Veja fotos do Dia de Modelo em São Paulo

Por Renata Poskus Vaz

Faz muito tempo que não mostro por aqui os ensaios que são feitos no Dia de Modelo, não é mesmo? Hoje trouxe fotos do penúltimo ensaio realizado aqui em São Paulo. Como sempre, fico babando nos meus mulherões.

modelo plus size 4

Paola Evangelisti

modelo plus size 5

Camila Reis

modelo plus size 2

Erika Quintino

modelo plus size 3

Claudia Caixeta

modelo plus size 6

Michele Xavier

modelo plus size 7

Lis Maira

modelo plus size 8

Maria Cecília

modelo plus size 10

Thamires Santos

modelo plus size 11

Monique Salazar

modelo plus size 9

Maitê Spina

modelo plus size 12

Viviany Angel

modelo plus size 1

Calini Muriel

O próximo Dia de Modelo acontece dia 14/12, sábado, em Botafogo Rio de Janeiro/RJ. Para participar, inscreva-se pelo e-mail: blogmulheraorj@hotmail.com

4 Comentários

Arquivado em Dia de Modelo

Look do dia: Vestido branco + Sapato azul

Por Renata Poskus Vaz

Na quarta-feira participei de um chá beneficente na casa da atriz Andréa de Nóbrega, em Alphaville. O objetivo de encontro era o de arrecadar brinquedos para crianças de comunidades carentes de Barueri/SP.

Escolhi um vestidinho branco (que embora tenha elastano, acabou ficando amassadinho. Estou emagrecendo e as roupas estão ficando largas em mim) e usei com pulseira e bracelete dourados e sapato azul.

look do dia 3

renata e andrea de nobrega

look do dia

Vestido: Xica Vaidosa

Sapato: Passarela

Bolsa: Marisa

4 Comentários

Arquivado em Eventos, Look do Dia, O que rola por aí, Uncategorized

Como incrementar seu look

Por Cíntia Rojo 

Fotos: Stephanie Zwicky, do Le Blog De Big Beauty

 

Image

Todo mundo tem no armário aquela peça de roupa do coração que custou beeeeeeeem pouquinho. Mas com roupa é assim: pode não ser a mais glamourosa nem a mais cara mas a gente ama e ponto final. E, de um jeito ou de outro, vamos usar!

O que pouca gente sabe é que existem alguns truques de styling para dar aquela incrementada nas nossas roupas mais baratinhas e dar um toque glam para a produção. Anote aí!

Capriche na pele, unha e cabelo: Não precisa ser exagerado mas precisa ser bem feito. Cabelo bem arrumado, solto ou preso, unhas bem feitas (nada de esmalte descascando!) e maquiagem bem aplicada (nem precisa muito: corretivo, máscara de cílios e um batom colorido já fazem muita diferença).

Invista nos acessórios: acessórios dourados, em especial, dão um toque à qualquer produção. Os maxi-acessórios são perfeitos! Colares, brincos, pulseiras e anéis são todos bem vindos. Tome cuidado, porém, com a proporção dos acessórios. Até pode usar maxi colar e brincos grandes, por exemplo, no mesmo look, mas avalie se não fica “over”. Outros acessórios coringas são os lenços e echarpes. Eu gosto muito desse vídeo do YouTube que ensina 25 maneiras de usá-los. Chapéus (adoro!) e acessórios de cabeça como tiaras, presilhas e casquetes (super adoro!) também dão muito charme ao look.

Invista numa bolsa bonita: uma bolsa-carteira, por exemplo, sofistica qualquer visual. Para o dia-a-dia, invista em bolsas maiores. Certifique-se de que o couro ou os apliques em metal não estejam descascando e o zíper não esteja esgarçado.

Image

Mescle a roupa baratinha com uma peça mais chique: até a calça que parece moletom ficou a cara da riqueza com o blazer de paetês (foto). E quem um dia pensou que calça de malha podia ser tão glamourosa?

Coloque um salto: nem preciso explicar, né?! O salto melhora nossa postura e alonga a silhueta.

Stephanie Zwicky 2

Percebam que as fotos da Stephanie Zwicky são todas com roupas muito simples: jeans, camiseta preta, camiseta branca, legging, um blusão azul marinho e até uma calça de malha (!). Sem o cuidado com a maquiagem e os acessórios certos, os looks seriam bastante sem graça. Mas com bons truques de styling ela conseguiu transformá-los, de roupas comuns, em verdadeiras produções de moda. Bora remexer nosso guarda-roupa?  

2 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Quem é a gordinha que dá nome a um batom e que escancarou o preconceito da revista Sexy

Por Renata Poskus Vaz

Dentre tantas blogueiras plus size, há algumas que literalmente se destacam (inclusive a pessoa linda e super modesta que vos fala..kkk). Uma delas é Steph Ciciliatti. 23 anos, moradora de Angatuba – Interior de SP. Ela é dona de um visual diferente, com uma pegada underground, repleta de tatuagens, roupas modernas, piercing e um cabelo que vive mudando de cor.

Seu Blog, o A Grande Diferença, existe desde 2008, mas só recentemente ela começou a falar sobre moda plus size. Antes, era conhecida por falar sobre beleza com todos os públicos, inclusive as magrinhas. E falava tão bem que foi escolhida pela Tracta para assinar um batom de sua linha. Steph criou com a marca um batom poderoso, que levou o nome de seu blog: “A Grande Diferença”.

batom-Grande-Diferença (1)

arte-batom-agd

Antes de se diferenciar por ter lançado um batom lindo criado por ela, Steph já havia se destacado na internet. A gata resolveu em 2012 participar do Lingerie Day organizado pela revista Sexy no Facebook, que prometia fazer um ensaio em uma de suas publicações com a foto mais curtida. Em poucos dias, Steph teve, em sua foto em que mostrava seu lindo e recheado decote em um sutiã meigo, mais de 3 mil curtidas. Então, bem no meio do concurso, a revista Sexy mudou as regras do concurso. Definiram que venceria a escolhida da revista e não mais a foto mais curtida. Essa atitude revoltou a gordolândia, que bombardeou o Facebook da revista, acusando a publicação de mudar as regras do jogo para não ter uma gorda estampando suas páginas. A foto bonita era essa aqui abaixo:
lingerie day plus size
Steph não veio a este mundo a passeio. Depois da postura preconceituosa da Sexy, este ano, em seu Blog, Steph realizou o próprio lingerie day, incentivando suas leitoras a participar. E, para inspirá-las, fez esta foto:
lingeriedayagdblog
Antes que nossos leitores da ala masculina se empolguem, Steph é casada e mãe de um menininho lindo. Batemos um papo com ela. Olha só:
1) Como surgiu a ideia de participar do Lingerie Day organizado pela revista Sexy?
Nunca curti muito a ideia do lingerie day, por que eu acho que objetifica muito o corpo da mulher, mas depois de conversar com amigas, achei que poderíamos reverter a situação e aproveitar a data para levantar a bandeira do Positive body. Minha foto rodou pela internet no dia, por mais bobo que parecesse, um corpo gordo com pouca roupa e bem posado na frente de uma lente, ainda choca as pessoas. Alguém que até não sei quem, enviou minha foto para o tumblr da revista Sexy, e acabei indo participar da votação.
2) Depois de você outras gordas se inscreveram. Como vc encarou isso?
Gorda no dia só tinha Hannah e eu. Mas depois da bandeira que levantei no ano passado, esse ano tivemos muitas participações das gordas gostosas no Lingerie Day, o que me deixou muito mais feliz.
3) Você ficou com vergonha de se mostar de lingerie? Em que ocasião tirou aquela foto?
Eu não me mostrava publicamente nem de roupa, imagine de lingerie. Mas eu estava em uma fase de mudanças, de aceitação corporal e achei que seria um exercício de amor ao meu corpo, me expor assim. E deu certo, me senti muito bem. A foto foi tirada no dia do Lingerie Day. Foi um clique rápido e impulsivo.
4) Vc lida bem com seu corpo? Sempre foi gordinha?
Sempre fui gorda e nunca liguei pra isso. É o que eu sou e nunca me vi diferente. Então nunca me torturei com isso. Mas há dois anos, eu comecei a me preocupar com minha saúde, que estava frágil. E uma vida saudável-não-sedentária, acaba nos levando embora alguns quilos. Continuo gorda, porém com uma saúde de dar inveja. Hoje em dia eu curto muito meu corpo desse tamanho, curto cada dobra, cada marca. Tenho medo de parecer louca perante a sociedade, por me curtir tanto, estando fora dos padrões.
Steph 2
5) Há quanto tempo tem seu blog? Porque decidiu criá-lo?
Sempre fui o tipo de pessoa que precisa externar sentimento para se sentir bem, melhor maneira que eu encontrei de fazer isso, foi escrevendo.Tenho meu blog há sete anos e comecei ele como um diário virtual. Com o tempo comecei a me interessar pelo nicho da beleza, e hoje falo sobre beleza, moda e nossos assuntos de gorda.
6) Porque começou a falar de moda plus size e a exibir seus looks?
Como falei acima, há dois anos eu não me mostrava. Tinha vergonha de mim. Então eu notei que eu me escondia. E quem se esconde de algo, sabe o quanto isso é triste. Passei por um processo de emagrecimento, mudança de hábitos e coloquei para mim mesma, que parte dessa mudança, seria eu me expor sem medo. Foi quando coloquei o primeiro look plus size no blog, isso foi tão gostoso e tão recebido pelas pessoas, que não parei. Vi que muitas meninas tinham problema em encontrar roupas legais, e adoro poder ajudar sobre isso.
staph 1
 
7) Como é ser gorda, tatuada e tão estilosa em uma cidade pequena?
É divertido. Cidade pequena é aquela que todo mundo se conhece. Uma pessoa que veio de fora é facilmente reconhecida. Sou a gorda ruiva tatuada por aqui. Onde vou todo mundo sabe quem sou, mesmo sem saber meu nome. Recebo também uns olhares das velhinhas do tipo “crendeuspai, alguem joga agua benta nessa gorda”, mas é normal, vindo de uma cidadezinha que cresceu ao redor de uma igreja católica, rs
9) Que dica você daria para as gordinhas que tem vergonha do próprio corpo?
Que tentem desconstruir padrões. Que pratiquem um exercício diário para se desprender de amarras sociais. A mudança não tem que começar pelos outros, tem que rolar com a gente. Se um dia a gente acorda e acredita que ser gorda é só uma característica e não te define, você vai ver o mundo com outros olhos. E vai entender que você precisa apenas se agradar. E não agradar os outros.
Para conhecer o Blog da Steph, clique aqui.

13 Comentários

Arquivado em Moda e estilo, O que rola por aí

Preta Gil na capa da revista Nova Cosmopolitan

Por Renata Poskus Vaz

Pela primeira vez, uma gorda estampa a capa da revista Nova. Achei o máximo essa abertura para que mulheres famosas gordas (será que vão convidar mais alguma?) que usam além do manequim 36, possam exibir sua beleza real para as leitoras da publicação.

Já me disseram que reclamo demais, mas senti falta de Preta Gil fazendo carão. A publicação em questão costuma, na maioria das capas, trazer mulheres famosas em produções com um grande apelo sensual, com carões super sensuais… Eu me indago, será que é  só assim que os editores conseguem nos enxergar? Como as gordas simpáticas?

Qual a opinião de vocês?

preta gil na nova

 

Update: making off

5 Comentários

Arquivado em Artistas

Concurso Cultural Barriga Positiva: mostre o amor pelo seu corpo e concorra a prêmios!

Por Renata Poskus Vaz

Quando desafiei aqui no Blog Mulherão que nossas leitoras nos enviassem fotos mostrando suas “barrigas positivas”, não imaginei que receberia tantas fotos de mulheres lindas, sem medo de ser feliz. Montei um álbum no Facebook com quase 30 fotos. Veja aqui. Então, pensei em continuar a brincadeira premiando algumas donas de “Barriga Positiva”.

Quer participar?

Regras do concurso cultural “Barriga Positiva”

Não há uma vencedora, mas 5 em vários quesitos. Lembrem-se que isso é uma brincadeira e a escolha é feita por critérios muito subjetivos ( com exceção da foto mais curtida e da mais compartilhada). Não vai ganhar necessariamente a maior barriga, nem a foto mais bem produzida… A gente tem que sentir aquele “amorzão” pela foto, entende?

Para participar você precisa:

1) Envie sua foto para blogmulherao@hotmail.com com uma sugestão de legenda até o dia 7 de dezembro. As fotos estarão disponíveis para votação e compartilhamento do dia 10 a 17 de dezembro, no Facebook do Blog Mulherão.

2) Curtir a Fan Page do Blog Mulherão e compartilhar sua foto em seu perfil.

O resultado será divulgado no dia  20 de dezembro.

Quem já teve a foto publicada em nosso mural da Barriga positiva deve pedir a inserção da mesma no concurso.

Prêmios

1. A mais curtida – a foto mais curtida ganha um biquini ou maiô ou saída de praia da Cachopa Brasil.

* esta imagem é apenas ilustrativa. Na ocasião do prêmio, a vencedora poderá optar por qualquer produto da loja, sendo conjunto de biquínis, maiôs ou saídas de praia, sem limite de preço.

biquini cachopa 2

2. A mais compartilhada – a foto mais compartilhada ganha este conjunto de lingerie  da Vislumbre Moda íntima

vislumbre

3. A escolhida das blogueiras (escolhi um grupo de 4 blogueiras que vão eleger a sua musa da Barriga Positiva), que vai ganhar um vestido da Xica Vaidosa.

* caso este vestido não tenha mais em estoque, a vencedora poderá escolher outro modelo sugerido pela Xica Vaidosa.

0642

4. A escolhida das modelos (convidei um grupo de 4 modelos famosas para avaliá-las) vai ganhar um vestido modelo slim da Melinde Brasil.

vestido slim 2

5. A escolhida dos rapazes (convidei um grupo de homens que são apaixonados por gordinhas e costumam participar de eventos e grupos de discussão plus size na internet, para eleger sua musa) vai ganhar uma blusa de viscoelastano da Kauê*

* a imagem é apenas ilustrativa.  A vencedora escolherá um modelo disponível em estoque no momento do sorteio, sugerida pela Kauê.

blusa Kauê

Os prêmios serão enviados via correio em até 10 dias.

11 Comentários

Arquivado em Concurso, Sorteios

Preconceito contra quem gosta de namorar gordinhas

preconceito contra gordas

Por Renata Poskus Vaz

Ontem recebi e-mails de leitoras sobre uma postagem que consideraram ofensiva no Facebook. Fui verificar e notei mais do mesmo: um escancarado e comum preconceito contra mulheres gordas. Nela, o autor do post criticava o autor da novela das 9 por, entre muitas coisas, colocar situações socialmente irreais, como uma gorda “feia pra dedéu” sendo disputada por dois homens bonitos.

Vejam essa postagem clicando aqui. Depois de debatermos na página do rapaz e em nossa própria Fan Page, fiquei pensando nessa idiotice e no efeito que pode causar nas gordas e o pior, naqueles homens que são apaixonados por elas. Sim, embora existam por aí tantas gordas e tantos homens lindos dispostos a namorá-las, a sociedade ainda enxerga com maus olhos a silhueta e o amor alheio.

Fico pensando que nós, gordas, já convivemos todos os dias com pequenas doses de preconceito que nos tornam já calejadas a essas manifestações. Mas rapazes que sempre foram magros ou atléticos e, do nada, se veem diante dessa situação, devem sofrer muito.

Pedi para um amigo apaixonado por mulherões escrever um pouco sobre o que enfrenta por sentir atração por gordinhas:

“Meu nome é Antônio Donizeti, sou de Goiânia, tenho 23 anos, solteiro, estudante de Engenharia Civil na PUC Goiás. Sou moreno, tenho 1,88 de altura e estou meio gordinho (aproveitar a chance pra fazer minha propaganda também kkk).

Hoje comentei com a Renata sobre o preconceito que nós admiradores de gordinhas sofremos na sociedade, pois esta nos obriga a termos namoradas magras e/ou saradas.

Esse preconceito acontece na família quando você vai apresentar a namorada e seus pais e parentes falam “puxa, fulano, mas você é tão bonito e ela é gordinha”. A mãe mais ciumenta solta: “imagina quando ela engordar depois da gravidez”. Já o pai: “ela é gente boa pelo menos”. Entre seus amigos geralmente surge: “Fulano, você é otário demais, só pega gorda”. Quando não aparece aquele inconveniente que fala: “tá fazendo caridade com aquela baleia, cara”.

O preconceito sobre nós admiradores de gordinhas é terrível. Ontem mesmo eu vi em um site um link com o título “Casal Estranho”, em que tinha um homem bombado abraçado com sua companheira BBW, tratando como se fosse um absurdo alguém que pratica esportes ter uma companheira gordinha. Recentemente, um colega me disse sobre uma menina conhecida nossa em comum: “Ow a gente faz engenharia, temos que nos valorizar. Não dá para pegar aquela gordona não porque senão queima nosso filme”.

Infelizmente, embora me sinta atraído por elas, tenho tenho dificuldade em me aproximar das meninas gordinhas, pois elas mesmo duvidam de minhas intenções. Fico imaginando se por ventura pensam se sou uma espécie de psicopata que quer sequestrá-las, ou então que sou um mero aproveitador que quer apenas dar uns “pegas” na gordinha pra não ficar sozinho.

Digo com propriedade que a maioria dos homens são admiradores de gordinhas, mas infelizmente por causa desse preconceito os homens tem vergonha de assumir. Mesmo com todas essas dificuldades e preconceito eu ainda sou um grande admirador da beleza das gordinhas, pois além de bonitas, são simpáticas, inteligentes e são motivos para que eu lute para conseguir o coração de uma menina gordinha para o resto da minha vida. Quem me conhece a muito tempo sabe que eu apoio sim essa luta para o respeito igualitário pois todas as pessoas são diferentes e cada uma tem a sua beleza de acordo com os olhos de sua alma gêmea.”

E desta vez minha pergunta vai também para os rapazes, vocês já passaram por isso?

53 Comentários

Arquivado em O que rola por aí, Preconceito, Relacionamento