Arquivo do mês: abril 2010

Por Renata Poskus Vaz

Na fase do namoro, a maioria dos jovens casais mora em casas separadas e a distância e expectativa pelo reencontro faz com que o eles praticamente entrem em ebulição quando se vêem. Neste caso, a saudade é praticamente um elixir da sexualidade. E é por isso que vemos tantos jovens casaizinhos no agarra-garra em pleno shopping Center, ou aquela fila de carros com vidros embaçados nas pracinhas… Eles têm pressa! Pressa porque sabem que logo cada um terá que voltar para a sua casa e só se reencontrará após dias.

Até que o casamento os separe

Com o casamento, a primeira idéia que passa por suas mentes é que poderão, finalmente, ficar sozinhos. Mas junto com a liberdade e privacidade, surgem novas responsabilidades e a correria do dia-a-dia. Com a falta de tempo, o casal deixa para fazer depois algumas coisas como: arrumar o armário, passar roupa ou, até mesmo, manter relações sexuais. Não que falte desejo… Falta tempo!

Sem perceber, passa em suas cabeças que agora que estão casados e vivendo sob o mesmo teto terão todo o tempo do mundo para transar. Para eles, adiar isso em horas ou dias não gerará prejuízo ao relacionamento. Acontece que, às vezes, os dias se transformam em semanas, depois em meses e até anos. E o casal se transforma em apenas “bons amigos”.

Quando a vida sexual da gordinha passa por crise

 

Uma de nossas leitoras escreveu a seguinte mensagem: “Enfrento uma crise em meu casamento. Meu marido perdeu o interesse sexual por mim. Por ser gordinha sou meio sem jeito pra essas coisas. Por favor, me ajudem. Estou desesperada e minha autoestima virou pano de chão.”

Temos a mania de achar que tudo o que dá errado em nossas vidas é pelo fato de sermos gordas. Como descrito no começo do texto, muitos casais, compostos por parceiros gordos ou magros, após os primeiros anos de casamento, passa por uma crise sexual. E quando se fala em crise não quer dizer que aquela situação esteja fadada ao fracasso. Muito pelo contrário. Crises acontecem para que se reveja a relação e adote medidas para recuperar o mesmo vigor de quando se era apenas um casal de namorados.

Dicas para recuperar o relacionamento

 

Diálogo, diálogo e diálogo. É necessário deixar a vergonha e constrangimento de lado para salvar uma relação. Às vezes a mulher se culpa pela diminuição do interesse sexual do parceiro, mas se conversar direitinho com ele, pode descobrir que o problema seja outro. Afinal, fatores externos também podem atrapalhar a relação. Já pensou, por exemplo, se ele estiver passando por dificuldades financeiras ou desentendimentos no trabalho, que inibem o desejo sexual masculino, mas está com vergonha de dividir isso com você? Por isso, converse.

Em contrapartida, vale investir em alguns truques para apimentar a relação. Faça a sua parte, não espere que ele tome o primeiro passo:

–  Cuide mais de você: uma mulher bem arrumada, que está sempre cuidando da saúde e da beleza, mostra que se valoriza e que também merece ser valorizada. Você pode ser gordinha, mas largada nunca! Nem sempre se pode renovar o guarda-roupa, mas não custa nada aposentar o moletom e as calcinhas rasgadas e colocar uma roupa bonitinha e uma lingerie sensual, igual você usava no namoro.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Onde comprar: 1. Cinta da Camomilah/ 2. Sutiã da Yasyl/ 3. Calcinha da GG Sexy Lingeries/ 4. Camisola do Clube da Lingerie/ 5. Conjunto da Daira.

 

– Seja mais agradável: Tanto as mulheres que trabalham fora, quanto as que são donas de casa, com a correria do dia-a-dia, têm muitos problemas para contar. Aí, é só o maridão chegar em casa que logo mandamos que ele tire o lixo de casa, que coloque o filho de castigo e que ligue para cobrar favores à sogra. Tudo isso enquanto desabafa as mazelas de sua vida para ele. Ninguém agüenta tanto baixo astral! Prepare um bom jantar, esqueça algumas horas dos problemas, pergunte como foi o dia dele. Este já é um bom começo!

– Não se deprecie: Pare de dizer que é feia e gorda a todo o momento. Se reparar bem, seu marido também envelheceu, ficou careca, barrigudinho… O tempo chega para todos. Sensualidade, carisma e charme não se perde nunca. Basta apenas você reencontrar tudo isso dentro de você e colocar para fora.

Prontinho! Você pode ser uma gordinha feliz em todos os aspectos de sua vida, inclusive no seu casamento. Coloque essas dicas em prática e depois volte aqui e nos diga como está o seu relacionamento.

 

42 Comentários

Arquivado em comportamento, Relacionamento, Sexo

Irmãos criam a Calce GG para oferecer calçados para mulheres com pés gordinhos



Por Renata Poskus Vaz

Há dois anos, após presenciar a dificuldade da mãe em encontrar sapatos adequados ao formato do seu pé gordinho, Marcelo Breidenbach e a irmã Janaína criaram a Calce GG.

Engana-se quem pensa que fabricar calçados maiores é fácil. “Só existiam formas para sapatos em tamanho padrão e necessitávamos de formas com mais largura e mais altura”, afirma Marcelo.

Marcelo e Janaína foram às ruas, pesquisaram nas ruas, com lojistas, fornecedores e consumidores finais sobre os produtos que pretendiam lançar. Eles descobriram que muitas clientes entravam nas lojas dispostas a comprar qualquer sapato que servisse em seus pés gordinhos. “Essas clientes não procuravam por um determinado modelo que viram em anúncios ou revistas. Elas queriam qualquer modelo que lhes calçasse sem apertar!”, declara Marcelo.

No desenvolvimento de suas coleções, a Calce GG, que pretende expandir negócios no mercado paulistano, elaborou calçados para conferir sustentabilidade, conforto, sem prejudicar a circulação sangüínea.

34 Comentários

Arquivado em Moda e estilo

A Odisséia no SPA Saison continua – Saiba o que Renata e Andrea aprontaram por lá no terceiro dia

 

Por Andrea Boschim

Acordei sozinha hoje. “O quê? O telefone não tocou?” foi o que me perguntei. Corri para o relógio e já eram quase 08h. Ou seja, perdemos a caminhada matinal no parque novamente! Que meleca!! Deu 08h e nosso telefone tocou. “Agora? Agora já perdi a caminhada!” Nos arrumamos e fomos nos pesar… Mistério novamente! Só posso dizer que minha perda foi maior do que a da Re, porque naturalmente, eu tenho que perder mais peso que ela, então acaba sendo mais fácil para mim! Mas a nutricionista nos disse que ela está perdendo acima do que o SPA espera, e isso é bom!

Como não fomos caminhar no parque fizemos aula de hidrocaminhada. Eu e a Re tentamos enrolar o professor, negociar uma aula mais curta, não teve jeito! Tivemos que sofrer por 45 minutos na piscina dando voltas a favor e contra o fluxo de água, chutando , pulando, andando de ré… Aula bem puxada, e quando eu falo sofrer é só porque nosso sobrenome é SEDENTARISMO, e nossos músculos estão sendo bem exigidos nesses dias, claro que estamos sentindo, mas se pudéssemos ficar aqui mais tempo com certeza ficaríamos craques em todas as modalidades de aula do SPA.

É muito interessante perceber como cada parte do nosso corpo está respondendo aos exercícios, ver que estamos visivelmente menos inchadas, que a pele está melhorando, que estamos dando conta de fazer as aulas!

Depois da hidrocaminhada, fomos direto para a hidroginástica, e lá se foram mais 45 min de atividade física puxada. Nem acreditei que conseguimos fazer 02 atividades aeróbicas seguida, então depois disso fomos para o sol tentar tirar o bronzeado de escritório.

Almoçamos, e ficamos descansando nas redes! Pode parecer pouca atividade, mas para quem não está acostumada a fazer nada, associado à uma dieta de baixa caloria, isso é um baita progresso! Sem contar que a Renata nem teve uma crise de abstinência por causa da falta de Coca Cola no sangue, e ela nem lançou mão da versão “zero” para disfarçar!

De tarde eu fiz só hidroginástica… Meu corpo está todo dolorido! A Re optou por tirar um belo cochilo e só aparece na academia no final da tarde para fazer uma hora de esteira.

Hoje na cidade vai ter um desfile numa balada, e embora seja muito convidativo sair do SPA para conhecer a moda local, nosso cansaço físico nos impediu  de ir. Ficamos no quarto assistindo Globo Repórter, e como estávamos sem internet, acabamos indo dormir cedo!

Conheça o Spa Saison, clique aqui.

 

2 Comentários

Arquivado em Beleza, Mulherão Viaja, Saúde

Confira os mulherões que estarão conosco no dia 18 (domingo) assistindo a peça Gorda, no teatro Procópio Ferreira:

Fabi Rezende

Aurea Lima

Tati Fernandes

Lilian Prado

As ganhadoras e mais meninas que queiram assistir a peça conosco devem entrar em contato com Renata (11) 7744-6626

8 Comentários

Arquivado em Artistas

Por Eduardo Soares

Raramente uma pessoa assume ser influenciada por algo ou alguma coisa. Talvez essa afirmação soe como fraqueza de personalidade ou algo equivalente. Mas se tem algo que influencia a todos nós (sim, todo mundo já teve alguma inspiração por causa dela) é a bendita televisão. E tal fenômeno, se é que podemos chamá-lo assim, ocorre nos quatro cantos do Planeta e em todas as camadas sociais. Ou você pensa que copiar modismos é coisa genuinamente brasileira?

Recentemente na China uma senhorita desocupada e mal amada resolveu agradar o namorado, que já estava querendo pular a cerca. A chinesinha de 28 aninhos queria simplesmente ficar com o rosto idêntico ao da atriz Jessica Alba, acatando um fetiche do namorado já que este por sua vez era fã fervoroso da atriz americana e o namoro dos dois estava em maus lençóis.

Noves fora esse exemplo de tenho-muito-dinheiro-mas-não-sei-o-que-fazer-com-ele, não são raros os casos de pessoas que simplesmente abominam seus traços genéticos para cometerem verdadeiras loucuras nos corpos. Alguém consegue entender os pedidos estéticos mirabolantes da Ângela Bismarchi? Sem muito rodeios, mas a mulher recorreu até a cirurgia plástica intima para reconstruir o hímen! Depois de 42 cirurgias plásticas alguém duvida que ela vá parar por aí? Daqui a pouco ela vai estar a cara do Espantalho, inimigo principal do próximo filme do Batman.

Falando em Batman logo o pensamento vem no Coringa, um dos maiores vilões que o cinema já viu. Pois bem, não forcem a mente: qual personalidade brasileira, cujo auge ocorreu em meados dos anos 80, rebolativa que só ela, ficou a cara (literalmente) do arquirrival do Homem Morcego depois de algumas mal sucedidas cirurgias plásticas?

Imagino que a idéia inicial de quem pretende “esticar a pele” seja ganhar alguns anos, esteticamente falando. Mas em certos casos o efeito é justamente o contrário. A pessoa consegue a proeza de ficar mais velha/feia do que antes da operação.

Gretchen

Mag Ryan

Mickey Rourke

Por outro lado não se iludam e nem invejem aquela famosa que está lindíssima na capa da revista. Nem sempre as coisas são como pensamos, meninas. Afinal, na ausência do bisturi temos o Dr. Photoshop para tapear nossos olhos e (principalmente no caso de vocês) alimentar a vontade da leitora de querer ser igualzinha a musa da foto.

Madonna – aos 51 anos (foto esq) e com 35 (Dr. Photoshop)

Suzana Viera – com 20 anos (Dr. Photoshop) e aos 69 anos (muito conservada,por sinal)

Já disse isso no ultimo texto e vou repetir agora. Brecar o fator tempo é algo que reside na cabeça das pessoas não é de hoje. Se você tem vontade e recursos para realizar uma plástica, siga em frente mas acima de tudo pesquise sobre todo e qualquer tipo de informações referentes o medico cirurgião escolhido pois além do dinheiro gasto (que não é pouco) você estará investindo no seu corpo, na sua imagem.

E fica a dica: não cometam exageros em nome da vaidade sem limites. No fundo creio que nossa estética seja semelhante a dos carros: cada um de uma forma, todos diferentes mas sempre com charme próprio. Agora se tem gente que consegue transformar uma Ferrari conversível num Fusquinha mal acabado e acha que está tudo bem, aí é questão de cinto. Não de segurança e sim de força, junto com a camisa.

16 Comentários

Arquivado em Artistas, Beleza, comportamento, Uncategorized

Nossa excursão para assistir a Peça GORDA, com Fabiana Karla está de pé. Nos encontraremos no dia 18 (domingo) às 18h, em frente ao Teatro Procópio Ferreira, Rua Augusta – SP/ CAPITAL. Os ingressos, com desconto, saem por R$48.

SÓ QUE VOCÊ TAMBÉM PODE CONCORRER A 4 INGRESSOS PARA LEVAR ALGUÉM DE GRAÇA À PEÇA.

Para ganhar 1 ingresso válido para o dia 18, responda no espaço de comentários, abaixo:

“Pq mereço ganhar o ingresso para ver GORDA, com as amigas da Blog Mulherão?”.

O nome das 4 escolhidas será divulgado no sábado, aqui no Mulherão. Participem!


23 Comentários

Arquivado em Promoções

Por Keka Demétrio

Um dos grandes problemas de quem tem a autoestima baixa é dizer sempre sim para tudo e qualquer coisa.

Dizemos sim para a amiga que insiste em andar conosco porque sabe que nos sentimos tão pequenas que não somos ameaças a ela. Cuidado meninas, nem tudo o que parece, é. A partir do momento em que você acreditar que é páreo para qualquer mulher, nenhuma amiga interesseira vai ficar ao seu lado. E isso vai ser um grande sim na sua vida.

Dizemos sim para a profissão escolhida pelos nossos pais, que muita das vezes querem se realizar através de nós, e nesses casos podemos nos tornar arquitetos ao invés de turismólogos. Sim, um arquiteto que não soube planejar a própria vida.

Dizemos sim para aquele sexo casual que depois nos deixa com a horrível sensação de termos sido usadas, só porque nos sentimos tão mal amadas que parece que é uma graça alguém querer uma transa conosco. Acontece que fazer sexo, ou fazer amor, seja lá como você denomina quando resolve ter intimidades com alguém, é algo que tem que ter mais que tesão, química ou pegada, tem que ter respeito, principalmente por si mesmo.

Dizemos sim para o pretinho básico porque já disseram que mulherões só ficam bem se a cor for esta. Porém, nada pode nos impedir de vestir um longo vermelho, pois é nele que nos sentimos lindas, desejáveis, e muito mais mulher.

Dizemos sim para o espelho que insiste em nos mostrar uma pessoa feia, desarrumada, mal cuidada, depressiva, de mal coma a vida e opaca, sem viço, sem brilho. Acontece que ele reflete como você se vê, como você se porta, e se sente. E garanto que enquanto você não passar a dizer sim para si mesmo e não para os outros, ele continuará refletindo um ser humano que apenas existe. E já dizia o grande dramaturgo e poeta irlandês Oscar Wilde: Viver é a coisa mais rara do mundo. A maioria das pessoas apenas existe. Assim será você, eu ou qualquer outra pessoa que morre de medo de dizer sim para os próprios sonhos.

É que quanto mais dizemos sim para o que nos deixa insatisfeitos, mais nos afundamos em um mundo, pior, em uma vida que não é a nossa. Passamos a viver em função dos desejos dos outros e vamos colocando os nossos em um cantinho escuro, sem ventilação e sol, deixando o tempo passar e com ele as possibilidades de termos realmente vivido.

Então, quando é que você vai passar a dizer não?

80 Comentários

Arquivado em comportamento, Para Refletir, Relacionamento

Por Ana Paula Menezes

O NAAFA – sigla em inglês para Associação Nacional para Aceitação Avançada dos Gordos – vai dar uma bolsa de estudos no valor de mil dólares para um estudante de moda que se propuser a se especializar em moda plus size. O ganhador do prêmio vai se apresentar em agosto deste ano num Fashion Show promovido pelo NAAFA. As inscrições vão até dia primeiro de junho. O estudante precisa comprovar que está cursando Moda, mandar três desenhos de moda grande e escrever uma dissertação explicando sua motivação e interesse e porque você deveria participar do projeto. O endereço para saber mais detalhes é este aqui. Particularmente eu acho este tipo de iniciativa brilhante, porque desperta o interesse dos estudantes e os olhares do público para a indústria de moda plus size, o que significa sempre mais oferta de roupas legais por vir. E você, o que acha?

8 Comentários

Arquivado em Curiosidades, O que rola por aí

Por Renata Poskus Vaz

Uma das coisas mais gostosas do mundo é o troca-troca. Ops, não pensem besteirinhas picantes, hein?! Estou falando de trocar algo que não usamos mais com tanta freqüência por algo usado, mas conservado e que você sempre quis.

Na infância, eu colecionava figurinhas e papéis de carta e sempre trocava os excedentes com minhas coleguinhas de infância. Hoje, troco com minha irmã presentes que recebemos de parentes. Se ela ganha um creme corporal chiquérrimo de morango e eu um de pêra,  agradecemos, dizemos que adoramos, mas quando chegamos em casa, trocamos. Eu uso o dela e ela usa o meu e, assim, todas ficamos felizinhas da silva.

No caso de moda, por exemplo, há os bazares de troca como o criado por Litha Bachi, do Blog Manual Prático da Gordinha, que acontecerá em Porto Alegre no dia 24 de abril. No I Bazar de troca GG, vale trocar qualquer roupa a partir do manequim 44. E quem pensa que as magrinhas foram colocadas de lado está muito enganado! Elas podem participar trocando bolsas, sapatos e acessórios.

Eu, pessoalmente, que sou fresca e metida, não conseguiria usar a roupa usada de uma pessoa estranha. É um vício meu. Não consigo nem mesmo comprar livros em sebos, para se ter idéia do meu nível de transtorno obsessivo compulsivo. Entretanto, uso numa boa roupas usadas de parentes e amigas. Então, se você é nojentona como eu, pode reunir as amigas e trocar roupas só com elas. Ou então, participe de bazares de troca maiores. É uma forma de economizar um $$$ e renovar o guarda-roupa.

12 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Por Dani Lima

Todas vocês sabem que o que eu sei falar de verdade, é sobre moda. Dou meus pitacos em tudo e ai de quem diga que eles estão errados hahah Porém, ultimamente algumas meninas tem vindo aqui no blog e expressado um desejo de ver não só a parte de moda, como também na área da beleza [maquiagem, cuidado com pele, unhas, cabelos e afins…]

Eu digo de antemão que não sou cabeleireira, maquiadora, manicure… sou uma amadora em tudo issomas ao mesmo tempo, amo tanto e mexo tanto com isso no meu dia-a-dia, que não vejo problema algum em passar algumas informações para vocês. Não seriam informações técnicas, claro, mas posso falar da minha relação com os produtos, indicar coisas que eu comprei, usei e  gostei… e por aí vai. Fora que eu também podia tentar conseguir entrevistas, quem sabe, com um pessoal que dê dicas bacanas sobre esses assuntos… legal, né?

Vocês acham legal? Aprovam a idéia? Sempre gosto de perguntar, porquê para todas nós aqui no blog, o interesse de vocês é muito importante… até porquê, escrevemos pra vocês. Caso vocês odeiem o que a gente escreva, passa a não fazer mais sentido, né? rs

E nessa vibe, aproveitei pra fazer mais um vídeo óóóóóotemo, daquele jeitinho que só eu sei fazer hahahaha… falando sobre os produtos que uso pra cuidar das minhas cutículas, aproveitando o embalo da minha participação lá no blog Mão Feita.

Aguardamos as opiniões e as críticas de vocês, e  eu, em especial, espero que as críticas negativas não me arranquem o couro hauhahau

E a minha cara parada nesse caption tá a melhor coisa da minha vida hahauhauha

62 Comentários

Arquivado em Beleza