Gordas que não gostam de ser chamadas de gordas

gordinha

Foto: mulher de 30

Por Renata Poskus Vaz

A palavra gorda, que tanto me assustava quando eu ainda lutava para ter um corpo magro, hoje faz parte do meu vocabulário. Antes, eu tinha pavor de ser chamada de assim. Era a morte. Ofendia mesmo, de fazer meus olhos lacrimejarem em questão de segundos.

Em 2009 fiz um texto exatamente sobre isso. Para ler, clique aqui. Na época, eu disse que a palavra gordo, em latim, significava grotesco e estúpido e mulherões como nós não merecíamos ser chamadas de tal forma.

Enquanto o tempo passava, fui convivendo com mulheres bem mais gordas do que eu e que pouco se importavam quando eram chamadas assim. Muito pelo contrário, elas mesmas se auto-intitulavam gordas. Era um tal de gorda pra cá, gorda prá lá, que virou música para meus ouvidos. Fui percebendo que a palavra gorda tem poder ofensivo porque nós damos essa carga negativa para ela.

Gorda é uma palavra. Só isso. E comecei a usá-la. Quanto mais me referia a mim mesma como gorda, menos as pessoas me chamavam assim. Parece psicologia reversa. Quando você deixa de se incomodar, ninguém mais te chama desta forma. No entanto, esqueci que o poder negativo da palavra havia desaparecido para mim, mas que isso não significa que o restante do mundo também teria que, de uma hora para a outra, achar super bacana ser chamado de gordo.

Há alguns meses, conversando com um amigo que estava acima do peso, chamei-o de gordo. Calma, não partiu de mim com a intenção de ser uma ofensa e estava inserido em um contexto. Recordo que estávamos falando sobre nossas novas amizades e ele comentou que estava malhando muito, porque seus novos amigos eram todos sarados. Diante disso, ele sentia essa necessidade de se sentir inserido na galera se esforçando para adquirir músculos. Eu, então disse: “Amigo, mas você sempre foi gordo. Não vá se esforçar demais, pois este é o seu biotipo”. Meu Deus! A casa caiu. Vi uma amizade de anos acabando ali. Falei demais. Ele se ofendeu, disse que só porque não ligo de ser chamada de gorda que não tinha o direito de chamá-lo assim. E nunca mais nos falamos. Óbvio que achei um exagero por parte dele, mas tenho certeza que se fosse comigo, há uns 6, 7 anos, eu teria agido da mesma forma. Também me sentiria ofendida.

 Porém, embora tenha sofrido com a distância do amigo, eu não havia aprendido a lição. Semana passada, na academia, batendo papo com uma colega de turma com o corpo bem parecido com o meu, discutíamos se era possível ou não perder peso com a aula de hidroginástica. Então, eu disse: “ah, acho que nós que somos gordas conseguimos perder um pouco de peso sim”.  Gente, o rostinho lindo e sorridente da minha colega se transformou no semblante mais triste que vi nos últimos tempos. Vi na cara dela o quanto a magoei falando que era gorda. De repente, ela nem se considera como uma mulher gorda e o fato de eu me colocar no rolo, não diminuía a sensação ruim que ela estava sentindo. Sensação essa que eu conferi com minha indelicadeza. Pedi desculpas, mas desculpas não apagam palavras proferidas.

Dia desses, na Fan Page do Blog Mulherão no Facebook, houve reação parecida por parte de uma leitora, que pediu que eu parasse de usar a palavra gorda e usasse “fofinha”. Claro que não farei isso, mas achei curioso o pedido. Ainda tem gente, aliás, muita gente, que se ofende com isso.

Cheguei à conclusão que não podemos pressupor que as pessoas tenham o mesmo grau de autoestima do que nós, ou mesmo que tenham autoestima, que sejam obrigadas ou que gostem de se autodenominar como gordas. Tudo o que é forçado, imposto, não é natural.

Continuarei, é claro, me referindo às mulheres gordas como gordas em minhas redes sociais, de forma genérica, pois aqui é meu espaço para me expressar e me recuso a usar palavras no diminutivo, como fofinha, redondinha, gordinha… Diminutivos me reduzem e não combinam com um mulherão como eu.

No entanto, lá fora, no mundo real, tomarei mais cuidado para não ofender ninguém. Que eles são gordos eles são. Mas como diz minha amiga Keka Demétrio, “a verdade não é uma pedra, para sairmos atirando nos outros, machucando-os”. Então, vamos deixar que descubram sozinhos que ser gordo não é defeito.

48 Comentários

Arquivado em Bullying Nunca Mais, comportamento, Curiosidades

48 Respostas para “Gordas que não gostam de ser chamadas de gordas

  1. Mari

    Muito bem colocado! Há 6 anos atrás, quando fiquei grávida da minha primeira filha, eu pesava 63kg distribuídos em 1,67 de altura e vivia dizendo que estava gorda. Durante a gravidez ocorreu uma situação que me magoou muito. Eu estava com 83kg( sim, eu engordei 20 kg durante a gravidez !) e ao entrar no elevador do shopping uma menina de aproximadamente 6 ou 7 anos de idade disse em alto e bom som para mãe e quem mais estivesse no elevador a seguinte frase: MÃE!!! ELA É GORDA! Eu passei horas chorando. O que a menina havia dito não era mentira, mas talvez o fato de que eu estava grávida tenha me deixado ainda mais decepcionada. O mais engraçado é que o meu marido lembrou disse ontem, rs, justamente porque hoje os comentários não me incomodam mais e eu não sinto nenhuma dor em dizer que eu sou gorda ou em aceitar que alguém me diga isso, afinal, é a verdade. Mas tenho que admitir que você e o blog colaboraram 100% para minha auto estima.
    Continue com o seu trabalho, pois ele é muito importante e assim como me ajudou a aceitar a minha forma física, ainda vai ajudar muitas meninas!
    Beijos e Sucesso!

    • Renata Poskus

      Mari, para essa criancinha olhar espantada para você e avisar a mãe que você era gorda, é porque, no mínimo, a mãe dela deve o dia inteiro ficar falando de dietas, do quanto teme ficar gorda etc. Isso passa para as crianças. Ela certamente não teve maldade, a intenção de te ferir. Apenas adotou o comportamento gordofóbico da mãe. Medo, literalmente, de gente gorda. O problema está na mãe dela e não em você, acredite.
      Fico feliz em saber que te ajudei de alguma forma a se aceitar. Muito obrigada por ler meus textos!

      Um beijão

  2. Adorei o post! Realmente eu não consigo entender como as pessoas gordas ficam ofendidas ao serem chamadas de gordas! Assim como magro pode ser chamado de magro, não tem como se ofender… Chego acreditar que as pessoas tem medo daquilo que veêm no espelho! Penso como você, e vou falar que prefiro ser chamada de gorda do que fofinha, forte, gordinha. Galere, para de hipocrisia e vamos encarar a realidade!!!!

    • Renata Poskus

      A realidade para mim foi sofrível no comecinho. rsrsrs Pode ser por isso que a galera não se aceite. Mas é como injeção, tem que doer um pouquinho para só depois curar a doença, né? Uma picadinha só! rsrsr Beijos,

  3. Graziela Barros de Moura

    Como gorda que sou, amei o post ! Bjkaaaa

  4. Daniele Machado

    Da mesma forma que não acho que ser chamada de gorda seja um xingamento, me recuso a aceitar que ser chamada de magra seja um elogio. Somos como somos. Acho uma terrível hipocrisia me chamarem de forte, por exemplo. Quem está me chamando assim ñ mediu minha força, pra saber se sou forte!

    É tão bonito qdo nos aceitamos! E que sejamos felizes!

    Amei o post! E amo o seu blog!!!

    beijo enorme

  5. Sabe qual é o problema, quem sempre foi gordo desde pequeno como nós, sofreram muito com preconceitos desde a escola, e essa palavra foi muito usada para nos diminuir, nos ofender, e com isso muitas pessoas carregam essa palavra com magoa, e vem pesada, carregando todo o sofrimento que no passado ela causava. Muitas pessoas não conseguem desvincular isso e se ofendem mesmo. Outras não se importam, pq o que somos??? somos gordos, então, somos gordos kkk . e ponto .. bora ser feliz

  6. Paula Regina

    Renata, que post 10! É para ler, reler e distribuir sua crônica a todos os contatos (gordos ou não huahuahuah).

    Eu só queria que alguém me explicasse, cientificamente, qual a questão que difere gordo e fofinho? Gordinho valeria por suposto? Fofordo valeria também?
    Para mim isso é pior que não aceitar-se! É deixar explícito que sua condição morfológica te ofende muito (e por muiiito nisso!) e não falar a “palavra mágica” é uma espécie de escudo ou manto de invisibilidade.

    Uma pessoa não é deficiente visual, ela é “bengalinha”? Uma pessoa não é baixa, é “titiquinha”? Aaaa, me poupe.
    Adorei a entrevista, ontem, no Estudio I, da atriz Fabiana Karla que auto-denominou-se um cupcake =0D

    Realmente Renata, a sociedade não vai deixar de discriminar, rotular e chacotear com os gordos enquanto os gordos não se aceitarem… gordos!
    beijo grande.

  7. Jéssica Cristine

    Muito bacana esse texto, concordo que muitas pessoas não gostam e eu mesma já me incomodei com isso. Hoje, graças á Deus, sou tranquila referente a isso e eu com minhas amigas brincamos e falamos que somos gordas mesmo rs e levamos na boa pq é a realidade. Mas concordo que devemos cuidar ao falar com quem nao conhecemos direito referente a isso, mas acredito que está mudando esse conceito da palavra “GORDA ou GORDO” ser algo ruin, até mesmo quando querem me provocar falando assim eu acho engraçado pq sou gorda mesmo e muito gostosa. Brinco com meu namorado que é Chef de cozinha que tenho que me alimentar para manter meu corpo rs e sou feliz !!!

  8. Carol Fernandes

    Sua gorda!

    Isso ofende sim!
    Mas se a palavra está dentro de um contexto, como vc citou nos dois exemplos acima, vejo como verdade e como vc mesma disse contexto, ou seja, faz parte do que estão conversando. Isso, a meu ver, não é ofensivo não.

    Tem gente muito mole nessa vida, viu…

    Se referir à alguem como ponto de referencia como: aquele negão, aquela gorda lá, aquele baixinho careca…realmente não faz o menor sentido.

    Eu por exemplo quando fui nas lojas pernambucanas (como vc deu a dica em outro post) perguntei:
    -Tem roupa pra gorda aqui? Sorrindo…
    A vendedora disse:
    – Sim nós temos seu numero!

    Isso significa que eu sei que sou gorda, me chamo de gorda, mas em absoluto quero que alguem fale:
    – Oh pra gorda sim, venha comigo…Nossa você esta bem gorda mesmo, não sei se vai caber…

    Tem que haver CONTEXTO!

    • Renata Poskus

      kkkkk, te falaram isso na Pernambucanas? Olha só, é super desnecessário dizer isso. Quem é que disse que vc procurava roupas para vc? É como quando entramos em uma loja de magrinhas e escutamos, antes de pedir qualquer coisa, que lá não vende nosso número. Afinal, e se quisermos presentear alguém? Dureza, né?!

  9. Ana Paula Nunes

    Oi Rê, sabe lendo o seu texto de hoje, e é claro sempre leio todos, como já disse sou sua fã a anos, me identifiquei muito pois já passei por coisas parecida, a anos atras a palavra gorda soava como uma “agressão “….kkkk e não demorou muito fui pensando pois bem, como vou me denominar então? Uma pessoa com porte mais fortinho? Uma mulher com curvas grandiosas? Uma mulher volumosa ? Affff, chega vc é gorda, e pronto, e para meu espanto todas as vezes que estava conversando com alguém e tinha que dizer algo como, pessoas gorda como eu….Via no olhar das pessoas um que de espanto, perplexidade, já escutei como coisas do tipo como assim, vc se reduz dizendo essas coisas……..kkkkk Eu dizia, Pq o espanto eu sou GORDA, e isso pra mim não é defeito algum, as resposta sempre era não mas vc nem é tão gorda assim, não, ahhh táaa!… minha casa é cheia de espelhos e por falta de uma tenho duas balanças em casa, enfim nisso constatei que as pessoas achavam que dessa forma eu estava me xingando, e um dia numa ocasião, quando eu disse isso para uma pessoa com peso maior do que o meu e disse algo como: Pessoas gordas como nós, me recordo que a pessoa em questão disse:eu? Eu não sou gorda….kkkk Eu então corrigi e disse pessoas gorda como eu. aí percebi que a pessoa ficou vermelha, pois ela era bem mais gorda do que eu…..kkkkk Mas tb percebi que essa palavra não tinha o mesmo significado para as pessoas, como tinha para mim, não compreendo porque essa palavra ofende tanto, mas respeito, não deixo de usa-lá mas hoje tento ter o cuidado e uso sim sempre mas quando me refiro a minha pessoa ou quando sei que a pessoa não tem problemas em ser referida assim, já que tem um monte de Gordas que tem tanto problema em ser chamada assim. Pois bem adorei seu post,muito bom e VIVA TODAS NÓS GORDASSSSS, e gostosas….kkkkk bjs te adoro

    • Renata Poskus

      Obrigada Ana, minha linda!
      Olha, isso acontece muito comigo. Quando no meio de uma frase me autointitulo gorda, escuto: “ai, mas vc nem é gorda”. rsrsrs Vai entender, né?

      • Isso de as pessoas falarem – mas vc nem é gooorda, acontece comigo, e falam vc é fofinha huahuahua, entendo que é porque as pessoas estão sendo simpáticas, ou pensam que assim estarão melhorando minha auto estima, ai eu falo nada menina/o sou gorda mesmo, mas tipo com a voz de quem está bem, sem sofrimento, o mundo responde à forma como nós nos mostramos né?
        Outro dia postei uma imagem com uma palavras sobre gordas tudo na boa, ai uma colega postou na maior boa vontade, amiga vc não é gorda vc é uma fofinha linda pare com isso.
        Vê se pode? o que eu faço nessa horas?

        Enfim embananei o comentário kkk mas o que vale é que o texto é ótimo, é o que penso.

  10. Ronaldo Souza

    acho essa palavra tão excitante: GORDA!! é linda demais!!

  11. Hum adorei! E sabe que mesmo sendo só uma palavra como vc colocou tão bem, eu ainda não gosto de ser chamada de gorda, não terminaria uma amizade como seu amigo, mas(ainda) fico triste e frustrada infelizmente, achei que isso não me afetava até a algumas semanas em um aniversário na familia, estavamos conversando e eu disse que tenho otima saude, mas ia consultar uma cardiologista porque essa ano faço 39 anos, daí uma tia que não me via a muitos anos disse: É bom porque vc tá um pouco gorda! Não vc tá gorda! Na hora me deu vontade de chorar, talvez porque emagreci 20kg em 1 ano, fazendo reeducação alimentar e hidroginástica (esclarecendo sua dúvida) na época estava com 109kg, para os meus 1,60 de altura era muita coisa, mas continuo gorda eu sei! Parece que todo meu esforço em melhorar minha saúde, disposição, auto-estima tinha sido desprezados simplesmente por causa de uma palavra, que vamos combinar não é mentirosa, afinal uma pessoa de 1,60 com 89k é o que?
    Tirei algumas lições daí, a mais importante é que eu não sou tão desencanada como eu pensei que fosse.
    Uma dica, qdo vc estiver na hidro, faço os exercícios o mais rápido que conseguir, levante bem a perna, pule alto, use a força da água, se concentre bem, os resultados são impressionantes, eu emagreci 10k em 3 mêses(contrariando várias pessoas que me diziam não fazer efeito nenhum!) fazia 3 vezes por semana, e não fazia nada nos outros dias! Agora faço natação 3 vezes e quero entrar no pilates as outras duas, enjoei um pouco da hidro apesar de adorar, preferi ficar com a natação para emagrecer mais um pouco e melhorar meu fôlego de bronquiteira.
    Beijos!

    • Renata Poskus

      Débora, eu nunca vou me esquecer quando estava no casamento da minha tia em um luxuoso restaurante de São Paulo. Meu tio, na frente de todo mundo, ao me ver repetindo o segundo prato, disse: “Nossa, vai comer mais um prato, bolinha?” Eu me lembro de querer pular no pescoço dele. Então, eu disse: “sou gorda, mas posso emagrecer. E vc não há regime que faça para deixar de ser idiota”. Todos riram.
      O que doía não era ser chamada de gorda, bolinha, rechonchuda ou sei lá o quê. O que doía era a certeza que diziam isso para me magoar, para me ver sofrer. Imaginar que alguém que vc gosta, que faz parte da sua vida, te quer ver mal é bem trash.
      Com relação à hidro, eu faço assim mesmo. Percebo que eu que sou nova saio super ofegante, exausta, enquanto tem velinhas que nem se cansam, talvez pq se esforcem menos. rsrsrs

      • Ai Renata eu senti a mesma coisa, vontade voar no pescoço da criatura! E dizer que ela não precisa me falar o óbvio, que estava sendo deselegante, seria o mesmo que eu dizer pra ela”nossa como vc tá velha!” mas acho que fiquei triste por não ter respondido a altura, é como vc falou esperamos um pouco mais de respeito dos mais próximos, enfim….
        Parece que eu tô me vendo na aula de hidro rs….. é bem por aí saímos acabadas enquanto as senhoras (que se esforçaram menos!) numa boa, com certeza terá bons resultados, principalmente na fita métrica, aliás no dia da calça jeans do hoje em dia a senhorita só recebendo elogios hein? Danadinha! rs….. Concordo com a Cris e o Zucatelli, vc tá mais magra! Beijos e sucesso.

      • Débora, uma vez eu estava morreendo de vontade de chupar picolé, eu não sou muito de doces só uma vez ou outra, pois bem, nesse dia compre i dois huahuahua, vários colegas repetiram também, mas claro que alguém veio e falou vc hem!! vai pegar outro, cuidado tá fortinha, na hora não sei de onde veio mas com uma cara bem deslavada falei – quando quero alguma coisa eu faço da forma que eu quero mesmo, aliás só agora vc reparou que eu sou “fortinha”. kkkkkkkkkkk

  12. Divas,

    Quer me ver nervosa é falar fofinha, gordinha ou gorduchinha (eu abomino essas expressões do estereótipo “gordinha fofa”) ou ficar falando que os meus ossos são largos!

  13. Eu tambem me ofendo e muito, sou gorda e sei disso, mas não gosto quando me chamam de gorda, já sofri muito bulling na escola , e essa palavra me traz muito sofrimento. Para vc ter uma idéia Renata, até de ver vc na Record chamando as modelos de gorda me entristesse, acho que gordinha soa melhor, sim eu sei que é a mesma coisa, mas por incrível que pareça me ofende menos.

  14. benton Mariano

    Renata

    Como você é má chamando um gordo e uma gorda de gordo, rsrsrsrsr
    brincadeirinha.

    Na verdade amiga você esta certa, não mude o termo não, eu sou gordo e sempre fui gordo eu nunca conheci o outro lado, como brinco o lado negro, assim como para você este termo, por muito tempo foi um carrasco, queria ser magro namorar sair, mas não conseguia, enquanto meus amigos namoravam eu ficava chupando o dedo, visto que quem queria namorar um gordo, ao ponto de me colocar no ostrascimo dos 14 aos 25 anos, e so perder a virgindade ao pé da letra ir com uma mulher para cama aos 27 anos, pois e eu me casei virgem e so tive uma namorada, uma pessoa que aceitou o meu pedido de namoro, e enxergou bem além da gordura e pasmem ela e magra, e tinha um corpo bem definido, hoje com 50 anos e 22 anos de casados ela deu uma engordadinha nada que seja exagerado, mas o engraçado que perdi peso, isso por que ela alterou o meu horario de refeiçoes de tres em tres horas para ficar igual ao dela, levo comida de casa por causa do sal, agora sempre me perguntava o que ela viu em um gordo como eu, primeiro ela me disse, ser gordo não significa ser um extraterrestre, segundo você e bem atencioso, esta bem formado e bem empregado, ganha bem o problema era com suas roupas voce parecia um velho de 40 anos, indo direto no ponto, e nos dois anos em que namoramos e noivamos quase nao tinha alteração, após o casamento a primeira coisa que fez foi me levar na epoca na Camisaria Varca, a unica referencia para homens gordos na epoca, e me deu um banho de loja escolheu o jeans as famigeradas calças sociais com pregas (que me achara ridiculo uma vez que experimentei uma) camisetas e camisas, a seguir mudou o corte do meu cabelo, e pediu para tirar a barba pois me disse que parecia um homem das cavernas, e tudo so para ver como ficava, resultado o pessoal com quem trabalhava notou a mudança e começaram eles mesmos a mudar comigo, até pessoas que não falavam comigo, vieram puxar assunto, eu continuava gordo mas dentro da minha cabeça o carrasco sumiu, e sou gordo ate hoje só que mais elegante. Agora o que ela viu em mim sua reposta e uma pergunta o que vi nela que me fez pedir ela em namoro em nao outra, ela disse alguns chamam de quimica eu falo que é amor.
    Portanto ser gordo e ser uma pessoa e nao um alienigena.

    • Renata Poskus

      Aiiiii, que lindo, que romântico! A magrinha te dominou com aquele amor todo, hein?! kkkk;;;; Cortou cabelo, mudou as roupas e virou um novo homem. Sempre digo que podemos ser gordos, mas não relaxados, né? Um beijo e obrigada por compartilhar sua história linda de amor.

  15. janaina

    GoOrda não meu bem é “DonA Gorda” Tá bom rummm

  16. suzana santos

    Hoje passei por isso meus alunos estavam tentando me iritar primeio falaram:
    Professora vc esta gravida eu disse sim de 10 meses.
    outros falaram ela só e gorda eu respondi sim sou gorda assim como vc e magro. Eles ficaram muito tristes pq sou a primeira professora que eles não iritaram com estas palavras, rsrsrsr.

  17. Continuo achando um insulto!!!!Me desculpe.

    • Renata Poskus

      Não precisa se desculpar querida. Eu sei como é. Como disse no texto, eu também achava um insulto. Mas no dia em que recuperar a sua autoestima, nem vai se importar. Pode ter certeza disso. Mas como diriam no alcoólicos anônimos, um passo de cada vez. E nem sempre o primeiro deles é se assumir como gorda, o que você realmente é.

      Beijos

  18. MariRRR

    Quando falo do meu corpo as vezes uso esse termo, mas confessoque me ofendo quando os outros usam. Não é uma contradição, é só que a gente sabe o peso (sem trocadilho) que a palavra tem. São anos ouvindo as pessoas se referindo a mim dessa maneira. Na escola eu era “a gorda”… Quantas vezes fui chamada disso na rua sem motivo… Nunca apenas como uma caracteriística, mas como algo que te definia e de maneira negativa…
    Narigudos são narigudos, vesgos são vesgos, gays são gays, velhos são velhos, mas eu não chamo ninguém assim…
    Algumas amigas falam Plus Size, Grande, até gordinha (mesmo que eu não seja inha), e prefiro assim.

  19. concordo plenamente como texto, e quando alguem (quem quer que seja) vem e fala:
    -nossa vc é forte né?!
    eu respondo, na mesma hr:
    -não so é gorda mesmo, ja viu alguem como eu ser forte?!?! kkkkkkk
    ai quem me ouve fica assustado e horrorizado com o que eu disse, mais poxa é isso mesmo se me chama de gorda, é o que eu sou, e forte/fofinha/ e outras variantes na minha opinião isso sim é humilhante……….
    se alguém ve eu comendo de novo ou fala qq coisa pq eu estou comendo ( posso ter ficado o dia td sem comer nada mais justo na hr que vou comer sempre tem um né) eu viro e falo tb:
    -é né pra vc ver eu to gorda pq eu como mesmo, tem coisa melhor do que comer?!?!

    e isso fui aprendendo com o tempo pq sempre fui gorda, e sempre tiveram aquelas pessoas pra zuar comigo (meu apelido no ensino fundamental era modelo de butijão de gás) e eu aprendi que se eu não aceitar o que eu sou ninguem aceita, e que tem muita moça magra por ai que gostaria de ter meu corpitho rs, e que Homem mesmo gosta de carne.

    Parabéns pelo texto!

  20. Renata ótimo texto!
    Pra mim também a palavra gorda pesada de uma forma mto negativa… Até o dia que percebi que eu encarando esse fato, de que sou gorda mesmo, qdo alguém me chamasse assim, não me ofenderia. Aceitar isso é um grande passo pra uma alto estima melhor.

  21. Isso é muito chato e negativo, sem falar que faz muito mal à mulher!

  22. Jardel

    Que besteirol… Quer dizer,eu entendo esse lance,como a própria autora do post relatou,por algum tempo ela também ficava bolada por ser chamada de gorda e tal… Mas então,isso é um saco… Cada um tem o direito de gostar ou não de ser chamado de gordo,mas repito,não deixa de ser um saco.(/RS MODE ON) Bah,tu não sabe mais como vai chegar em uma mulher,ou melhor,uma mulher gorda,porque dependendo da situação tu fica tão preocupado em não falar nada que vá deixar ela como a “colega da academia” que acaba até desistindo,de tanto medo que dá… E esse é um dos motivos que me fazem pensar algumas vezes,pensar que eu nunca vou conseguir encontrar a mulher dos meus sonhos,por conta desse monte de besteiras,que é o jeito com que se refere,os padrões idiotas,preconceito aquí e alí e por aí vai… Mas eu só penso assim por uns momentos,depois eu vejo que tem um monte de gorda linda por aí no mundo,que não dá importância pra esse tipo de coisa,e aí eu volto a acreditar que eu não devo desistir,que um dia vou encontrar a minha também…

  23. Eitaaa é fluxo kkk 🙂
    Qual o problema de ser chamada de GORDA é o contrario de MAGRO,se aceitar é mto mais que isso…Vejo no meu emprego novo q estou tenho umas amigas goruchinhas q nem eu kkkk,elas zoam brincam com elas mesmas sabe que passamos a conquistar mais pessoas pois pq nos sentimos bem na nossa pele vixxii tenho amizade com Deus e o mundo é bom demais … Quando solto minha gargalhada fatal ai o pessoal fala é a Drielle kkkk 🙂 é bom ser o q somos ser GORDO e orgulho,pois tdo vai de como vc se ve relaxem GORDAS pois isso não te difere de ninguém,e sm nos tornamos únicas com nosso o poder e atração de atrair o próximo.
    Fique com Deus… eu sou gorda sim e com orgulho de ser gorda.

  24. Juli Carvalho

    Tenho uma amiga que não se aceita. Faço de tudo para gente sair e comprar roupas que são de acordo com o nosso corpo e tudo, mas ela não admite usar roupas da moda plus size. Prefere comprar uma calça 48 com corte não adequado as nossas formas. E sempre se refere aos gordos de um modo não agradável, do tipo: “veio uma gorda, tipo baleia querendo passar na catraca do ônibus, sem noção, onde já se viu isso”….e ás vezes a pessoa a que se refere nem é tão enorme assim. Queria poder ajuda-la mas sempre que tento a situação piora. Eu me assumo gorda e mais, me sinto linda e gostosa, tenho um gato que me adora e outros que são doidos pra miar no meu ouvido, kkkkk….tá certo que uma hora ou outra bate aquela deprê por não caber em tal roupa ou não ter nada pra vestir para certos eventos (mas é só procurar direitinho que acha, rs). Mas o fato é, que não sei mesmo como ajuda-la. =/

  25. As vezes passo por isso mas não ligo, fico sim um pouco ofendida quando um tio mala me ver e diz voce esta gorda viu eu fico triste por essas pessoas não valorizar o melhor de todos nos.

  26. Eu tambem estou sendo chamada de gorda, mas minha mae disse que estou emagrecendo e eles cotinuam me chamando ai eu chamo eles de boco,mogolode e magrelo,oque vcs acham?

  27. Claudia Lais Sanrtos

    HJ um rapaz bem bonito me add no face, e começou a me cantar e como eu não correspondi as investidas dele, começou a me ofender, me chamando de gorda, de feia, falando pra eu alterar minha foto feia e gorda do face, eu surtei! Xinguei, briguei e ofendi também. Daí depois pensei, pra que??? Foda-se a opinião dele! Deletei o “gatinho”…mas eu fiquei bem sentida, mas lendo sua page eu me senti melhor. Obrigada!!! Sabemos como é ruim sermos “insultadas”, mas quando a pessoa não faz diferença na sua vida, é só ignorar!!!

  28. tais teixeira

    Gente, é complicado. Eu não sou gorda, mas vivi os dois lados. Quando engravidei, ganhei 30kg! E fiquei realmente gorda. Depois que tive minha filha, foi muito difícil emagrecer, mas consegui pois não tinha a memória gorda no corpo. Posso dizer do que eu chamo de “dores de gordo”. O mundo de quem é gordo é muito cruel em vários aspectos. A roupa incomoda, os olhares incomodam, as situações “saias justas” como ter medo de sentar em uma cadeira e ela quebrar incomodam, não estar na moda incoMODA… enfim. E as palavras…ah sim; as palavras. Deixe-me explicar que não adianta vc se aceitar ou não. O ser humano é sociável. Precisa da sociedade para viver. Vc e outras pessoas tiveram um livramento quando vc diz que a palavra não te ofende mais, desapego ou qualquer outra explicação que se queira dar em relação a palavra “gordo”. Claro que todos nós sabemos quem é gordo ou não, assim como sabemos quem é negro ou não. A questão é o uso da palavra como ofensa. E isso tem aspecto social que não deve ser descartado. A palavra carregada de raiva, de vontade de ofender. Isso não mudou. Eu me ofendo demais com quem destrata um gordo ou insinua algo porque só depois de sentir na pele essa “dor” é que entendi o que isso queria dizer e hoje posso dizer com propriedade o que antes dizia por teoria. É muito doído ser preterido pelos outros. Acho que falta mais amor nas pessoas para entender o que ofende o outro ou não.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s