Arquivo do mês: fevereiro 2010

Feliz ano novo, de novo!

Por Dani Lima

Meu povo =)

E aí, como foi o carnaval de vocês? Quem conseguiu sobreviver à festa da carne, agora precisa voltar ao trabalho árduo, né?! rs É hora do ano começar pra valer e do povo descansar o corpinho nesses quarenta dias que temos para purificarmo-nos da luxúria que ficou impregnada, para chegarmos na Páscoa purinhos purinhos!! rs

Tô criando vários posts dignos pra vocês e pretendo voltar com o Mulherão Loosho da semana, na semana que vem.

Enquanto isso, vocês bem podiam me contar sobre o Carnaval, ein? Rolaram muitas fantasias, novos amores de verão? E quem já tem seu amor, foi pra um lugar mais reservadinho curtir os dias de folga à dois? E os mulherões que vocês encontraram por aí a fora? Todas desinibidas? hehe Me contem, me mandem fotos … vou adorar saber das histórias de vocês!

Eu brinquei muuuito, namorei muuuito e fui muuuito feliz! Fiz até a minha própria saia junto com minha amiga Mariana (que parece minha filha, dado o tamanho mínimo dela, rs) pra pularmos no Bola Preta!

E aí, aprovam a Dani costureira? hahaha

Tá certo que a mãe dela nos ajudou na confecção, mas fizemos boa parte, enquanto ela dava as instruções. Ano que vem já seremos experts! hahaha Ahn, e minha unha tava de Jade da Big Universo que foi muuuito gentilmente enviado pra mim, pela nossa liinda modelete e amiga Silvia Neves! Fiquei de postar fotos dele nas minhas unhas aqui, mas acabou não rolando. Então agora foi! Muuuito obrigada, Silvinha! Amei o presente e ele fica diviino =)

Então é isso! Feliz ano novo, de novo! Que esse ano seja MARA!

5 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Diva da sua própria vida

Por Keka Demétrio

Quando nos dispomos a entender e a nos amar temos que ter consciência de que somos seres imperfeitos e, como todo e qualquer ser humano, cheio de limitações.

Aceitar seu corpo com medidas bem acima das pré-estabelecidas pela mídia é uma tarefa muita vezes dolorida, mas necessária. Se você não ama o que tem de mais precioso ninguém irá fazê-lo por você. Isso não quer dizer que tem que achar normal comer exageradamente, ou que exercícios físicos podem ser deixados de lado.

Todas as vezes que sento para escrever para vocês eu fico imaginando o que toda essa revolução de costumes que estamos, aos poucos, mas gradativamente, tentando mudar, estará fazendo na cabecinha de cada uma, e hoje cheguei a uma conclusão nada legal, pois percebi que muitas de nós estão associando a autoaceitação e felicidade com o fato de ser modelo. Se antes sua felicidade era condicionada a magreza, agora está só mudando o foco, aliviando a pressão por ser gorda e transferindo para a possibilidade de ser uma modelo plus size. Meninas, não é porque seu manequim é 44 ou 54 que dá pra modelar. Assim como na seleção de modelos convencionais, no mundo da moda GG também existem pré-requisitos que são fundamentais para se tornar uma modelo. Não basta ser só bonita, você tem ter, no mínimo, um brilho diferente, e transferindo anseios você não será capaz de brilhar como deve.

Amar a si mesmo é muito mais que estar em uma passarela ou em um editorial de moda, é sentir orgulho de si mesmo pelo que se é e pelo que é capaz. É correr atrás de realizações e se jogar na vida de forma que você seja o único dono dela. Trabalhe seus anseios de modo que eles não te tragam mais angustias, existem mil possibilidades de realização pessoal e profissional a sua volta. Cuide-se e se arrume como se você fosse entrar em uma passarela todos os dias, afinal, você é a principal diva da sua vida, e nada melhor que saber desfilar por ela.

39 Comentários

Arquivado em Dia de Modelo, Modelo GG

Estudante tamanho 48 é destaque em passarelas londrinas

Na Semana de moda de Londres, o estilista Mark Fast incluiu em seu casting de modelos uma estudante de 21 anos que usa manequim 48.

Esta é mais uma das manifestações contra a magreza que estão ocorrendo no mundo da moda.

Veja mais sobre esta matéria no Portal Terra.

14 Comentários

Arquivado em Curiosidades, O que rola por aí

Rádio Mulherão:Michael Bublé

Por Hugo Palazini

Essa é pra nossas maravilhosas e perfeitas se apaixonarem. Esse fofinho se chama Michael Steven Bublé (9 de setembro de 1975) é um cantor e ator canadense. Embora fosse pouco conhecido nos Estados Unidos, o seu álbum de 2003 alcançou o Top 10 no Canadá, Reino Unido e Austrália. Em 2004, um álbum e vídeo ao vivo, “Come Fly with Me” entrou na Billboard, e alcançou o Top 40 da Austrália. Michael obteve sucesso comercial nos EUA com o álbum “It’s Time”. Até hoje lançou 13 discos, sendo o 1º foi em 1996 “Babalu”.

Grande beijo e bom começo de semana a todas fofinhas meigas desse Brasil!

11 Comentários

Arquivado em Rádio Mulherão

Espaço da leitora: Aline Gouvea

Mantra para não ficar chata

Ontem um velho amigo meu me falou “você já percebeu que em meia hora de conversa você já falou sobre mil defeitos seus?”. De fato, no meio da conversa eu soltava umas frases do tipo “nossa! minha unha tá horrível”, “meu cabelo tá sem corte” ou “tenho de voltar a malhar, tô gorda”.

Quantas vezes, num dia, a gente não repete essas coisas negativa sobre nós mesmas? A gente fala isso com tanta naturalidade, que nem percebe e, quando vê, esse monte de reclamações já virou uma grande verdade na nossa cabeça.

Falei pro meu amigo que ele me deu um toque muito importante, pois eu, assim como um monte de mulher que eu conheço, ando precisando gostar mais de mim. Aí ele se lembrou daquele tal bilhete que um ex apaixonado me mandou e disse: faça dele um mantra! Acredite em cada uma das palavras. Se não, você vai virar uma chata de galocha.

Po! Gorda de cabelo sem corte e ainda por cima chata? É melhor fazer o que ele, que gosta de mim, mandou: repetir que sou linda, maravilhosa e também ler este famoso bilhete, abaixo.

 “Será que você nunca reparou que pra mim não importa quanto você pesa? Em vez de tentar adivinhar isso, prefiro te abraçar e acariciar seu corpo macio. Aliás, adoro ver seu ritual de passagem de cremes: nas pernas, nos braços, na barriga. E quando você pede ajuda pra alcançar as costas, aí eu adoro ainda mais você.

Não sei seu manequim e nem me interessa. Sei o tamanho da sua cintura pelas minhas mãos e isso basta. E se alguma vendedora de roupa me perguntar seu tamanho vou responder: do tamanho exato para caber no meu abraço e dividir minha cama.

Aliás, foi uma resposta parecida que dei quando meu irmão perguntou como você era: do jeito que eu gosto. É, menina encanada com o peso e com o manequim, você é do jeito que eu gosto. Nunca reparou nisso, né? Por isso me deixa sozinho em casa e vai pra academia suar.

Não estou reclamando de você se cuidar. Eu só quero que você se goste desse jeito aí que você já é. E se você não acredita que é tudo isso, pergunta pra mim. Pra mim, viu? E não para nenhuma daquelas suas amigas do trabalho ou da faculdade ou sei lá de onde. Nenhuma mulher confessa para um homem que outra mulher é linda.

Para de me chamar de exagerado: eu acho você linda e pronto. Eu te olho diferente do que você se olha. Você está presa a padrões de beleza, já eu prefiro olhar pra você e descobrir cada dia um detalhe que te faz diferente e bela. Por exemplo, quando você toma uma decisão e nem me consulta: vai lá e faz. Eu faço cara de chateado mas acho um charme você saber o que quer. Também gosto de ouvir que eu não mando em você. Ah, e sua carinha de brava?É a coisa mais sexy que já inventaram. Aposto que tem amiga sua que treina na frente do espelho pra ficar igual.
Quer ver você me deixar com os quatro pneus arriados? É só dizer “Tô com fome de doce” e devorar aquela barra de chocolate sozinha, em 10 minutos. Quando você abre o armário e diz que não tem roupa e fica olhando pra 3 mil vestidos e saias e calças, eu penso “vou casar com essa mulher”.

Mas sabe o que me atrai mesmo em você? É que mesmo dizendo que é muito branca, que tem celulite desde que nasceu e que precisa de outra lipo, contraditoriamente você desfila pela casa sem roupa, numa naturalidade que me deixa perplexo. Eu amo ver você nua, ver suas pernas brancas, não ver nem marquinha de biquine. Outras mulheres precisam de marquinha de biquine para serem sensuais. Você não. Você só precisa ser você. De cabelo castanho ou vermelho, longo ou curtinho. Você está sempre na moda. Você merece sempre uma poesia. E eu sou louco por você”.

Leia outros textos de Aline, clicando aqui

62 Comentários

Arquivado em comportamento, Espaço da Leitora

O Segredo para ser feliz

Por Renata Poskus Vaz

Queridas amigas,

Hoje fui à livraria comprar O Segredo, um best seller de Rhonda Byrne. Já havia lido e relido inúmeras vezes este livro e, desta vez, pretendia presentear uma pessoa muito especial.

O Segredo é um livro de auto-ajuda que revolucionou o mundo com uma técnica bem simples, a da atração. Esta lei diz que você é aquilo o que pensa e atrai aquilo que mentaliza. Ou seja, se você escuta e repete para si mesma que é feia, fracassada e que nada dá certo em sua vida, isso se concretizará. O livro, também, propõe uma reviravolta: pense em coisas boas, acredite em seu potencial, mentalize apenas o bem, apenas a prosperidade e você sempre terá sucesso em todas as área de sua vida.

Eu não entendia O Segredo

Quem acompanha meu trabalho há mais tempo, sabe bem que já passei um momento muito difícil em minha vida. Após o falecimento de minha mãe, em 2000, a vida parecia piorar e piorar. De uma hora para outra, de menina me vi mulher e repleta de responsabilidades e isso me assustou. Diante de dificuldades, sempre fui tomada de um espírito pessimista, acreditando que eu era gorda, horrível e que nada, nunca, daria certo em minha vida.

Quanto mais eu sentia medo de que as coisas piorassem, elas se tornavam reais. Era incrível! Todos os meus pesadelos se concretizavam. Era só mentalizá-los, mesmo que em pensamentos: “não quero que isso aconteça!”. Pronto, eles aconteciam.

Nesta época eu era triste e isso estava nítido nos meus olhos. Achava-me feia e realmente parecia menos bonita do que sou hoje. Acreditava que não merecia ser feliz e eu realmente não conseguia!

Para melhorar em todos os aspectos da vida

Comecei a perceber que vibrar por coisas boas, pensar apenas no melhor, acreditar que tudo vai dar certo, realmente me levavam ao sucesso. Hoje, uma de nossas leitoras me perguntou se eu algum dia acreditava que faria tanto sucesso.

Bom, antes de ler O Segredo eu não acreditava no meu potencial. Eu sabia que tinha talento, mas sempre me enxergava em um fundo de poço escuro, sem salvação. Depois, comecei a observar minhas qualidades, estabeleci metas em minha vida e comecei a realizá-las, uma a uma. Eu sempre soube que seria famosa por algo diferente que criaria, algo que fizesse as pessoas felizes e as ajudassem. Eu só estava desestimulada. Mas consegui! Entretanto este foi um longo processo. Antes, precisei voltar a me admirar, a enxergar minhas qualidades e a investir em meus projetos.

Como sou de carne e osso, como todas vocês, também tenho minhas recaídas. Às vezes perco meu tempo com coisas que não são produtivas. Quando alguma pessoa que inveja minha felicidade tenta me atacar, me provocar, eu desvio do meu caminho de propseridade e perco tempo com discussões que não me levam para lugar algum e deixo com que sentimentos ruins proliferem em meu coração. É um tempo precioso que eu poderia dedicar aos meus projetos, à minha família e outras coisas que me fazem feliz. O importante é reconhecer esses erros e voltar a atrair apenas pensamentos, sentimentos e situações positivas.

O mesmo peso, mas com uma maneira muito diferente de olhar a vida. A felicidade está escancarada! Preciso dizer mais alguma coisa?

4 Dicas para conseguir realizar seus sonhos

1)Trace metas. Defina o que quer para a sua vida em todos os  aspectos. Por exemplo: um novo emprego, novo carro, novo namorado… Não pense que você não pode ou nunca terá determinadas coisas. Você pode tudo o que quiser, só basta acreditar (nossa, esta última frase parece música da Xuxa…rsrs). Acredite realmente que tudo isso já é seu;

2)Observe-se sempre, reconheça suas qualidades e potencialidades. Se você não gostar de você, ninguém gostará. Você terá que conviver consigo mesma por toda a vida;

3)Não desperdice energia com coisas que não te agregam nada. Por exemplo: “vasculhar” orkuts alheios, fofocar, assistir tv além da conta etc;

4)Tranforme inveja em admiração. Ao invés de desejar consciente ou inconscientemente que alguém se prejudique só porque o sucesso dela te causa sofrimento, inspire-se e use esta pessoa como exemplo. Lembre-se que você pode ser especial e atingir o sucesso de maneiras éticas, lícitas e isso será muito gratificante.

47 Comentários

Arquivado em comportamento, Para Refletir

Gafieira fofinha…

Por Renata Poskus Vaz

Quem foi ao Fashion Weekend Plus Size pode conferir uma apresentação de gafieira muito fofa. Renata Reis, atriz (e que reúne outros predicados além da interpretação, como dançar e cantar), e seu partner, Alê Santos contagiaram a platéia. A dupla promete novidades para a edição de julho do FWPS. Aguardem!

Contato: (11) 8434-1342

natacenica@gmail.com

9 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Correção

Meninas,

A produção do Super Pop se enganou. Nossa entrevista vai ao ar amanhã, dia 18 de fevereiro, quinta-feira. Desculpem-nos!

89 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Dia de Modelo Plus Size em São Paulo

Mulherões, façam as suas inscrições para o Dia de Modelo em São Paulo.

Vocês escolhem a data: 27 de fevereiro ou 6 de março.

Local: Estúdio na Vila Madalena

Valor: R$400 em 3x

Ensaio fotoráfico, CD-Book com 30 fatos, cabelo, maquiagem, empréstimo de roupa e produção

Para se inscrever ligue para:

Renata Poskus Vaz (11) 7744-6626

Nathy Arias (11) 6373-7949

Na foto, a lindíssima Roberta Terra, participante do último Dia de Modelo em São Paulo

45 Comentários

Arquivado em Dia de Modelo

Mulherão no Super Pop

Amanhã, quarta-feira de cinzas, Renata Poskus Vaz, Andrea Boschim e a modelo Mayara Russi serão entrevistadas por Luciana Gimenez no Super Pop da Rede TV.

Na platéia, as modelos plus size Andreia Miura, Camila Faustino, Betty Quintano e Jovy também serão entrevistadas. Não percam!

52 Comentários

Arquivado em TV