Arquivo do mês: abril 2010

Por Dani Lima

Podem ficar revoltadas, porquê eu também fiquei de cara. Duas das grandes potências televisivas dos EUA, a ABC e a FOX,  simplesmente censuraram um comercial da grife de lingeries plus size Lane Bryant, que tinha cenas da [bela-pra-caramba] Ashley Graham com peças lindíssimas da grife.

Why? As cenas eram sensuais demais.

Mas parem e assistam ao comercial em questão:

Agora me digam na sinceridade: Cadê o apelo sexual exagerado pra justificar a censura? Fala sério, né?

Ao ver o vídeo me lembrei muuito do comercial da Dior, do perfume J’adore que passava horrores na TV. Lindo lindo, a Charlize Theron super diva arrancando as jóias, as roupas… super selvagem e terminando o comercial… NUA. J’adore MESMO, suuper queria fazer igual rs. E até aí morreu Neves, é um nú super artístico, belo… mas já que a conversa tá em torno de censurar pelo apelo, acho que um nu clama mais do que a lingerie, né? Mas não me recordo do comercial ter sido censurado, pelo contrário… passava aqui na TV enquanto eu almoçava, lanchava, antes deu ir dormir, aos domingos com toda a família na sala, nos intervalos do Fantástico… tipo, sempre.

Isso tuuudo me leva a pensar se a censura aconteceu mesmo por causa do apelo sexual do comercial.

Lane Bryant, dona da grife resumiu meu pensamento: ela disse que não há motivos para que as emissoras tratem seus comerciais dessa maneira, uma vez que seus anúncios são tão sensuais quanto os da marca Victoria’s Secret com uma única diferença: o tamanho das modelos.

O que vocês me dizem?

57 Comentários

Arquivado em comportamento, Moda e estilo, Modelo GG, Preconceito

A dor de um amor

Por Renata Poskus Vaz

A dor de um amor. Sim, sim, sei que você leu esta frase e automaticamente lembrou daqueles títulos melodramáticas de novelas mexicanas, não é mesmo? Mas, convenhamos, quem nunca sofreu por amor? Amor que corrói, mata, maltrata… Quem nunca foi desprezada? Ou então, mesmo sendo correspondida, viu seu amor ser influenciado por forças malignas externas como cunhados mal-caráteres, sogras dominadoras, vizinhas maledicentes, distância, tempo, trabalho…

Quando eu tinha 4 anos, conheci meu primeiro amor. Ele chamava Augusto, tinha 6 anos e inaugurou a minha sina em ser desprezada sentimentalmente pela ala masculina. Depois dele, veio o Camilo, que tinha 11 anos. Eu tinha apenas 8 e não admitia que ele só tivesse olhos para minha vizinha Fernanda, de 14. Jamais me deu bola.

Depois, conheci o Bolinha no colégio Campos Salles, onde estudei todo o primário. Um rapaz plus size, foférrimo, cheio de charme, praticamente o rei da escola. Eu tinha uns 12 anos e ele uns 15. Mais uma vez, lá estava eu admirando, desejando e completamente apaixonada por alguém que só me desprezava. Com o Bolinha, conquistei o grau máximo do desapego passional. Sabe aquele cara que te despreza tanto que acaba se compadecendo e virando seu amigo? Após 16 anos de amizade, hoje somos, um do outro, o melhor amigo. E, mesmo que quiséssemos, não conseguiríamos mais transformar esse amor fraternal em paixão.

E minha bagagem de dor de amor não pára por aí. Só mencionei os mais marcantes. O Dia de Modelo, por exemplo, foi resultado da maior dor que já sofri. Após o término de um relacionamento de 2 anos, já com o pezinho no altar, fiquei desesperada, com a autoestima lá embaixo e organizei o Dia de Modelo para ter fotos bonitas, sensuais e voltar a me “enxergar” como uma mulher de verdade.

Será que era amor de verdade?

Hoje, olhando para este histórico de dor e sofrimento me pergunto o porquê de, desde pequenas, termos essa atração por amores difíceis, complicados de se concretizar. Aquela história de que “tudo o que é difícil é mais gostoso” parece caber como uma luva neste caso. Porque não conseguimos simplesmente amar aqueles que estão dispostos a nos amar de volta? É praticamente um jeito masoquista de se levar a vida amorosa.

Há, ainda, casos piores de dor de amor. Aquelas mulheres que literalmente apanham, sofrem agressões verbais e etc. Mas essa é uma outra história que retomaremos depois.

Sou muito observadora. Ao longo dos meus 28 anos e diante do aprendizado obtido com minhas próprias experiências e de minhas tias e amigas próximas, aprendi que se algum dia já sofremos por amor era porque aquilo que pensávamos sentir não era amor de verdade. Amor, definitivamente, não dói. Amor não existe só de um lado. Amor constrói, complementa, realiza, cuida, ampara… Quando existe amor de verdade não há limitações para que ele perdure, se concretize. Trabalho, família, distância… nada destrói um amor.

Então, quando insistentemente em seu coração só restar dor e lágrimas ao vivenciar um amor, sem chance que ele seja correspondido ou consumado, fique sozinha. Tire-o da cabeça. Seu amor verdadeiro está em outro lugar esperando por você.

Assista o video desta meninha de 4 anos, sofrendo de apego emocional, mas achando que se tratava de amor. É lindo!


39 Comentários

Arquivado em comportamento, Relacionamento

Conheça um pouco mais sobre Carly Simon

Por Hugo Palazini

Carly Elisabeth Simon (Nova Iorque, 25 de Junho de 1945) é cantora e compositora. Iniciou a carreira cantando música folk no início dos anos 1960 em parceria com sua irmã Lucy Simon formando, juntas, a dupla The Simon Sisters. A dupla separou-se por ocasião do casamento de Lucy, e Carly prosseguiu sozinha.

Seu álbum de estréia, em 1971, lançou o hit “That’s The Way I’ve Always Heard It Should Be”. A letra, tratando de questões como o casamento, caiu no gosto do público da época e, a partir de então, Carly iniciou uma seqüência de sucessos. No mesmo ano lançou seu segundo disco, Anticipation, no qual a canção homônima e “Legend In Your Own Time” são destaques. Mas é com “The Right Thing To Do”, do disco No Secrets (1972), que Carly começa a ser reconhecida internacionalmente. Do mesmo álbum, “You´re So Vain” ganha notoriedade, contando com Mick Jagger (dos Rolling Stones) no vocal de apoio. Em 3 de novembro de 1972 ela se casou com James Taylor, com quem teve dois filhos, Sally Taylor em 1974 e Ben Taylor em 1977. James Taylor e Carly Simon divorciaram-se em 1983.

Fiquem com esse lindo video dessa magnífica canção “Coming Around Again”

Ótimo começo de semana a todas nossas fofinhas maravilhosas e perfeitas

Com carinho…

Huguinho.

4 Comentários

Arquivado em Rádio Mulherão

Programa vai ao ar hoje, sábado, às 21h15

Fonte: SBT

No episódio inédito de Supernanny deste sábado, 24 de abril, a educadora Cris Poli entra na casa de Gisele, mãe que engordou 56 quilos após a primeira gravidez. Desde essa época, ela evita sair com as filhas Isabella, 6 anos, e Giovana, 2, com vergonha de seu corpo.

Consequência desse isolamento: as crianças ficam dentro de casa praticamente o tempo todo e, sem atividades dirigidas, não param de aprontar. Por outro lado, Sérgio, o pai das crianças, trabalha no período noturno, passa o dia dormindo e, para piorar, dá um jeito de sair de casa quando está acordado. Sobrecarregada, Gisele fica à beira de um ataque de nervos. Grita com a filha mais velha e não tem paciência com a caçula, e ainda alimenta as meninas com frituras e refeições gordurosas.

Família reunida com Supernanny e Andrea Boschim, do Blog Mulherão

Supernanny observa a família e concluí que a infelicidade da mãe com o seu sobrepeso influencia diretamente a rotina da casa. Para ajudar a mudar essa situação, Cris elabora uma série de métodos direcionados para a mãe. Leva um professor de ginástica que ensina exercícios físicos com os objetos domésticos e faz Gisele descobrir toda a sua beleza e sensualidade, em um belo ensaio fotográfico.

Renata Poskus Vaz, Supernanny, Gisele e Andrea Boschim

Gisele veste Claudia Blanco

Gisele veste Claudia Blanco

Gisele veste Carlota

Gisele veste Carlota

Agradecemos à todas as meninas que integraram o IV Dia de Modelo e pacientemente cederam parte do seu tempo fotografando e aprendendo para que a Gisele pudesse fazer as suas fotos e resgatar a sua autoestima. Obrigada à Claudia Blanco, que presenteou a Gisele com um look completo composto por colar, legging e blusa. Muito obrigada à Yasyl, que presenteou a mamãe com um conjunto de calcinha e sutiã, número 52, lindo e sensual. E muito obrigada também ao nosso fotógrafo tchutchuquinho Hilton Costa que caprichou nos cliques e deixou a Gisele ainda mais bonitona.

Yasyl lingeries

36 Comentários

Arquivado em Artistas, Dia de Modelo, Entrevistas, Modelo GG, TV, Uncategorized

Por Dani Lima

Como foi visto neste post [haha, vocês ainda lembram?] contei sobre as novidades do inverno 2010. Como dizem que “antes tarde, do que nunca”, cá estou eu para falar enfiim sobre as lojas e suas coleções de inverno =]

Começando pela Milanina, grife paulista de conceito bem jovem e moderno. Tem atualmente 6 lojas espalhadas por São Paulo e tem como visão principal, atender à todas as necessidades e superar todas as expectativas de suas clientes. Trabalham com numeração do 36 atéé o 54.

Nunca visitei a loja física, mas pelas fotos do desfile da coleção de inverno 2010 deles no FWPS [vale ressaltar que foi o primeiro desfile plus size da modelo Mariana Passos e que a loirinha se saiu tãão bem que é a nova modelo da coleção da grife. Ahazou, né], pude detectar influências de váárias tendências , o que me dá vontade de ter muuita coisa pra ontem, rs. Separei algumas fotos e destaquei os pontos principais… Olhem só:

12 Comentários

Arquivado em Moda e estilo

Por Renata Poskus Vaz

E não é que, mais uma vez, perdemos uma de nossas aparições na tv? Hoje, na Record, foi ao ar uma matéria com dicas para mulheres que desejam se tornar modelos plus sizes. Andrea Boschim mostrou truques para as fotos, nossa amiga Elizangela foi a aspirante à modelo. Também contamos com a participação da Camila Faustino, Dafne, Andressa, Nathy Arias, Bruna e…. Eu! E contamos com os cliques da foférrima Kelly Hato, que integra nossa equipe de fotógrafos.

Para quem perdeu, aí vai o making off da Record:

Ataque de Mulherões

Dafne puxando fila dos Mulherões

Renata Poskus Vaz e amigas

Kelly Hato, entre repórteres

Andrea Boschim, sendo entrevistada


11 Comentários

Arquivado em Modelo GG, TV

Por Renata Poskus Vaz

Ah, meninas… Eu ainda conquisto o “dono do baú” e ganho um programa na tv. hehehehe…. Desta vez, fomos convidadas para gravar o Programa da Jequiti, que vai ao ar todos os domingos pela manhã, no SBT. Apresentei algumas sugestões de looks para gordinhas. Como não sei se o programa já foi ao ar (8h da manhã é madrugada para mim) e não consegui checar isso com a produção, resolvi postar umas fotos nossas nos bastidores.

Agatha Duque usa vestido de cetim vinho com paetés prateados, da Eveiza. Já Agatha Godoy usa um vestido roxo da Janette Boutique.

Julia Pires está linda com este vestido de lá da Eveiza. As aplicações de fitas de cetim nos ombros dá um chamr especial à peça. Esta é a típica roupa que podemos usar no escritório e extender a noite em um jantar romântico. Já a Vivi Oliveira usa uma composição de blusinha com coletinho (eles são uma única peça). Até o colar prato faz parte dessa roupa. Um luxo, né? Também da Eveiza, inclusive o jeans.

Mayara Russi usa uma versão moderna e elegante da Eveiza da tradicional combinação “camisetão com legging” que toda gordinha adora. Nathália Arias usa uma combinação de duas peças de camiseta com colete da Eveiza (que esconde aquela gordurinha da lateral da barriga) e uma bermudinha jeans super confortável.

Aí eu tô me sentindo lindona. A camisa e o colete são da Eveiza (mas eu comprei com meu próprio lindo e suado dinheirinho porque achei que este look tinha a minha cara e me deixou mais magra). A calça jeans é da Loony, mas de uma coleção que só vende até o 44. Entretanto, a marca fabrica uma coleção de tamanhos maiores. A sandália eu robei da Boschim.

10 Comentários

Arquivado em Moda e estilo, Modelo GG

Diversão e lágrimas em excursão do Blog Mulherão e Poderosas Gordinhas à peça GORDA, com Fabiana Karla

Por Renata Poskus Vaz

No último sábado, leitoras do Blog Mulherão e do Blog Poderosas Gordinhas se reuniram para assistir à peça Gorda, cuja protagonista é Fabiana Karla. No final, muitas sairam emocionadas. Fabiana estava atrasada para o vôo que pegaria para o Rio de Janeiro e não teve tempo para tirar fotos com os fãs. Mesmo assim, arriscamos nossos cliques e nos divertimos muito. Confiram o nosso encontro:

6 Comentários

Arquivado em O que rola por aí, Teatro

Por Dani Lima

Hoje vou inaugurar essa nova tag aqui no blog chamada “Indicando produtos do bem“, onde eu sempre vou contar o que eu comprei/ganhei e gostei. Para os produtos “do mal” talvez eu crie uma “Jogando no lixo” em algum momento, hahaha

E para inaugurar, um produto eu comprei e o outro eu ganhei. Vamos à eles?

Lembram do Encontrinho do Blog HVAOff que eu fui no mês passado? Então, a empreza Yenzah, que é tooda trabalhada na Nano Beauty™ combinada à Castanha do Brasil, e promete aos cabelos danificados por efeitos externos [sol, poluição, progressivas, tinturas…] e internos [alimentação, hormônios…] uma revitalização magnífica, ficou de enviar o brinde às meninas que compareceram em casa. Semana passada, os meus chegaram. Ganhei também um leave in, mas ainda não experimentei. O que eu usei e gostei pra sempre, foi o Serum Revitalizante.

Meu cabelo é muito oleoso, com um sopro ele já tá gosmento e eu definitivamente não curto essas coisas de silicone, que o deixam ainda mais melequento. Mas, com essa brincadeira de escova+prancha sempre, meu cabelo vem numa crescente escala de quebra hahaha. Sendo assim, eu sempre tenho mil fiapos de cabelo quebrados pela minha cabeça… mas os tensos são aqueles que ficam logo na frente, que o povo chama gentilmente de frizz e eu chamo de desgraçados mesmo hauha Desta forma, vez ou outra eu acabo tendo que usar algum serum pra poder nao sair de casa parecendo que levei um choque [sabem, coisa de desenho animado? hauha]

E olhem só o efeito deste da Yenzah

Digno, né?

E gente, ele rende horrores! Um pinguinho só e já tá tudo certo. Dá pra arrumar o frizz da frente, a ponta ferrada de baixo, os fios que ficam dançando ao longo do cabelo… tu-di-nho. Recomendo!

O corretivo líquido da Tracta é o queridinho de 10 entre 10 mocinhas que o conhecem. Eu sempre escutei falar, li a respeito, mas ainda não tinha comprado, sabe-se Deus lá o porquê rs Semana passada saí de casa na determinação e fui até a Renner pra comprá-lo e ta aí. Agora tenho um =]

Geralmente leio que ele tem um preço meeega amigo e fica na base de 10, 12 reais… mas o meu custou 19,90 ¬¬ Mas ok, tudo pelo social.

Fotos?

Essa é a típica foto que o meu namorado vai ver em casa e falar “Por Deus, não é a mesma pessoa que eu deixei no Rio…” rs

E pode não parecer nada nesse momento, mas quando acabamos de montar o outro lado e jogamos um reboco básico, fica assim…

Agora você me reconhece, amor? rs

Provei do veneninho da Tracta e tô viciada agora rs. Outro produto que com um pingo você remove montanhas. E por mais que muita gente tenha pago 10 dinheiros e eu, 20, estou pronta pra pagar 20 sempre que chegar ao fim rs. Recomendo!

Serviço:

  • Serum Revitalizante Yenzah – Lista com postos de venda aqui.
  • Corretivo Líquido Tracta – Lojas Renner – R$19,90

E então, gatas? Gostaram da nova tag?

  • UPDATE

Gente, esqueci de falar do produto que mais me motivou a criar a tag… que foi um creme hidratante que eu comprei ontem. Como pude esquecer? rs

Creuza que sou, quando cheguei nas Lojas Americanas ontem [tinha ido comprar cabide de porta.. alguém sabe onde vende aqui no Rio?] e me deparei com essa embalagem de 500 ml de um hidratante por 2,99 fiquei como? Bolada. Cheguei mais perto e a embalagem era até convidativa… tampa roxinha e tal… mas tinha certeza que o produto seria tenso, porquê cara…  DOIS E NOVENTA E NOVE. Mas quando abri a tampinha e senti aquela explosão de uva no meu nariz… sabe quando você bota um chiclete de uva na boca? Era a mesma coisa. Botei o meu embaixo do braço e fui direto pra fila rs

E esse post deveria se chamar “Produtos do bem que fazem efeito com uma gota”, pois este hidratante eu passo em dois braços com uma gota. E dois braços meus… dos grandes hahaha Minha mãe também passou hoje de manhã cedo e foi trabalhar. Chegou agora de noite e disse que o cheiro, infelizmente não resiste o dia todo [também, né… pudera. rs] mas que a pele fica com aquele jeitinho que passou hidratante recentemente, ou seja, permanece hidratada. Mas eu digo pra vocês que na hora que passa, o cheirinho de uva fica no ambiente todo. Passei agora pra tirar as fotos e meu quarto tá com muito cheirinho de uva. Amei =] Acho que vou providenciar um potinho e vou carregá-lo dentro da necessárie. Recomendo!

Serviço:

  • Loção Hidratante Hidramais Semente de Uva – Lojas Americanas – R$2,99

Os produtos da Hidramais são distribuídos pela empresa Biocap e deixando seus dados neste site, eles entram em contato com você para dizer os pontos de venda mais próximos da sua casa =]

47 Comentários

Arquivado em Beleza

Prepare-se para a próxima edição do Dia de Modelo Pus Size promovido pelo Blog Mulherão

Em 1 de maio faremos mais uma edição do Dia de Modelo Plus Size em São Paulo. O valor é de R$400 divididos em até 3 vezes. Dicas de moda, beleza, fotogenia com Andrea Boschim e Renata Poskus Vaz… E você ainda recebe um CD-Book com 30 fotos em que estará maquiada,  com penteado, produzida com 3 looks que serão fornecidos pela produção ou que você pode trazer de casa.

Gostou? Peça mais informações no blogmulherao@hotmail.com. Ou ligue para (11) 7744-6626.

34 Comentários

Arquivado em Dia de Modelo