Arquivo do mês: dezembro 2011

Feliz 2011, feliz 2012!

Por Renata Poskus Vaz

E não é que o ano de 2011 que eu tanto temia passou? (se você não leu o meu texto sobre o reveillon de 2011, leia aqui). Muitas coisas aconteceram neste último ano e que só reforçaram o que eu já desconfiava: Deus me ama muito e jamais, jamais mesmo me abandona. Ok, isso está parecendo mais um texto repleto de clichês de passagem de ano, mas não posso deixar de exteriorizar as minhas realizações e quanto sou grata por elas.

No fim de 2010, minha ex-sócia comunicou seu interesse em deixar a organização do FWPS – Fashion Weekend Plus Size. Embora eu tenha idealizado e tornado conhecidos, sozinha, o Blog Mulherão e o Dia de Modelo, não me imaginava tocando, solitária, um evento de grande porte. Além do que, o FWPS tinha sido um sonho conjunto, um filho. Por meses tentei convencer minha ex-sócia a desistir desse nosso “divórcio” empresarial, mas foi em vão.

Obvio que pensei em desistir. No fundo, me achava incapaz de realizá-lo sozinha. Pensava: “não sou tão competente, tão inteligente e tão empreendedora como eu imaginava”. Só que essas divagações pessimistas passaram rápido, muito rápido. Recebi apoio de onde menos esperava. Meu pai, que há um bom tempo não me ajudava em nada relacionado ao FWPS pois, segundo ele, não compactuava com algumas decisões e associações minhas profissionais, não me deixou desistir. “Você vai fazer ao menos uma edição sozinha, nem que seja a última. Você é capaz.” disse meu pai. E foi após escutar essa frase que decidi prosseguir com o Evento.

Com muito trabalho, fiz da terceira edição um grande sucesso. Obviamente que seria um caminho natural, com ou sem sócia, que a terceira edição fosse superior em qualidade do que a primeira. Mas eu recebi muita, muita ajuda de gente que eu jamais esperava. Nem posso citar nomes aqui, pois certamente estarei sendo injusta com alguém. Jamais imaginei que eu era tão amada!

Conquistei importantes apoios e patrocínios que fizeram essa superioridade se tornar mais evidente, de uma edição para a outra. A atriz Fabiana Karla, por exemplo, após escutar meu desabafo sobre a dificuldade em realizar essa terceira edição, sozinha, se predispôs a me ajudar. Veio, por conta própria, do Rio de Janeiro, prestigiar o FWPS. E, graças a ela, alcançamos uma repercussão que jamais ousaríamos sonhar.

O local do evento melhorou e, pela primeira vez, não escutei nenhuma reclamação de clientes. Muito pelo contrário, elogiaram meu progresso e profissionalismo. Deixar de desfilar foi a mais importante decisão que tomei. Com isso, consegui reconquistar o respeito e admiração das minhas modelos, pois eu não estava mais lá para dividir com elas a atenção alheia, estava lá para projetá-las e apoiá-las.

Já na quarta edição do evento, que aconteceu em julho, contei com a participação de uma nova sócia, minha assessora Ana Cristina, que já atendeu importantes empresas como Hering, Del Rio, Canatiba e eventos, como o Encontro da Moda. Hoje sei que posso fazer sucesso sozinha, mas que com a ajuda e profissionalismo da Ana, posso também me dedicar a outros projetos pessoais, como a Loja Mulherão, que lançamos no final de 2011 e que, graças a Deus, já é um sucesso.

A audiência do Blog aumentou consideravelmente e o Dia de Modelo que em 2010 recebia cerca de 9 a 10 participantes por edição, agora reúne cerca de 15 a 18. Um sucesso! Ah, e não posso deixar de agradecer as modelos que me ajudaram nessa empreitada em 2011: Silvia Neves, Katiuscia Barros, Fabiana Camilo, Bianca Raya e Mayara Russi. E a nossa equipe querida que complementa um time de sucesso: Hilton Costa, David Kapper, Renata Albaneja, Jovianny Sierasck, Valéria Porto, Nathy Arias, Fernanda Avila e a fofa da minha irmãzinha Barbara Poskus, que são sempre muito atenciosos com os meus mulherões.

E o que falar dos melhores amigos do mundo, Edu, Dani e Keka? Sem comentários!

Como nem tudo são flores, o meu 2011 também teve algumas situações desagradáveis, sobretudo com investidas anti-profissionais de um grupo restrito de pessoas. Atitudes que tentaram me atingir profissionalmente bem como a minha honra.

Fui orientada por meu advogado Marcelo Passiani a documentar todas essas iniciativas. Afinal, algumas pessoas precisam entender que a lei não protege covardes que agem por trás de uma tela de computador ou que se utilizam de fofoquinhas para denegrir a imagem alheia.

Mas tudo isso é pequeno demais se comparado com as inúmeras pessoas que conheci ou que já conhecia e que se reaproximaram de mim em 2011, a saúde com que gozamos todo esse ano, a felicidade da minha família e dos meus amigos próximos. E a alegria e paixão com que desfruto esse meu novo namoro.

Deus fez de mim uma pessoa abençoada. E em 2012 eu prometo que vou dividir com vocês, no Blog Mulherão, todas as minhas conquistas. Pois sou uma pessoa a bençoada que sabe que trabalho sempre vem antes do sucesso. E quem muito trabalha, sempre conquista o que almeja.

Feliz 2011, feliz 2012!

19 Comentários

Arquivado em comportamento, Curiosidades, Para Refletir

365 dias espetaculares!

Por Eduardo Soares

No último dia do ano passado deixei aqui o texto “2011 motivos para você ser feliz” onde comentei a respeito de um filme romântico que sempre mexeu comigo, e olha que não sou fã dessas películas tipo “mamão com açúcar”.  Antes de começar a escrever o texto que você lê agora, dei uma rápida lida no antigo. Gostei do seguinte trecho:taí, coloquei na cabeça que quero vivenciar um belo romance no próximo ano. Se não acontecer, beleza. Desânimo é uma palavra não habitante do meu dicionário. Mas pelo menos irei tentar. E o mesmo vigor deve ser a tônica para os demais objetivos.

A cada frase (em tom de bate papo quase confidencial), analisei a retrospectiva daquele ano e de lambuja fiz a revisão deste que está para terminar. Destaquei outro trecho: tenho inúmeras idéias em mente para o ano que vem(…) prometi a mim mesmo que irei fazer uma escala de prioridades para começar a agir. Não quero ter a sensação do “minha vida passou e agora é tarde demais”. O peso da idade pode ser empecilho para algo? Talvez, mas imagine se no primeiro obstáculo encontrado nós desistíssemos com medo de um suposto fracasso futuro? Quero dividir com vocês neste espaço as conquistas obtidas nos próximos 365 dias. E quero ver as suas também.

Promessa é dívida. Naquele momento, o foco principal das situações que deveriam mudar para 2011, por inúmeras razões, era a troca de trabalho. Quando olho para trás, acho graça daquela época onde eu ralava pouco, adorava cruzar a Ponte todo santo dia para caminhar naquela cidade (Niterói) e o nível de estresse beirava o zero. Em contrapartida, a rotina angustiante fez com que meu descontentamento atingisse o 100%. Hoje, o nível de trabalho/correria/estresse/falta de tempo/responsabilidade está sete vezes maior que o tal emprego no ano passado. Mas pelo menos atingi o objetivo número um da lista de prioridades elaborada em 31/12/2011.

Pode ser um pensamento maluco meu mas acredito que dificilmente atravessamos uma fase de plenitude/harmonia completa. Digo isso pois no meu caso mesmo com a tal conquista profissional, o lado familiar não anda bem faz tempo. E infelizmente as perspectivas estão longe da plenitude. O que devo fazer? Viver. É isso, friamente assim? Calma, vivo/viverei sem esquecer as atribulações (cuja solução nem sempre depende exclusivamente da gente), sem esquecer de oferecer ajuda (vai recusar? Ok, mas nunca sabemos o dia de amanhã, o mundo dá voltas…), enfim, minha dica é relativamente simples: viva sua vida, tenha mais e mais objetivos, transpira sangue para conseguir realizar a maioria deles mas nunca perca a humildade e sempre esteja disposto a ajudar as pessoas que gostam de ti.

Ah, aprenda a lidar com os planos (ainda) não realizados. O tal “coloquei na cabeça que quero vivenciar um belo romance no próximo ano” não aconteceu em 2011. Será que fui amaldiçoado ou sou indigno de obter tal conquista? Espero que não para as duas perguntas. Começo a crer no bendito clichê “cada coisa acontece no tempo certo”. Bom, preciso colocar na cabeça alguma teoria útil que explique a razão de certos acontecimentos continuarem apenas na teoria. Sem devaneios ou utopias e refletindo única e exclusivamente com a razão, se não aconteceu ainda é porque falta algo: maturidade, sabedoria, conquista da Mega Sena acumulada, sei lá. E isso serve para tudo, não apenas no quesito sentimental. Já andei incrédulo quanto ao porquê do ineditismo de algumas situações na minha vida, mas depois de certa idade se eu for caminhar pro lado do negativismo, meu futuro será tão próspero quanto sobreviver sem máscara numa tempestade de areia no deserto do Saara.

E quer saber? Não vou desejar “Feliz 2012” pra ninguém, isso é muito mecânico! Espero, sim, que você FAÇA POR ONDE TER 365 dias espetaculares, repletos de aprendizados, maturidade, superação, persistência, sabedoria e por consequência, realizações. E aí minha cara/meu querido, caso você tenha posse desse kit, aquele blábláblá infinito de “desejo sucesso, prosperidade, êxito, tudo de bom” estará nas suas mãos, no seu caminho e no seu futuro por muitos anos novos.Mesmo sabendo que determinadas realizações nem sempre depende exclusivamente da gente. Mas saiba que NINGUÉM, a não ser você, é o responsável pela pavimentação (ou má conservação) da sua estrada. Ou seja, seu sucesso nunca terá como alicerce possíveis desculpas esfarrapadas, muito pelo contrário. Nenhuma conquista tem sabor de garapa. Se fosse assim, que graça teria saborear a vitória?

A propósito (já diria o colunista ogro-mala-sem-alça deste espaço):Quero dividir com vocês neste espaço as conquistas obtidas nos próximos 365 dias. E quero ver as suas também.Sendo assim, aceito convite para as próximas formaturas, viagens, casamentos, batizados, churrascos, comemorações no geral. Vocês merecem (e eu também).

9 Comentários

Arquivado em comportamento, Para Refletir, Relacionamento

O resgate

Por Keka Demétrio

E lá se vai 2011. Foram 8.760 horas que a vida nos ofereceu para fazermos o que quiséssemos, e a maioria esmagadora de nós não fez tudo o que tinha para ser feito, quando fizemos não realizamos com a sabedoria necessária, e por isto, em muitos instantes, titubeamos, tropeçamos, caímos, mas nos levantamos e seguimos em frente como tem que ser.

2011 foi um ano totalmente atípico em minha vida. Ano de descobertas e resgates. Descobri a Angélica que completa a Keka e vice versa. Descobri que o amor em sua plenitude resgata vidas e que só ele é o verdadeiro caminho que leva à totalidade do tudo que é Deus. Descobri mais força interior que eu supunha possuir, e com o amor de algumas pessoas muito especiais, e a quem serei eternamente grata, estou aprendendo a me entregar cada vez mais à fé, a me educar, a trabalhar defeitos e acreditar cada vez mais nas minhas qualidades e na minha capacidade de transformação.

Sempre tive um relacionamento de muito amor com Jesus, porém este ano foi diferente. De alguns meses pra cá alguma coisa começou a mudar dentro de mim, e ao me sentir confusa por não entender o que estava acontecendo, muitas vezes chorei sozinha sentindo alguma coisa “esguelar” no meu interior em uma linguagem que me era desconhecida. Mas Deus age de maneira surpreendente e alguns fatos como, por exemplo, eu largar o cigarro de um dia para o outro, depois de 25 anos de vício, e não sentir a menor falta, as pessoas que tem entrado em minha vida me auxiliando na descoberta de uma nova forma de viver, e vocês, sempre tão queridos e amorosos comigo, me fazendo melhor e maior a cada dia com essa troca de energia fantástica, me fizeram entender que aquela relação que eu mantinha com Ele e seu Filho era muito pouco e que estava na hora de estreitarmos os laços. Ele me queria mais por perto. Então, bastou que eu deixasse Jesus me resgatar, para descobrir que Deus sempre esteve presente em minha vida, mas que sentir a presença D’ele, arrepiando os pêlos, marejando os olhos e acelerando o coração é uma sensação indescritível. Aliás, gosto muito de senti-lo quando o vento balança os meus cabelos e a paz toma minha alma.

Essa sensação de prazer quando a gente sente Deus fez vir à tona sonhos que estavam escondidinhos e que hoje sei ser perfeitamente capaz de realizar, trabalhando para que se concretizem, mas na certeza de que Ele está no comando e que o gran finale será no tempo D’ele e não no meu. Eu apenas oro, peço direção e tento fazer a minha parte.

Sei que poderia estar contando e comentando um monte de coisas maravilhosas que aconteceram este ano, mas em meu coração veio a vontade de compartilhar com vocês essa minha nova forma de pensar, de agir, porque sei que ficarão felizes por mim, assim como me realizo com as histórias de superação de cada um de vocês.

Então, que venha 2012. Cheio de esperança, fé, risadas, suspiros, taquicardias de amor e prosperidade. Que jamais peçamos para Deus nos livrar dos problemas, mas que possamos estar em sintonia com Ele para que sejamos conduzidos a resolver todos com sabedoria, sabendo aumentar assim a crença de que tudo podemos Naquele que nos fortalece.

Tenho certeza que vai dar tudo certo, que coisas maravilhosas acontecem o tempo todo, pois Deus quer sempre o melhor para cada um de nós, e assim, vamos dando Graças por todas as bênçãos que virão em alusão à pureza dos pássaros que louvam o dia com suas melodias mesmo antes de o sol nascer.

Feliz, mas feliz mesmo, 2012!!!

 

25 Comentários

Arquivado em comportamento, Para Refletir, Relacionamento

Mulherão entrevista: Bruna Luísa Gonçales, modelo plus size

Por Renata Poskus Vaz

Bruna Luisa Gonçales, 23 anos, integra o seleto casting de modelos plus size da agência de modelos Ford. Ela nasceu  em Cornélio Procópio, mas morou em Londrina dos 40 dias de vida até os seus 22 anos. Agora, reside em São Paulo com seu namorido, o atleta Rafael Silva, que já conquistou muitas medalhas mundo a fora no Judô. Bruna também é atleta e, entre um casting e outro para catálogos de modelos plus size, além das aulas de interpretação no Estúdio Fátima Toledo, também mata a saudade dos tatames.

Ela tem 1m81 de altura, 94 Kg, 97 cm de busto, 86 cm de cintura e 115 cm de quadril. Usa manequim 46.

Mulherão: Quando decidiu ser modelo plus size?

Bruna: Sempre adorei fotos, composições, poses e olhares e por mais que minhas tias e primas me incentivassem a emagrecer, eu não achava viavel entrar no “padrão” das modelos. Fui atleta de judô por 15 anos e também devido a isso tenho uma estrutura corporal grande. Quando soube que existiam meninas lindas que usavam o mesmo manequim que eu  e eram modelos, pensei comigo ” Por que não tentar?!”.

Mulherão: Quais as dificuldades que encontrou no início da carreira?
Bruna: Para mim foi difícil compreender de imediato que as coisas não acontecem da noite para o dia. As conquistas são gradativas e paciência nesta profissão é a palavra de ordem!
Mulherão: Como foi integrar o casting da Ford?
Bruna: A Ford é uma agência que sempre admirei, mesmo quando eu ainda não era modelo. Quando fiz o teste e fui convidada a integrar o casting deles, fiquei extremamente contente. É muito bom ter alguém que admiramos acreditando em nosso trabalho.
Mulherão: Para quais grifes já fotografou?
Bruna: Gina Campos, Rery, Divas Couture, Marcia Morais….
Mulherão: Como foi desfilar no Fashion Weekend Plus Size?
Bruna Gonçales: Foi meu primeiro desfile e vou lembrar pra sempre dele. Adorei desfilar, conhecer outras modelos plus sizes e fazer contato com ótimas grifes. Foram muitas novidades em um único dia, mas consegui absorver e aprender bastante. O evento é super organizado, estruturado e feito com muito carinho. A  próxima edição já está quase chegando e estamos ansiosos para ver o que vem dessa vez!
Mulherão: Você traça metas para sua carreira? Quais os próximos passos que pretende seguir?
Bruna: Acredito que metas são importantes em qualquer situação. É muito difícil perfazer um caminho sem uma referência. Tenho minhas metas, mas no momento estou me importando mais com a viagem em si do que com o destino final.
Mulherão: Dá para viver só como modelo plus siz eno Brasil? Segue outra profissão?
Bruna: Bom, é a minha profissão. Não sigo nenhuma outra atividade remunerada. O cenário plus size está em ascensão e eu acredito nele!

24 Comentários

Arquivado em Entrevistas, Modelo GG, Uncategorized

Testei e aprovei: Linha nivea sun com proteção TOP

Por Renata Poskus Vaz

Olá, mulherões! Estou preparando minha necessaire com alguns produtos de mulherzinha para a viagem de ano novo. Vou para a praia e a minha maior preocupação, sem dúvida, é com a pele. Sou nível 10 da branquelice e não bronzeio de jeito nenhum, então, o item número 1 das minhas compras é o bloqueador solar.

Meu preferido erao Sundown. Usei-o desde a mais tenra idade. Lembro-me que minha avó materna me bezuntava de Sundown fator 8 na praia achando que estava arrasando na proteção. E sabe que associado à camiseta, guarda-sol e boné, até ajudava? Acho que os raios solares, há mais de 20 anos, não formavam essa grelha cósmica de hoje.  Quando fiquei adulta e passei a comprar meu próprio protetor, usava o fator 15 ou 20, no máximo, pois queria pegar uma corzinha. Beirando os 30 anos e querendo fugir das rugas e marcas de expressão, investi também no protetor com fator 30.

Porém, o Sundown ficou muito caro, então, procurei uma marca que o substituisse e que eu sentisse segurança. Testei Cenoura e Bronze e não gostei. Acho que por puro preconceito, porque tinha uma tia-avó chata que vivia economizando em coisas que não deveria, como por exemplo, protetor solar, e vivia com manchas bizarras de sol na pele. O protetor predileto dela era o Cenoura e Bronze, super baratinho. Para compensar, eu usava o dobro de protetor em mim, com isso, a economia acabava saindo cara pois o protetor durava menos do que os de outras marcas.

Minha terceira tentativa foi com o Avon Sun. Não é ruim, mas também não me agradou tanto, parece que dura menos na pele. Além do que, você tem que encomendá-lo com uma consultora da Avon, não tem a pronta entrega e pode demorar a chegar.

A quarta e bem sucedida tentativa com protetores solares foi com o Nivea Sun.  Antigamente ele era muito grosso, difícil de espalhar e, com isso, não rendia muito. Agora, existe uma nova fórmula, a Light Felling que espalha e é absorvida mais facilmente. E o cheirinho é muito bom também! Comprei duas versões, com FPS 30 e FPS 15.

E para completar a linha, comprei também (vou testá-los na praia e depois conto para vocês o que achei):

NIVEA Lip Care SUN FPS 30: ajuda a evitar o ressecamento, rachaduras e aparecimento de rugas prematuras ocasionadas pelo sol. Possui fórmula de alta proteção contra queimaduras solares, com FPS 30 e vitamina E, que mantém a estrutura natural da pele. Custa, em média, R$10.

NIVEA SUN Loção Hidratante Pós-Sol –   restaura a perda de umidade e prolongam o efeito bronzeado na pele. Com textura leve e suave, favorece a rápida absorção. Custa em média R$13.

9 Comentários

Arquivado em Testei e aprovei, Uncategorized

Conheça 5 modelos da próxima edição do Fashion Weekend Plus Size

Por Renata Poskus Vaz

A quinta edição do FWPS – Fashion Weekend Plus Size já está se aproximando. Acontece nos dias 11 e 12 de fevereiro e vai reunir cerca de 20 grifes GG de todo o País especializadas em moda festa, lingerie, jeans e moda casual. Para anunciar a proximidade do evento, a organização do FWPS (e estou nessa, já que juntamente com Ana Cristina Souza sou uma das dirigentes desse evento phynoo).

Vamos conhecer as cinco modelos?

Cléo Fernandes, 24 anos

Considerada por muitos a modelo Plus Size revelação de 2011, a goiana começou a carreira por incentivo da mãe. Ela diz que foi essencial para entrar de cabeça no mundo da moda o contato com modelos Plus Size profissionais,  por meio das redes sociais da internet, pois todas se encantaram com o charme e a beleza da jovem, formada em Educação Física. Sua carreira deslanchou após desfilar no ‘FWPS Verão 2012’, quando começou a fazer catálogos para grifes de todo o Brasil. O sonho de Cléo, que veste manequim 48, é realizar trabalhos no exterior, mas está feliz com o rumo de sua carreira no Brasil: “Trabalhar como modelo e receber elogios ainda é algo surreal para mim. Amo o que faço, estou feliz e meu conceito de beleza mudou”, declara a jovem que sofreu de distúrbios alimentares dos 11 aos 17 anos e agora esbanja autoestima.

Géssica Carneiro, 21 anos

 A morena de olhos azuis ainda não realizou nenhum trabalho como modelo, mas já ostenta a faixa de “Miss Plus Size Carioca2011”. Ao se inscrever no concurso, não tinha grandes pretensões, mas após receber o apoio da família e do namorado, Géssica, que nunca havia pisado em uma passarela, conquistou os jurados do concurso com sua beleza e simpatia, deixando para trás 38 candidatas. A Miss moraem Cabo Frio(RJ) e está ansiosa para sua estreia como modelo no “FWPS Inverno 2012”: “Estou muito feliz com esta oportunidade, espero realizar um bom trabalho e seguir carreira dentro do segmento’, afirma a estudante de enfermagem que usa manequim 48.

Márcia Saad, 38 anos 

O olhar angelical emoldurado por longos cabelos loiros faz sucesso nos mais variados catálogos de moda Plus Size. Em catálogos de modernas grifes de jeanswear ou de roupas mais clássicas, o resultado do trabalho de Márcia é sempre impecável. Porém, no começo, esta paulistana ficou em dúvida se a carreira realmente iria deslanchar: “Achava que não teria muito espaço no mercado por causa da minha idade, mas aconteceu justamente o oposto: muitas grifes se identificaram com o meu perfil”, explica a modelo que também é professora de Educação Infantil e tem dois filhos adolescentes que sempre incentivam a carreira da mãe.

Silvia Neves, 37 anos 

Um dos rostos mais conhecidos da moda Plus Size do país, a morena de Belo Horizonte (MG) é requisitada por grifes de todo o país que vão da moda casual a lingerie. Silvia deu vida à “Milu”, personagem da Revista AnaMaria que oferece dicas de moda para mulheres acima do peso. A carreira da mineira começou ao participar do “Dia de Modelo”, organizado pelo “Blog Mulherão”: “Sempre quis ser modelo mas nunca atingi o manequim necessário para entrar no mercado convencional. Até que comecei a divulgar as fotos realizadas no “Dia de Modelo” e, desde então, não parei mais de trabalhar”, conta Silvia, que concilia a carreira de modelo com a de cantora lírica e servidora pública: “Depois que me tornei modelo aprendi a valorizar minha beleza e minha feminilidade. É gratificante quando meninas gordinhas dizem que eu as inspiro”, declara.

Tainá Fuzaro, 21 anos

A ruivinha que promete ser a revelação do “FWPS Inverno 2012” mora em Americana (SP) e começou a carreira de modelo incentivada por uma amiga que acompanha o segmento. Fez fotos, enviou para agências, mas não obteve muitas oportunidades, até que, em outubro de 2011, foi convidada para fotografar em um calendário com mulheres Plus Size. A jovem, formadaem Tecnologia Têxtil, está batalhando para conseguir seu espaço no mundo da moda GG: “Vejo que as grifes preferem mulheres mais velhas, mas com a expansão do mercado acredito que rostos mais joviais como o meu também serão requisitados”, explica Tainá

 

Ficha técnica Fotos divulgação ‘FWPS Inverno 2012’

Fotógrafo: Hilton Costa

Produção: Ludmila Batista

Maquiagem: Renata Albaneja

Cabelo: Sonia Albaneja

Direção: Renata Poskus Vaz

 

 

 

Serviço:

 

Fashion Weekend Plus Size Inverno 2012

Data: 11 e 12.02.2011 (sábado e domingo)

Desfiles: a partir das 15 horas

 Salão de Negócios: a partir de 14h

Local: Centro de Convenções Frei Caneca

Endereço: Rua Frei Caneca, 569, 4º andar – Consolação

São Paulo – SP

Classificação: Livre

 

37 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Já comprou a sua blusa branca de reveillon?

Por Renata Poskus Vaz

Olá, garotas! Já compraram as suas blusas brancas para passar o reveillon? Na Loja Mulherão há 3 opções de modelos da Lunender:

1. Blusa com detalhe de renda nas costas e no colo: R$51. Veja aqui.

2. Regata com detalhe em paeté: preço sob consulta: contato@lojamulherao.com.br

3. BlusaFluvia  manga morcego. R$65. Veja aqui.

1 comentário

Arquivado em Uncategorized