Ponto G

 

 Por Madame Juju

Sabe aquele dia que você reúne as amigas e começa todo aquele papo de mulher? Aí falamos de: bolsas, sapatos, viagens, homens, comidas, relacionamentos, etc… Pois é, num desses dias, alguém disse: – “Ponto G não existe! Eu não sou frígida, mas eu fico procurando, tentando achar e não sei onde fica!!!” – logo, eu pensei: Tema pro Post!!! E lá fui eu procurar informação, que divido aqui com vocês!

Então, mulheres, não se desesperem!

O ponto G pode não existir – é o que afirma uma pesquisa realizada no King’s College em Londres. Ufa!!!

Acredito que não exista um mapa do ponto G, e com certeza, existem pessoas que se frustram procurando algo que talvez nunca encontrem. De acordo com pesquisa, quase metade das pessoas testadas não encontraram o tal pontinho. (achei interessante o estudo ser feito, também, com gemêas identicas por possuírem a mesma constituição genética, e a resposta ser diferente da esperada. Ou seja, uma tem e a outra não.)

É fato também que as pessoas são diferentes e sentem prazer em àreas diferentes, há quem seja mais sensível ao toque no clitóris, há quem prefira o estímulo da penetração (onde encontramos as tais glândulas, ou o tal emaranhado de nervos que fica atrás do clitóris). Há quem ainda não descobriu o que gosta e como gosta. Eu citei o ponto G no post sobre ejaculação feminina  assim com um ar … duvidoso… (e se for o ponto G que provoca o squirt, estimulá-lo nem é tão interessante assim -minha humilde opinião) – é bom lembrar também que não existe estudo científico que prove a existência do ponto G.

De qualquer forma, ouvi uma expressão e concordo com ela: O ponto G está na cabeça!  Temos que estar relaxadas, felizes e curtindo o momento, se estivermos encanadas, preocupadas em chegar ao orgasmo ou pensando na “morte da bezerra”, com certeza não estaremos aproveitando como deveríamos.

 Sites interessantes, fontes desse post:

Wikipedia, ponto G e Banco de Saúde.

16 Comentários

Arquivado em Sexo

16 Respostas para “Ponto G

  1. Eu acho que existem os pontos A, B, C, D, …, Z. Um ponto só é nos resumir muito.
    bjks
    Mel

    • Mel,

      com certeza…

      Eu acredito que o ponto G foi inventado quase que por fins comerciais…

      Como eu disse, se ponto G é o que eu acho que é, nem é tudo aquilo que pregam, e se não for, então não tenho!

      xox

      Mme. Juju

  2. Cynthia

    Mel disse tudo!!! Temos um alfabeto de pontos e talvez o tal G seja mesmo na cabeça! kkkk…
    Cheiro!

  3. Boa noite meninas!!!

    Piadinhas a parte, mas já me disseram que existe realmente o ponto G… ao final da palavra SHOPPING…ahahahahaha….

    Beijo mineiro pra todo mundo!!!

    :O)

  4. Lenyza Lucas

    Theresa,

    Esse ponto G aí é meu ponto fraco….hahahahahaha

  5. Maria Olivar

    Adoro os textos de MJ e a forma como ela fala de sexualidade e sensualidade. E lamento muito o boicote que fazem a ela.
    Gordinhas, nós somos as maiores fontes de preconceitos para com nós mesmas.
    Sexo é bom e falar sobre ele de uma forma saudável, como a Juju faz, também.
    Felicidades!

    • Maria,

      Obrigada! Eu tento mostrar o que existe por aí de uma forma não agressiva, ou “chocante” , mas que seja de alguma forma esclarecedora. Não sei de tudo, mas procuro saber, quando curiosa ou indagada. Fico muito feliz quando recebo um feed back positivo desses.

      xox

      Mme. Juju

  6. christianedecastro

    O ponto G fica no meio da nossa imaginação!!!

  7. elenveronicacarvalho

    Adoro vc Juju rs

  8. Jessica

    Concordo plenamente com a Maria Olivar, sempre fui muito encanada com essa questão de “estar fora dos padrões sexys”, depois que me descobri ou melhor que aceitei muito coisa mudou, concordo que esse tal de ponto G é puro marketing, o negocio é relaxar e enfim … rsrsrrs

    Beijos

  9. Karina Abe

    Juju…Realmente querida, creio que o ponto G , colocou na cabeça de muitas mulheres , dúvidas enquanto ao clímax perfeito…..
    Mas sabe de uma coisa, amadinhas, nós os mulherões deste século, que fazemos do nosso corpo o PONTO …seja ele G , A, B,C , não importa….
    O importante , é nos tocarmos e deixarmos ser tocadas e somente assim poderemos descobrir o nosso ponto….Beijinhos orientais Ká

  10. Marcos Fabiano

    “Eu encontrei o ponto g da minha esposa” -na parte de dentro da camisa dela rsrs!-

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s