Arquivo da tag: dança para gordinhas

Espaço da leitora: Pamella Domingues

Peso X Atividade Física

Olha, você tem que fazer uma atividade física! Você precisa de uma vida ativa, não pode ser assim tão sedentária!Quem que está acima do peso e nunca ouviu esta frase? Pois é, porque as pessoas pensam que quem é ou está gordinha não faz exercícios? 

Desde que me entendo por gente, estive acima do peso. Na fase de infância isso foi super complicado, pois as crianças são cruéis e quando resolvem atacar o primeiro ponto fraco é o externo. Mas, nem preciso me estender neste assunto, pois aposto que a minha história não é diferente da de muitas de vocês.

Apesar disso, sempre me senti bonita, sempre fui vaidosa. Não saio de casa sem passar ao menos um lápis e rimel. Até para a faculdade de Ed. Física eu ia as 7hs da manhã… Maquiada! Pois é, por falar em Ed. Física é neste ponto que quero chegar. Sim, fiz faculdade de Ed. Física, mas não concluí por conta da minha dedicação à dança.

 Comecei a fazer aulas de ballet aos 5 anos de idade, além dos fatores disciplinares e de elegância que o ballet trás, o objetivo era fazer com que eu emagrecesse. Para variar, eu era a única criança “fofinha” da turma, mas a que abria o maior espacate de todas. Dancei em todos os festivais da escola na época. Entrei então no jazz, na natação, na ginástica olímpica, no tênnis e no sapateado e continuei acima do peso.

 No colégio, participava de todos os esportes e fazia aulas complementares de Vollei e Handball. Foi então que resolvi entrar na Capoeira. Emagreci bastante nessa época, porém ainda bem acima do peso. Foi quando em 2000 resolvi me matricular numa aula de Dança do Ventre, que já era encantada pelo ritmo, pela cultura, pelos trajes e movimentos há muito tempo. Me apaixonei de cara e me dediquei de corpo e alma. Emagreci também na época, acredito que mais pelo fato de precisar ficar de top e cinturão do que pela queima de calorias nas aulas. A questão da auto-estima também fez com que eu emagrecesse porque me sentia muito, muito feliz.

Estudei muito, dança, história, ritmos, movimentos até que comecei a dar aulas. Participava de todos os festivais e workshops que podia. Em 2006 realizei um dos meus maiores sonhos: Fui para o Egito estudar. Lá conheci grandes nomes da dança, bailarinas egípcias e de outros países também que são ícones para nós, bailarinas. Dancei com banda de músicos ao vivo no maior festival de dança do Cairo, passeei muito e voltei com as malas cheias de lindos trajes e com a cabeça desacreditada de tanta emoção.

Hoje a dança faz parte da minha vida e acredito que fará parte pra sempre. Aliás, a atividade física SEMPRE fez parte da minha vida e irá continuar fazendo, estando acima do peso ou não! É algo que faço para mim, para me sentir bem por dentro, para manter minha auto-estima e minha sensualidade em dia. Acredito que toda mulher precisa de algo que a faça sentir-se bem. Eu encontrei isso na dança!

25 Comentários

Arquivado em Dança, Espaço da Leitora