Arquivo do mês: maio 2013

A história de superação da Miss Plus Size Rio de Janeiro

Por Renata Poskus Vaz

Amanda Santana, 29 anos, manequim 48, já foi uma menina triste, vítima de bullying na infância e adolescência. Achava que o emagrecimento seria a única forma de lhe trazer a tão sonhada felicidade. Mas só depois de muito tempo ela foi perceber que a maior mudança deveria ocorrer dentro dela e não em sua silhueta. Hoje, Amanda possui dois títulos de Miss Rio de Janeiro e é um exemplo de superação para muitas meninas que esperam, um dia, resgatar a autoestima.

Confira o relato de Amanda:

“Meninas, hoje quero contar um pouco mais sobre a minha história. Faço parte de uma família onde herdei a genética da obesidade.

Minha luta com a balança começou aos 7 anos de idade. Meus pais sempre tiveram atenção com minha saúde. Fui apresentada às dietas nesse período, mesmo sem entender o porquê de ter que que emagrecer. Como toda criança, não queria saber de dietas, gostava mesmo era das guloseimas. Os anos foram passando e eu continuei engordando, chegando na adolescência, fui sofrendo as consequências de ser gordinha. Sofria bullying e sempre faltava nos dias em que tinha aula de educação física  para evitar sofrer com as brincadeiras de mau gosto.

amanda 1

Neste período de transição entre a infância e adolescência fui motivo de chacota por onde eu passava, no colégio, nas ruas, nos transportes públicos, nas lojas de roupas e até mesmo entre amigos, piadinhas de gordo não faltavam. Nisso, fui me escondendo, evitava sair de casa, já não queria ir à escola,  fui me tornando uma adolescente complexada, triste e muito insegura.

Entre meus 15 e 16 anos já era obesa mórbida e não quis uma festa de 15 anos como toda menina sonha. Eu não me via com bons olhos, me achava feia, não tinha o corpinho das minhas amigas, e vamos falar sério naquela época não era fácil encontrar uma roupa básica, imagina um vestido de festa usando manequim 54.

page

Aos 17 anos decidi dar um basta! Meus pais já tinham tentado de tudo, nutricionista, endocrinologista, psicólogo, vigilante do peso, fórmulas, shakes e dieta da sopa, tudo que se pode imaginar de dieta. Um certo dia tive um choque de realidade, percebi que a decisão de emagrecer só dependia de mim. Minha mãe sofria junto comigo. Foi então que, chorando, com uma calça manequim 54 na mão, olhei para o espelho e chamei minha mãe e falei que seria a última vez que usaria aquela calça . Minha mãe me abraçou e, em prantos, disse que estaria ao meu lado em qualquer decisão.

page 2

Minha mudança de vida foi bem radical, peguei pesado na dieta, comecei a fazer exercício físico, fui vendo o resultado e me animava cada vez mais, cada mês meu manequim diminuía,  e no período de 1 ano e meio fui do manequim 54 ao 40. Foi então que me deparei com outro dilema: a perda de muito peso em pouco tempo me deixou flácida e com excesso de pele, necessitando de cirurgia plástica reparadora.

Mesmo com a nova silhueta,  eu me via ainda gorda. Tinha uma imagem distorcida de mim mesma, me achando feia. Ainda era escrava da dieta, mas num descuido engordava alguns quilinhos. Nessa fase eu já trabalhava, não tinha tempo de fazer exercícios físico, estava “magra” e não estava feliz e continuava a pensar gordo, pois adoro comer. Percebi que ser magra não era a solução para os meus problemas. Eu não era feliz comigo mesma, independente de como estivesse, magra ou gorda, o problema estava dentro de mim.

Os anos foram se passando e eu desencanei da balança. Na fase adulta aceitei que meu biotipo não era o de uma mulher magra e me conformei com meus quilinhos a mais. Neste período comecei a me interessar pelo mundo plus size. Foram 3 anos acompanhando a evolução do mercado plus, via roupas modernas, modelos e artistas se assumindo como gordinhas, fiquei tão empolgada que sempre comentava com as amigas do trabalho e em casa com minha família.  Fui incentivada por eles a fazer um book profissional. Mesmo me achando fora dos padrões de beleza, resolvi arriscar.

Amanda 8

Para minha surpresa recebi um convite para fazer um mega trabalho para a Glamur Fashion, renomada grife do Rio de Janeiro, e aceitei na hora. Quando surgem as oportunidades não podemos desperdiçá-las, e neste trabalho dei início a minha caminhada de superações. Nunca tinha usado blusa sem manga e, meninas, a coleção era primavera/verão! A experiência foi tão boa que pensei “é isso que quero pra minha vida” e percebi que através desse trabalho havia deixado para trás todos os meus complexos.

amanda 7

Orientada por uma amiga, fiz a inscrição para o o concurso Miss Plus size Carioca, organizado por Eduardo Arauju.  Pensei que seria uma experiência muito legal e uma oportunidade para conhecer mulheres gordinhas como eu, que tiveram as mesmas dificuldades que as minhas. Achei que me faria bem e me surpreendi ao ser agraciada com o título.

amanda 6

E olha só que Deus tem feito na minha vida! Meus sonhos não pararam por aí. Recebi o segundo título agora, o Miss Rio de Janeiro 2013 da organização de Renata Issas, e disputarei a final nacional em breve. Chego a não acreditar.

Sinto-me honrada em ser representante de um segmento onde eu realmente faço parte. Digo a vocês que depois dessas experiências hoje me vejo de outra forma. Amo minhas curvas, aceito minhas gordurinhas localizadas, celulites e estrias, não sofro mais, sei que elas fazem parte de mim, meu corpo não mudou, eu que mudei, porque TODA mudança tem que ser de dentro para forahoje consigo enxergar a tal beleza que todos sempre viam em mim. Sou muito mais feliz.

Com meu relato não estou incentivando a obesidade muito menos o sedentarismo, tenho preocupação com minha saúde, cuida da minha alimentação e faço exercícios. Quando olho no espelho vejo uma mulher segura e que sabe o que quer. Tudo que passei na maior parte da vida rejeitando, hoje me trás alegrias.”

16 Comentários

Arquivado em Curiosidades, Modelo GG, Uncategorized

Desafio Mulherão: looks de inverno – Parte 2

Por Renata Poskus Vaz

Fabiola Botelho

Essa gatinha sensualizando em frente ao espelho é mineirinha de Belo Horizonte. Fabíola disse que ama o inverno. E vocês, gostam também do friozinho?

look de inverno 3

Sandra Costa Silva

A Sandra disse que acompanha o Blog Mulherão todos os dias e isso nos deixa cheias de felicidade! No look escolhido para o Desafio de Inverno, Sandra apostou em uma jaqueta de couro. Ficou linda, Sandrinha!

Look inverno 1

Isabella Trad

Isabella pediu desculpas pela cara de fantasminha que ficou nessa foto tirada com um celular. Está desculpada, Isabella! Na verdade, esse seu look é tão bonitinho que nós nem prestamos atenção no seu rosto. rsrsrs …. A aposta da Isabella foi por um look de saia e blusa mais delicados com o sobretudo de lã por cima.

look inverno 2

Diuly Fabris

Olha só a Diuly causando no inverno com as pernocas de fora! Essa é das minhas. O vestido de renda tem manga comprida, mas é curto. A escolha de Diuly, que usa manequim 44/46, foi para  uma formatura. Arrasou, Diuly! Amei seu coque!

diuly

Quer ver sua foto aqui no nosso Desafio de Inverno? Mande uma foto caseira, com um look que você realmente use no dia a dia para blogmulherao@hotmail.com

13 Comentários

Arquivado em Desafio Mulherão

Mensagem do dia

banner face 5

Deixe um comentário

4 de maio de 2013 · 5:44

Mayara Russi em campanha de Dia das Mães para Kauê

maes13-00

Por Renata Poskus Vaz

Se ser puxa-saco fosse profissão, com certeza eu ganharia um prêmio de funcionária do mês. Puxo muito o saco da nossa diva Mayara Russi porque além de amiga, sou fã, muito fã do trabalho dela. Outro dia, em meu Facebook, disse que já vi por diversas vezes mulheres plus size reclamando que determinada modelo é muito magra para representá-las, ou que não se identificavam com outras tantas mais gordinhas… Sempre tem alguém para reclamar das modelos que estão no mercado. Porém, jamais, nunca, nunca mesmo, vi alguma mulher plus size criticar o trabalho da Mayara Russi. Até minha irmã, que usa manequim 38, se identifica com Mayara Russi, que hoje deve estar usando um manequim 54 (estou chutando, meu olho clínico pode estar míope…rsrsrs). Se minha mãe fosse viva, com certeza gostaria de ganhar de presente uma roupa fotografada pela diva.

É impossível falar de Mayara Russi sem lembrar de Kauê, marca da qual por anos ela foi garota propaganda. Mayara deu uma nova cara para a marca e a Kauê também foi essencial para consagrar a TOP. Desde 2009 ela faz as campanhas de Dia das Mães. Já fotografou com a mãe dela (uma linda mulher, diga-se de passagem) e, este ano, posou com a sua pequena Sofia. Nem dá para acreditar que Mayara, com aquela carinha de bebê, já é uma mulher casada e mãe de dois filhos lindos.

Katia Ricomini, fotógrafa responsável pelas campanhas da Kauê, nã0 economizou elogios sobre a TOP: “Acho maravilhoso gente bonita por dentro e por fora fazendo sucesso”.  Eu também!

Então, vou parar logo com essa rasgação de seda e mostrar, em primeira mão, os looks que Mayara fotografou e que já estão à venda nas lojas da Kauê, inclusive pela internet.

maes13-01

maes13-02

maes13-07

maes13-03

maes13-09

maes13-10

capas

Prova das capas. Só a gente tem! olha só o prestígio! rsrsrs

Um trabalho fofo desses tem sempre uma equipe bacana por trás:

Produção: Equipe Estilo Kauê Plus Size / Foto: Kátia Ricomini / Beauty: Fátima Palma

Visite o site da Kauê: www.kauemodas.com.br

12 Comentários

Arquivado em Moda Inverno, Modelo GG

Confira o antes e depois com cintas modeladoras

Por Renata Poskus Vaz

As chamadas da matéria sobre cintas modeladoras do Programa Hoje em Dia estavam dando tanta audiência, que o meu amado diretor ficou enrolando, enrolando, fazendo suspense, até que sobrou muito pouco tempo para falar sobre todos os produtos que levamos. Vou mostrar aqui o que rolou, caso vocês não tenham assistido.

Corset

cintas 2

cintas 1

O corset é uma peça mais elaborada, que pode ser usada por cima da roupa. Existem dois modelos, um com amarração nas costas e fechamento com colchetes na frente, como este que eu usei hoje. Há também um modelo que só tem o colchete nas frentes, sem amarração. A vantagem da amarração é que se você der uma engordadinha ou emagrecer, vai adaptando a peça ao seu corpo. Amei a peça!

As barbatanas são maleáveis e a peça é super confortável.

Body 

cinta 3

modelador 1

 A Simone Fiuza emagreceu mais de 30 Kg após o nascimento do seu pequeno Davi, há 7 meses. O abdômen ainda está um pouco saliente. O modelo usado foi um body como o ao lado, sem perninha e sem bojo nos seios. Na minha opinião é o modelo mais confortável para quem está acima do peso. É mais fácil de colocar, não aperta e valoriza a silhueta.

Sutiã modelador e body com pernas e sem busto

cinta 5

modelador alice

Alice usou um body com perninha, que suavizou as gordurinhas das costas, a barriga e a celulite. Por baixo, ela usou um sutiã modelador, com alça larga, que deixou os seios mais próximos e o colo mais bonito. A Alice reduziu 8 cm de abdômen usando body.

Macaquinho modelador

cinta 4

O macaquinho usado por Samantha é como este acima, só que com pernas longas e o bojo do sutiã. Como a calça dela é clara e com um tecido mais fino, o culote ficava bem aparente, evidenciando as celulites. Com o modelador, ela perdeu 3 cm de coxa. O modelador também ajudou Samantha a melhorar a postura e a barriga dela parecer menor.

******************************************************************************************

Meninas, percebi algumas dúvidas coletivas em conversas no Facebook e também no chat do R7 e gostaria de esclarecer algumas delas:

* O uso da cinta modeladora não tem que ser torturante. Já vi blogueira plus size fazendo campanha contra o uso da cinta, como se fosse um objeto de opressão e isso é um tremendo exagero. As cintas em tamanhos adequados não machucam, não atrapalham a respiração e nem prejudicam a pele. Compre no tamanho exato, ne  maior e nem menor.

* Cinta modeladora não emagrece. Boas marcas são auxiliares na correção postural e circulação sanguínea. Quando está usando a cinta, você perde medidas momentaneamente. Tirou a cinta, as medidas voltam. Não há milagre!

*****************************************************************************************

Para comprar as cintas modeladoras da Yoga, acesse:

www.yogaonline.com.br

Assista o video do Hoje em Dia na íntegra, clicando aqui. 

18 Comentários

Arquivado em Lingerie

Nesta quinta, dicas de Cintas modeladoras para gordinhas e gordinhos no Programa Hoje em Dia da Rede Record

SHANILLA_YOGA_NO_HOJE_EM_DIA_PRÉ

É isso aí, mulherões! Nesta quinta-feira, pós-feriadão, vou levar dicas de cintas modeladoras para gordinhas e também para os rapazes, lá no programa Hoje em Dia da Rede Record. Conto com a audiência de vocês.

Os modeladores, lingeries e corsets que mostrarei no palco são todos da Yoga Modeladores.

Clique aqui e veja outros modelos de modeladores.

p.s: Conversei com a empresa e eles me prometeram que farão novas fotos com modelos gordinhas usando os produtos da marca. Bacana, não é mesmo? Vocês pediram e eles atenderam!


9 Comentários

Arquivado em TV