Arquivo do mês: setembro 2010

Aposente a camiseta furada e o short manchado de água sanitária

Por Renata Poskus Vaz

Hey, você aí. Vai dizer que nunca usou para dormir uma camiseta de propaganda eleitoral e um shorts furado e manchado de água sanitária?

Pare já com isso! Mesmo que não goste de super produções para dormir, compre alguns pijaminhas de algodão, confortáveis e gostosos. Os modelos abaixo são da Anna Joana. Vende via internet para todo o Brasil. Veja só:

5 Comentários

Arquivado em Moda e estilo

Princesas da Disney tamanho GG

Por Renata Poskus Vaz

Colaboração: Andrea Delgado

A revista Criativa mostrou, em seu site, as obras de arte de Aly Bellissimo que reproduziu princesas da Disney em uma versão rechonchuda. Vejam que gracinha:

 

65 Comentários

Arquivado em Artistas, Curiosidades, O que rola por aí

Promessa “plus size” em Hollywood

Por Renata Poskus Vaz

Hayley é filha de David Hasselhoff (da série SOS Malibu – Baywatch, estão lembradas?) e de uma modelo plus size. A garota de 17 anos também atuou como modelo e agora se prepara para viver em um seriado norte-americano uma gordinha que não se aceita. Diferente de sua personagem, Hayley disse em uma entrevista que ama suas curvas.

“Eu amo meu corpo. Gosto de cores vivas e estampas florais”. E deu uma dica preciosa para as gordinhas: “Para ser elegante não se dev expor exageradamente o corpo. Se as suas pernas estiverem à mostra, não use uma blusa muito decotada, fica feio”, esclarece a adolescente.

4 Comentários

Arquivado em Artistas, Moda e estilo

Há algo errado no Reino da Dinamarca

Por Eduardo Soares

Como você reage diante de um elogio? Dependendo de quem for o autor das belas palavras, é certo afirmar que o ego fica massageado. Qual mulher não gosta de ouvir um singelo “como você está linda” ou até o provocante “você está cada vez mais gostosa”? E quando o marido/namorado abre a boca para soltar tais palavras, todo mundo sai ganhando: ele, por ser um admirador explicito da parceira e ela por sentir-se tão valiosa quanto a última cocada do balaio numa feira do Pelourinho. 

Estamos num espaço destinado a um público específico (mulherões de beleza deslumbrante), logo vou usá-las como exemplo. Tem dias em que a mulher se considera o ser mais feio do mundo. Chega a ser engraçado: nesse período , ela dorme como uma Cinderela e acorda se achando a Fiona! Se fosse possível ninguém poderia vê-la. Coisas de hormônios em ebulição, Eduardo! dirão vocês. Eu entendo, aliás, procuro entender.

Tem homem que merece medalha por bravura desmedida. Numa atitude audaciosa, diria até quase suicida, desafiando seu humor a essa altura quase glacial, seu parceiro surge para colocar álcool na fogueira enfurecida da sua TPM! Não era o dia para ele aparecer, pensariam algumas. Já era, ele está na sua frente e vai permanecer lá enquanto não soltar a frase mágica “meu amor, pare de bobeira. Você sempre foi e sempre será  linda!” Fúria? Mau humor? Acabou tudo. Nocaute. Golpe certeiro, direto de direita no queixo da TPM!

Está tudo muito bom, tudo muito bem se não contássemos com algo perigoso: os elogios! Sim, eles podem ser danosos. Tem mulher que fica cega e surda diante de meia dúzia de palavras elogiosas. Situação: você é um mulherão fascinante e acima de tudo consciente, sabe que precisa controlar o peso afinal cuidar da saúde nunca é demais. Porém o danado do parceiro fica dizendo para você engordar “só mais um pouquinho” ou que ele a conheceu um tantinho mais fofinha. Aí a bobilda, insegura que só ela, vai e cede aos encantos e pedidos do sujeito com medo de não ser mais atraente aos olhos dele. Só que o Língua de Veludo Doce está marombando a carcaça todo santo dia. Adaptando uma frase teatral para a situação, podemos dizer que há algo errado no Reino da Dinamarca. Se ele pode, por qual motivo, razão ou circunstancia você não? Que egoísmo barato é esse? Ou também seria uma insegurança camuflada? Vai que o namoro termina, você vai ficar triste, sem eira nem beira, desamparada e sentindo-se um Dragão-de-komodo, mesmo estando a léguas de ser como um.

Amor é algo raro e pelo visto não é o sentimento maior do casal citado. Quem gosta, se preocupa. Quer ver o outro sempre bem. Não interessa se eu a conheci mais fofinha no passado. Posso ter meu gosto ponto de vista diferente do seu, afinal ninguém aqui é capacho sem opinião. Posso manter minha linha de pensamento e preferência. Posso realmente achá-la mais atraente antes do que agora, só que antes eu conhecia e fiquei encantado apenas pela estética e hoje eu admiro, além do visual, seu jeito de ser, caráter, procuro lidar com os defeitos e enalteço as qualidades.  Por isso existe o tempo: para que possamos conhecer melhor quem está do nosso lado e para que possamos admirar principalmente a beleza que existe dentro de cada um de nós. Afinal, de que adianta ser escultura linda de gelo se existe frieza e vazio por dentro? 

29 Comentários

Arquivado em comportamento, Para Refletir, Preconceito, Relacionamento

Procurando vestidos de festa para gordinha? Inspire-se nos modelos usados por Queen Latifah

Por Renata Poskus Vaz

O fim de ano está aí. E com ele, festas de formatura, casamentos e mais uma porção de confraternizações que exigem um visual black tie. Para inspirar àquelas que desejam entregar à uma costureira a tarefa de confeccionar o modelo de vestido de festa dos sonhos, vamos mostrar algumas sugestões usadas pela cantora e atriz Queen Latifah.

E aí, qual o seu modelito predileto?

25 Comentários

Arquivado em Moda e estilo, Vestido de festa para gordinhas

Aproveitando o embalo…

Por Dani Lima

… vamos falar mais sobre cabelos? 🙂

Neste último domingo (12/09) encontrei uma matéria chamada “Lindo, leve e curtíssimo“, no Canal Extra, do Jornal Extra (RJ). Falava sobre os cortes assimétricos e volumosos que dão toda a praticidade e leveza necessária nos tempos de muito calor que se aproximam, já que estamos na portinha da Primavera!

Separei essa foto da matéria pra compartihar com quem não teve a oportunidade de ler o jornal e pra contar pra vocês que eu morreria pra ter coragem de deixar o meu cabelo igual ao da Sheron Menezes ou o novo corte da Taíz Araujo, rs

REPRODUÇÃO: Revista Canal Extra, Jornal Extra RJ – 12/09/2010

Os curtos definitivamente estão na cabeça do mundo… até a Anne Hathaway aderiu e causou todo um babado, gritaria e confusão porque né… o povo não se conformou dela abrir mão do cabelão liso e bapho de sempre!

REPRODUÇÃO: Just Jared.com

Eu achei maravilhoso o cabelo da Anne e baseada na idéia dos curtinhos que vão dominar o mundo (ou no mínimo, o verão) separei algumas idéias pra quem está de hora marcada no salão 😉

REPRODUÇÃO: Cabelos & Cia Abril/2010

Amo o cabelão comprido, embora sempre tenha matido o meu curto, por ser mais prático (e eu ser ligeiramente preguiçosa hahaha), fora que ele demora muito pra crescer, e sempre está na hora de tirar “um dedinho” no comprimento, pra dar forçaaí já viu, né? Mas fora a minha escolha ao curto, acredito que praticidade seja fundamental no calor, né? Então quem tem um crescimento bacana, acho que deve abrir mão de uns centímetrozinhos! 😉

Sem contar que a a aposta do verão 2011 são os cortes “retromodernos”, ou seja, cortes antigos com aquela repaginada, dando uma cara super atual à um clássico! É o que acontece com o corte carrè, alguém lembra dele?

REPRODUÇÃO: Cabelos & Cia Abril/2010

No corte certo, ele se adequa a repaginada que você quiser, podendo ter uma cara moderníssima se matido em pontas desconexas e de tom sobre tom, com tonalidades intercaladas, sabem?

Só tenho a dizer que a Rê acertou de mão cheia quando abriu mão das madeixas calminhas e se jogou num corte/coloração novos.

E você? Vai dar uma mudada no visual pro Verão? Acho que tá na minha vez de marcar uma horinha com o David hahaha 😉

13 Comentários

Arquivado em Beleza

O retorno de David: cabeleireiro mostra como um simples repicado pode rejuvenecer uma gordinha

Por Renata Poskus Vaz

Vocês pensavam que o nosso cabeleireiro David saiu de cena? Que nada! A odisséia de repaginar o visual das gordinhas não acabou. Após passar, sem dó, a tesoura em minhas cabeleireira, ele não deixou por menos e cortou também o de Sueli Belfort, modelo plus size.

Meninas, eu adoro cabelo longo. Mas quando ele está sem corte passa a sensação de desleixo. A Sueli percebeu que precisava dar um jeitinho nisso. Olha como ela estava antes:

Depois, alguns centímetros mais curto e com um repicado na lateral, olha como ela ficou mais jovem e bonita:

E aí, meninas, sentiram a diferença?

Gostaram da nossa foto-novela? Vamos preparar mais transformações para vocês. Aguardem!

15 Comentários

Arquivado em Beleza, Cabelo, Moda e estilo, Modelo GG

Você e seus looks estilosos na Semana de Moda da revista Tpm!

Por Dani Lima


Montar looks sempre é uma coisa bacanérrima, né?! Eu pelo menos fico pensando seriamente em qual roupa vou vestir, com qual acessório… o sapato e até mesmo o make que vou fazer, tipo… um dia antes! hahaha

Mais legal que isso, só poder mostrar esses looks por aí, num lugar bem bacana, concordam? E essa é a oportunidade que o site da revista Tpm está oferecendo pra leitoras comuns, moças como nós! 🙂

No site, tem uma seção chamada Semana de Moda, onde eles estão aceitando a participação das leitoras com fotos de seus respectivos looks do dia; é feita uma seleção e a leitora mais estilosa de cada mês é publicada nesta seção e ainda leva 6 meses de assinatura da revista Tpm di grátis! Querem mais do que isso? Tá ótimo, ein?! 😉

Pra participar não tem erro, sigam os seguintes passos:

  • Registre por 7 dias os seus looks, pode ser de manhã antes de sair de casa, em frente ao trabalho, à tarde. Escolha o melhor momento. O importante é que tenha uma luz que dê para ver bem a sua roupa e que você esteja em pé;
  • Para mostrar os detalhes: anel, colarzinho, lenço (se quiser), vale tirar mais de uma foto do mesmo look;
  • Mande as suas fotos para o email triponline@trip.com.br. As imagens devem ter 800 x 600 pixels e 72dpi
  • Descreva brevemente por que você escolheu aquela roupa e coloque os créditos (a marca, onde você comprou ou de quem você ganhou, se lembrar, claro!)
  • Aí é só aguardar o contato do pessoal da revista para saber se foi a escolhida!

O bacana é que eles se preocupam unicamente com o estilo; não querem saber se tá gordinha, magrinha, negra ou branca demais. Tem estilo, tá dentro! Eles tem esse espírito de liberdade em relação a estes pré-conceitos e nós adoramos isso 🙂

Pra quem quiser se inspirar e ver mais ou menos como funciona o babado, dêem uma olhada na página da Semana de Moda e façam um giro pelas páginas, visitando as semanas anteriores… tipo o estilo da Jaque Amaral e da Sheila.

Eu adorei e vou amar se uma leitora do Mulherão for escolhida! Vamos participar, né meninas? 🙂

Além da oportunidade da Tpm, vocês já sabem, né? Podem enviar seus looks por email (blogmulherao@hotmail.com) aqui pro Mulherão (temos a vontade de resgatar o Mulherão Loosho o que acham?) e também pro email (mdemulher.abril@atleitor.com.br) do Blog da Milu, parceiro nosso que também faz posts especiais com os looks das leitoras!

3 Comentários

Arquivado em Moda e estilo

Eu te amo!

Por Keka Demétrio

Banalizaram o “Eu te amo!”. Sim, dizer eu te amo virou frase feita na boca das pessoas. Dizem eu te amo a torto e a direita sem se importarem com o real significado dessas três palavrinhas que de tão importantes que são possuem o poder de modificar pensamentos, atitudes, vidas. Dizer eu te amo é até certo ponto fácil, complexo mesmo é viver o amor, esse sentimento sem lógica que nos dá a consciência do que verdadeiramente somos e existimos.

O sujeito diz que te ama, que você é a mulher da vida dele, age como quem realmente ama, e você, calejada pelo passado, fica reticente, desconfiada e não leva muito a sério. As amigas dizem que voc é uma boba e que está deixando escapar um homem maravilhoso, e mais, ainda dizem que se você não o quiser pode passar o gato que qualquer uma ficará muito feliz com o dito cujo.

Você pensa, repensa, pesa os prós e os contras, resolve esquecer as mágoas que o “eu te amo” já lhe causou e resolve se entregar de novo. Abaixa a guarda e resolve deixar o coração bater descompassado. A vontade de estar com ele se faz frequente, e até a velha cara de apaixonada você não faz mais questão de esconder, suspirando sempre que se lembra do lindo. Aliás, tudo isso é muito lindo, até que o principe encantado, sem te avisar,  resolve dizer eu te amo para outra.

Então você fica se perguntando onde é que foi parar o amor que lhe era devotado ao se lembrar da inúmeras vezes em que ouviu eu te amo e quero você pra sempre na minha vida. É, parece que o principe que faltava adivinhar seus desejos mais ocultos teve um lapso sentimental e esqueceu tudo o que dizia a você assim que surge a oportunidade de soletrar as três palvrinhas mágicas a outra mulher, que surgiu não se sabe de onde  e nem quando, e volta a ser um belo exemplar de anfíbio.

Antoine de Saint-Exupéry, na obra O Pequeno Principe, diz que nos tornamos eternamente responsáveis por aquilo que cativamos, portanto, não saia distribuindo eu te amo como quem distribui sorrisos, porque ao contrário de um sorriso, que é sempre bem vindo e afaga a alma, o eu te amo da boca pra fora pode machucar a alma.

Quando crianças brincamos de casinha, pique-pega, amarelinha, bandeirinha, até de médico a gente brinca. Isso tudo é saudável e nos ensina a viver em sociedade. E a gente pode e deve brincar de muitas coisas na vida, inclusive de ser feliz, o que é um exercício fantástico, o que a gente não pode, de jeito nenhum, em momento algum, é brincar com os sentimentos e a vida das pessoas. E dizer eu te amo, sem realmente amar, é mesmo uma brincadeira de péssimo gosto.

48 Comentários

Arquivado em comportamento, Para Refletir, Preconceito, Relacionamento

Crise dos 30

Por Eduardo Soares

Adoramos falar a respeito dos famosos e temidos complexos femininos, mas a turma masculina também tem (e muito) deste mesmo mal. Digo mais: somos (ou ficamos) chatos pra dedéu quando demonstramos nosso “momento complexildo” de ser. Vou usar a vaidade como exemplo. Definição em moda nos últimos tempos, metrosexual define aquele sujeito que era chamado antigamente de “bem vestido” ou “bem cuidado”. Bem, alguns marmanjos surtam com tal rótulo e assim saem por aí mais enfeitados do que periquito comendo cereja.

**** **** **** **** ****

Na noite anterior o casal tivera momentos extremamente agradáveis. Tempo chuvoso sugere reclusão domiliciar com direito a pipoca & Ajinomoto (não usem em excesso, pois esse treco viciante é sal alterado e bombado) ao lado, sorvete a tira colo e filmes na telinha. Mas nosso casal protagonista fugiu do obvio: passearam pela orla (admirar a fúria do mar com ressaca não tem preço), degustaram pizza com vinho e por fim estiveram na casa de amigos para papear deliciosamente sobre o nada, enquanto desfrutavam um festival de fondues. O dia passou rápido, como geralmente acontece quando estamos bem acompanhados. Por isso tudo, assim que chegou em casa a mulher mandou um torpedo para o amado: Nosso dia foi maravilhoso. Amei. E vc está lindo com esse cavanhaque cada vez mais grisalho.

Certas expressões causam impactos poderosos, dignos de bomba atômica. O CADA VEZ MAIS deixou o cara em pânico. Era uma da manhã quando ele ligou para a namorada:

– Eu sabia! Algo ia dar errado, estava escrito! Pela manhã tive um prenúncio. Caiu uma bela manga na minha cabeça, Ju!

– Antes manga do que jaca…

– Depois, fui comprar aquele buquê para você. Coloquei o pé fora da floricultura quando a chuva caiu sem pena!

Antes chuva do que ventania. Imagine  se um pé-de-vento te pegasse na rua! Meu buque seria entregue totalmente careca! A chuva deixou a cor das flores mais intensa.

– E agora você diz que estou CADA VEZ MAIS grisalho! Tô me sentindo o Papai Noel depois do SPA!

Espirituosa a mulher manteve o humor a cada resposta dada. Ela já conhecia o complexo de idade do namorado e sabia lidar com isso numa boa. Mas ele não. No ano passado nasceram os primeiros fiapos de cabelos brancos no cavanhaque de Jorge. O recém trintão achou aquilo o máximo, ao ponto de tirar foto com direito a super zoom e seta indicando o local grisalho. Como aquilo era novidade, ele costumava fazer uma espécie de atualização dos novos fios brancos na primeira semana de cada mês.  E isso era quase uma apresentação circense. Contorcionismo, para ser mais claro. Jorge caçava os “novos amigos” em toda parte da cabeça, até mesmo dentro das narinas. Sua contabilidade visualizou dez cabelos brancos logo na primeira conferência. Nessa quantidade ele dizia que era charme. Com vinte, se se auto intitulava o “sujeito vivido”. Com 30, começara a coçar o queixo tamanha preocupação. Com quarenta, bateu o desespero: estava ficando velho mesmo!  E a matemática parou por aí. Não queria nem imaginar a possibilidade de ter cinqüenta ou mais nem em sonho!

No dia seguinte,  o celular de Julia tocou meia hora antes do despertador. Era Jorge, ainda em estado de choque com a declaração da namorada.

– Ju, vou comprar tinta loira, estava querendo mudar mesmo o visual e queria sua ajud….

– Pode parar, Jorge – disse ela, interrompendo, já possessa de raiva com a frescutite aguda dele – Toma vergonha na cara! Vai pintar o cavanhaque de loiro? Compra aquele amarelo Cindy Lauper e coloca uma peruca rosa! Homem com TPM é uma droga!

– TPM? – perguntou um assustado Jorge.

– É, Tensão Pentelhante Masculina! E olha que você não fica dolorido e inchado todo mês!

– Mas, querida, daqui a pouco vou parecer o Richard Gere com George Clooney! E sou novo para isso..

– Coloca uma coisa na cabeça! Você não é George Clooney ou Richard Gere! Você é JORGE RICARDO, charmoso e grisalho! Se eu fosse você cuidaria dessa sua barriguinha de chopp, porque essa sim, está ficando feia!

Ju acordara na TPM e ele estava na TPM definida por ela. Mistura complicada. Jorge ficou o dia todo se olhando no espelho, num misto de narcisismo com Complexo de Cid Moreira. Caiu a noite e a mulher foi para a casa dele. Pegou pesado na bronca, queria pedir desculpas.  Chegando lá ficou surpresa: trinta latinhas intactas de cerveja estavam do lado de fora, destinadas ao lixo. Meia luz na sala, fondue e vinho na mesa. Pretty Woman como fundo musical (tema de Uma Linda Mulher) e O amor não tem regras (filme com George Clooney) rolando na TV silenciosa. Surge Jorge, com a barba pintada de branco, bem arrumado e sorridente que só ele:

– Você é mulher de sorte! Hoje estou me sentindo um poço sem fundo de charme infinito!

(*) Baseado em fatos reais. E bota reais nisso…

13 Comentários

Arquivado em comportamento, Para Refletir, Relacionamento