci o blog numa das minhas pesquisas sobre roupas, perfumes, maquiagem. Até meus 22 anos fui magra e depois da primeira gravidez , acho que relaxei em algum momento. Pois, engordei bastante! Mas, tbm associo isso a minhas conquistas. O meu peso nunca foi problema pra namorar, fazer amizades, trabalho e outras coisitas! É claro que como sou muito vaidosa, sofro qnd vejo que roupas para as gordinhas são mais caras e mesmo assim meu guarda-roupa é mega cheio… sapatos então…
      Atualmente, tenho 2 filhos e peso em torno de 120kg . Digo em torno pq vivo oscilando já que a rotina do meu trabalho é muito intensa. Fico muito triste quando as pessoas associam seus méritos e conquistas ao peso. Não sou mais ou menos feliz pelo peso e sim pela minha personalidade, pelos meus ideais.
      Se amar e se respeitar é a regra básica pra que as coisas comecem a dar certo.
      Já vi muitas amigas magrinhas voltarem apavoradas com os resultados de seus exames e eu que sempre fiz vários ( até pq a sociedade acredita que todo gordo é doente) e estar 100%.
      Tenho uma rotina intensa tanto no trabalho quanto na vida social. Teatro, cinema, barzinho, shopping, viagem e baladinhas. Sempre acompanhada por meu marido, filhos, irmã e amigas.
      A vida é uma incógnita e não sabemos até qnd teremos o prazer de viver a vida que é boa por demais. Então, não vamos deixar que pessoas ou conceitos tão limitados ( pq definir uma pessoa por uma característica,é limitação) nos entristeçam . E lembrem-se CARPE DIEM, SEMPRE!

  20. eu

    mandou bem na entrevista, manu!!!
    o ruim é so querer alguem q mora tao longe

  21. Carlos Filipe

    perder a virgindade é so uma vez na vida por isso eu acho que deve ser com uma pessoa especial para nos e o principal com uma pessoa que amamos que so assim tornara especial e completamente boa acho que todas as pessoas tem toda a anciadade a imaginar o momento de perder a virgindade e iniciar a xexualidade, mas as coisas boas sao aquelas que acontecem sem dar conta inesperadamente e com toda a certeza de expirito de coracao um concelho de coracao que eu vos dou e pensarem muito bem antes de fazer o quer que seja claro que cada um de voces e que sabera o que fazer e tomara as suas proprias decicoes mas depois tera de viver com elas. a melhor coisa do mundo deve ser duas pessoas amadas perdendo a virgindade com todo o amor para a pessoa que realmente ama, porque quem ama de verdade nao gosta de partilhar nem saber que a outra pessoa ja foi de outros so por puro sexo nada mais. espero ter contribuido para a vossa ajuda abraco grande :)

  22. rafael gonçalves leite

    ola a todos, tenho 27 anos e tambem sou virgem nunca tive paciencia para relacionamentos e me fechava em meu mundo via garotas lindas no qual eu tive muita atração mais elas fingiam que eu nem existia ,e na escola até os mais nerds tinham namoradas e eu sempre sozinho e zuado por ser fechado e sem amigos e namorada ,a diretora falava para minha mãe me levar para o o pisicologo por ser tão fechado e calado ,a pisicologa diagnosticou que eu teria problemas na fase adulta por ser tão fechado ,isso aos 15 anos .
    nunca namorei na minha vida ,nunca beijei uma garota na minha vida .
    sexo então chega ser uma lenda ,mas o mais triste é que nunca ninguem na face da terra vai me amar de verdade ,e isso para mim é pior do que ser virgem aos 27 , muitos de vcs podem falar com tom de ironia ´´vai num putero kkk ou ” cara como vc é luser kkk ou então vc é viado kkk e coisas do tipo que fazem a pessoa se sentir o pior ser humano do mundo ,mais para mim isso é serio ´´ é foda ser virgem aos 27 ? é é sim mais sexo para mim faiz parte de um relacionamento afetivo profundo de grandes sentimentos ,para mim sexo por si só seria vazio sem muita importancia ,por isso não vou em casa de intretenimento masculino ,seria patetico pagar alguma mulher para fazer sexo fingindo multiplos orgasmos por um tanto de dinheiro , eu quero encontrar a mulher da minha vida? a sim eu quero mas venhamos e convenhamos isso é quase impossivel se todos nascen com uma alma gemea ,acho que a minha não nasceu .

  23. rafael gonçalves leite

    é isso ai pessoal todo mundo pode fazer aquilo ,menos eu

  24. rafael gonçalves leite

    acho que vou me matar

  25. Filipe

    ola a todos eu sou um homem muito romantico e acho que qualquer acto na vida se nao e para fazer com amor puro e verdadeiroentao nao deve ser feito nao a coisa mais linda que o amor este sentimento mudanos transformanos florechemos tornamos melhores em tudo principalmente em melhores pessoas uma mulher deve ser amada respeitada tratada com mt carrinho e amor, eu conheci a minha atual companheira com 18 anos ela tinha 15 anos ela pezava cerca de 115 quilos eu sempre trateia como uma princeza uma mulher com peso a mais nao se deve sentir inferior aos outros apesar que hoje em dia a pessoas muito maldosas so querem o mal dos outros e rebaixao humilhao e tratao muito mal as pessoas acima do peso indicado para a sua altura pelo menos aqui em portugal infelismente a muitas pessoas a tentar deitar estas pessoas a baixo ai nu brasil nao sei, eu senpre fui um homem magro muito lindo com todas as mulheres atras de min e nunca perdi a virgindade com a minha companheira que vos falo e ela nao perdeu a virgindade dela comigo perdeu com um gajo que mal sabe o nome que so quis ela para ter sexo fiquei muito triste sempre desejei que a mulher que eu amase perdesse a virgindade comigo o facto de ela nao ter perdido a virgindade comigo ter perdido a virgindade com um gajo qualquer aos 13 anos deixame muito embaixo mas a vida nem sempre e justa se a coisa que mais ademiro e dou valor numa mulher sao aquelas que se gardao para o homem que amao de verdade hoje em dia a sociedade parece uma selva as pessoas parecem que andao com o cio vao para a cama com qualquer pessoa axo isso mesmo porco, sintu uma revolta dentro de mim quanso me ponho a persar nesta sociadade de hoje em dia quase que nao existem pessoas com valor interior.

    espero que esta mulher que escreveu este blog seja muito feliz e amada como todas as mulheres neste mundo fora viva ao amor e a todos sentimentos e actos que sao feitos de coracao

  26. Solitária

    Olá! Penso que ninguém vai ler o que estou escrevendo visto que essa matéria foi postada há um ano e meio, mas preciso falar que me senti um pouco menos triste sabendo que existem pessoas enfrentando (ou enfrentaram) o mesmo ´´problema´´ que eu. Tenho 24 anos e os últimos oito anos têm sido de extrema solidão e depressão. Até meus 16 anos meu peso nunca ultrapassou os 60 kg, era apaixonada por esportes, porém sempre tive uma autoestima baixíssima e desenvolvi uma fobia social que paralisou minha vida social e consequentemente meu desenvolvimento e amadurecimento emocional. Acabei num total isolamento e perdi quase toda a minha adolescência e as experiências que a envolve. Hoje o sofrimento e desespero foram tamanho que não consegui parar de ter idéias suicidas e crises de choro infindáveis. Quero agradecer a autora do post e dos que deram seus relatos nos comentários, pois foram de grande ajuda para me fazer pensar melhor e não perder a esperança que um dia essa dor indescritível no meu peito se vá para longe e talvez eu encontre um cara legal que me faça feliz o suficiente para que eu possa ter algo gostoso de recordação, nem que esse cara passe pela minha vida apenas por uma noite!
    E para que isso uma dia aconteça, sei que preciso me permitir a viver, conhecer pessoas e sair dessa inércia que está me corroendo e decidi marcar uma consulta com um psicoterapeuta. Espero que me ajude. Bom, já é um primeiro passo, não é?
    Mais uma vez obrigada e desejo que todos nós possamos encontrar a nossa felicidade…

  27. Solitária

    Falei… falei e nem sei se consegui me expressar. Só pra finalizar: Sou uma mulher virgem de 24 anos que pesa hoje 100 kg.

  28. OIIII MEU NOME E SOLANGE TENHO 27 ANOS E AINDA SOU VIRGEM, DEVE SER POR CAUSA DE SER GORDA Q AINDA SOU VIRGEM…

  29. Juliana

    Oi gente! Fui virgem até meus 27 anos e sempre fui gorda. Tenho 1,60m e pesava 133kg e não conseguia me relacionar com ninguém, por isso sei tamanha dor e angústia. Fiz redução de estômago e perdi 50kg, mas vivo oscilando o peso e tenho muito excesso de pele (oscilo entre os 80 e 90kg) o que continua não me deixando a vontade para o sexo. Como disse, perdi minha virgindade aos 27 anos, já operada e sem os 50kg a mais, porém com o excesso de pele posso dizer que ainda é um problema para mim, porém menor. Perdi minha virgindade com uma pessoa especial, pessoa esta que pude notar que antes de irmos para a cama, me aceitava do jeito que eu era, uma pessoa independente de qualquer peso. E eu não falo de elogios, nada disso, falo de uma pessoa verdadeira, que realmente gostava de mim, me achou inteligente, simpática, bonita, delicada, atenciosa, qualidades muito, muito maiores do que simplesmente ter um corpo magro. Por isso eu digo meninas (e meninos), corpo pode ser um problema, mas ele não pode ser o maior problema da vida, pois as pessoas hoje em dia estão carentes de verdades, de pessoas verdadeiras, então comece a valorizar outros pontos em vocês que outras pessoas também consigam enxergar, pois só assim vocês começarão – aos poucos, se abrir pro mundo e se entregar para um relacionamento, para ao seu redor. Não desista de ser feliz.

  30. eu tenho 32 anos simto muita atraçao por mulheres gordas

  31. tenho 32 anos simto muita atraçao por mulheres gorfas

  32. Tatiana

    Meeu nome é tatianaa , tenhoo 16 anoos , bom vou resumir meeu caso , Eu tenho 1 metro & 61 de altura & pesoo 62 quase63 , seei qe não to obesa e taus , mas me sintoo Goorda perante as minhas amigas , elas são tão magerrimas e eu me sito uma bola perto dlas ;/ me ajudem , já tentei fazer dietas mas nuunk vou pra frente , me sinto cada vez mais angustiada :( obg a todos que me responderem , bjs doces :*

    • Karina

      Acho q ninguém vai ler, mas… Tenho quase 20 anos, até hj só beijei 2 rapazes, sendo q o último foi nesse ano. Sempre fui gorda, pesava 93kg com 1.53m de altura. Atualmente estou na luta de vencer a obesidade, por mim, por amor próprio, quero curtir a vida, conhecer e beijar outras pessoas sem ficar fazendo suposições loucas de que a pessoa só está comigo ” por pena”. Sempre fui uma pessoa muito carente, acho q sonho em viver um grande amor e tals. Mas ao mesmo tempo n quero me entregar a apenas uma única pessoa. Não sei…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s