O jejum do espelho

Por Renata Poskus Vaz

Você ficaria um mês ou até um ano sem se olhar no espelho, para recuperar sua autoestima? Esse é o tema de uma matéria do Jornal Fala Brasil da Rede Record, que deve ir ao ar amanhã por volta das 8h30 e que conta sobre algumas blogueiras americanas que fizeram o jejum do espelho. Elas pararam de se olhar no espelho por longos períodos e repassam essa técnica para suas leitoras, já que consideram que o hábito de monitorar a aparência no espelho seja uma mania doentia, que deva ser evitada.

Durante a entrevista para o Jornal Fala Brasil, eu disse justamente o contrário do que defendiam as blogueiras americanas. Se não gostamos de nossa imagem, fugir do espelho ajudaria esse resgate do amor próprio? Creio que não. O que é determinante não é o fato de se olhar ou não no espelho, mas a forma como você se enxerga. Estamos acostumados a valorizar nossos defeitos e acabamos deixando nossas qualidades em segundo plano. Eu, por exemplo, ao invés de prestar atenção no meu narizinho de tucano, agora valorizo meus lindos olhos amendoados. Todo mundo tem qualidades únicas, basta valorizá-las.

 Isso me lembra a Terapia do Espelho que a Keka ensinou aqui no Blog (recorde aqui). Você se olha para o espelho e repete: “ai, como sou linda! Ai, que gostosa!”. E por aí vai. E isso não é mentir para si mesma já que, lá no fundo, por mais que negue, você sabe que é merecedora de todos esses elogios.

 O bacana não é fugir do que te deprime, mas tentar enxergá-lo de outra forma, mesmo que seja para seu corpo, aquele que você renega. Óbvio que não é do dia para a noite que uma pessoa que não se gosta passará a se valorizar e a amar a própria imagem refletida no espelho. Isso leva tempo. É como um namoro. Primeiro você se olha, de longe, com uma certa desconfiança. Aí presta atenção em suas qualidades. Observa o que tem de único, um charme, um detalhe que ninguém mais no mundo tem. Aí você percebe que é diferente, mas que ser diferente pode ser um tanto quanto especial. E é neste exato momento que você se apaixonará por si mesma.

 Hoje, morro de amores pelo que vejo todos os dias no meu espelho.

25 Comentários

Arquivado em comportamento

25 Respostas para “O jejum do espelho

  1. Adorei o post e sua resposta à terapia… Aliás a versão de terapia com a Keka é bem melhor, como não olhar o que se ama?

  2. Tania

    madrastas da branca de neve?

  3. Bia Neves

    Comigo é justamente o contrário, preciso do espelho todos os dias para não me perder na imagem destrutiva que tenho de mim mesma. O espelho me ajuda, e me mostra que sou muito melhor que o auto-retrato que construí dentro de mim ao longo dos anos, depois de muitas humilhações de algumas pessoas. Só através do espelho consigo ver o que ainda tem de bom em mim e me convencer que sou linda mesmo com todos os meus defeitos!

  4. TININHA BHERING

    POXA AINDA MAIS EU QUE ADORO UM ESPELHO… FICAR SEM OLHAR NELE? E COMO FICA MINHAS PRODUÇÕES DO DIA A DIA? ADORO ME ARRUMAR!!! 😉

  5. Eu concordo contigo Rê! Fugir do espelho seria uma forma de abstrair sua própria imagem. A gente tem que se acostumar com o que somos e aceitando os defeitos se amar. Não é assim com desconhecidos? As vezes de primeira a gente nem vai com a cara, depois conhece, gosta e até se apaixona!
    O espelho tem que ser visto como aliado e não como inimigo!
    Beijos

  6. selma

    Parabéns Renata pela reportagem,vc ajuda muito com seus comentátios

  7. Débora

    vi ela pela tv e vim olhar o site e.e

  8. Roberta Souza

    Acabei de descobrir o blog pela reportagem.. concordo com tudo q vc disse.. A gente tem q se amar em primeiro lugar.. Parabéns pelo seu trabalho… virei sua fã.. 🙂

  9. silvani vicente da hora

    Oi,bom dia…sou gordinha,ate faço tratamento pra melhorar a estima,confesso,hj amanheci mal,olhei no espelho,me vi gorda do msm jeito…q tristesa,liguei a tv e la estava vc,gordinha e linda,com estima laem cima,na hora falei essa moça ta falando comigo…estou melhor agora,vou acompanhar i blog,e levanta a cabeça, fui olhar no espelho e não vi aquela feiosa q vi quando levantei…q otimo. Obg.

  10. hj cedo vi a reportagem sobre vc,e acredite,ainda bem que não se tornou uma bailarina magérrima,pois vc é uma fofinha maravilha! parabéns!

  11. Não ficaria sem o espelho de jeito nenhum!!! Tenho até dentro da minha carteira e na gaveta do meu criado!

  12. silvani vicente da hora

    Nossa jamais pensei q fosse ser respondida…obg pela atenção,estou copiando modelos de roupas q vi aqui. Posso? Estou indo agora mesmo comprar tecido,quero jma saia mullet,depois q estiver pronta te mando por e-mail,se vc quizer ver,claro. Bjs. Obg de novo tô feliz demais…uhu.

  13. E quem consegue esse jejum? Me olho no espelho mil vezes no dia ¬¬’

  14. Adriana Lucena

    Sem espelho??? Deus me salve desse castigo! Minha casa é cheia de espelhos, de todos os tipos e tamanhos, de corpo inteiro, só rosto, um bem grande em frente a cama … e ainda outro dentro do box, acreditam? Amo tomar banho me olhando… Quando estamos de bem com o espelho a vida é muito mais doce e reflete em como os outros nos veem. Eu acredito nisso!

  15. keny

    Acabei de conhecer o MULHERÃO pelo jornal da tv.
    Concordo plenamente com vc,
    agora admiro e valoriso muito mais meu sorriso e meus olhos do que meu Nariz e algumas espinhas que n consigo esconder ou alquela pequena papadinha.
    🙂
    sou gordinha . . . . e as gordinhas tbm são Lindas, Sexy e estilozas !

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s