“Sua gorda!” – Pelo direito de não me ofender com a realidade

Por Isabella Trad

Antes de começar, quero que prestem atenção no vídeo abaixo:

Passei a minha vida inteira aprendendo que ser gorda não é legal. Que eu não seria amada, atraente e muito menos teria sucesso, que eu não seria digna de elogios. Como muitas de vocês, criei a imagem de um monstro e fui repreendida e rebaixada diante de várias situações por conta do meu peso.

Familiares diziam que eu se eu ficasse magra tudo seria diferente, tudo seria mais fácil e sabe o que eu aprendi? Que a vida é difícil pra quem dá desculpas pra viver. E o que o vídeo tem haver? Bem, a intenção óbvia dos brasileiros foi fazer uma piada com essa garota gringa, linda e gorda.  Eu não ri. Fiquei com vergonha.

isabella 1

Ela é gorda, mas eles não tinham o direito de usar o adjetivo como defeito. Ela é gorda e linda, é gorda e tem cabelo liso, ela é gorda e quem decide encarar como elogio ou defeito é ela e não vocês!

Eu sei que se ela soubesse falar português provavelmente se sentiria ofendida e o meu recado pra ela é: Não se sinta. Meu recado pra todas vocês é esse, não se sintam ofendidas por ela e não se sintam ofendidas por serem chamadas de gordas, obesas ou baleias.

A intenção desses idiotas foi de ofender, usaram a palavra gorda como ofensa, mas no final, quem escolhe se ofender é VOCÊ. Prefere ser a gorda cheia de coitadismo que deixa os outros opinarem na sua vida e se e ofende com uma realidade que só você pode escolher se é boa ou ruim? A atitude da garota inocente, dando sorrisos de satisfação mesmo sem entender o que estava acontecendo é digna.

Se todas nós não tratássemos nosso peso como defeito, talvez as pessoas não o enxergassem como um. Bem, eu sou gorda, baixinha e ruiva e escolhi que nenhum desses adjetivos são defeitos.

18 Comentários

Arquivado em Bullying Nunca Mais, Preconceito, Uncategorized

18 Respostas para ““Sua gorda!” – Pelo direito de não me ofender com a realidade

  1. briolange

    e muito triste isso… eu já passei e passo ate agora por provocações, olhares, rizadas por ser gorda com a diferença que agora já n m ofende tanto mais tem dias que dói la no fundo ver e sentir o quanto só tratada mal por ser gorda, as vezes eu penso: meu Deus sera que ser gorda e doença? contamina? as vezes oixo: es tao bonita se foces magra serias ainda mais… as vezes m gritam na estrada GORDAAA eE constrangedor pior quando estou com amigos

  2. amiguinha

    sempre fui cheinha, nunca fui magra entre adolescencia tive meus altos e baixos, conseguia emagrecer mas nao mantinha muito tempo, sempre me achando feia , sem graca, e minhas amigas lindas e interessantes. agora com meus quase 33 anos, e tres filhas , a luta contra a balanca e mais acirrada, ganhei quase 20 kilos a mais do que pesava e perdi apenas 5 deles, e ainda fico oscilando entre a perda e ganho dos mesmos, sempre com a sensacao de fracasso e de que sou simplesmente uma baixinha , acima do peso e nada interessante , as vezes me culpo pelo fracasso amoroso e ate profissional, nao simplesmente pelo peso, mas por simplemente nao me amar e nao me aceitar estando gordinha, nao sei se esta no peso a razao do meus problemas , mas pela falta de amor proprio, pois mesmo em fases em que estava mais ” magra” continuava a me sentir da mesma forma, e ainda pra ajudar muitas vezes tinha meu pai dizendo que eu estava enorme, horrivel, muito gorda , muitas vezes simplesmente aquilo era o suficiente pra acabar comigo, e incrivel que vejo muitas mulheres gordas ou gordinhas , lindas , interessantes , que se vestem bem, se sentem bem e conseguem transparecer amor proprio e isso reflete na beleza delas e eu aqui nem de um jeito nem de outro sempre me sentindo assim , ate tento , gostaria realmente de alavancar minha auto estima , mas e em vao, sempre acabo com essa sensacao ruim de ser o patinho feio.

    • Karlinha

      Amiginha pelo jeito realmente é a falta de amor próprio é algo agravante e evidente, cuidado mulher!com esse baixo estima prá não te levar há uma depressão,gata!Não se deixe ser rebaixada pelo seu pai ou por quem quer que seja,fale com seu papy sem nosção e diga como se senti… emponha-se amiginha.Fique bem viu!KISSS

  3. Marcele Cristine

    Genteeee esses caras são doentes!!! É incrível ter de admitir que em pleno século XXI ainda existem pessoas assim! Tô passada!! Sem mais…

  4. Luciana Bulhões

    Como a falta de respeito e ignorância de algumas pessoas não tem limites…
    Concordo plenamente com o texto. Somos lindas.
    Ser gorda não é ser aleijada…

  5. Sou mais feliz agora, cheinha, mais velha… Mas com a vida que lutei para conquistar, ao lado de meus lindos filho e marido! Bestas são eles, ou recalcados… Porque não sabem o que estão perdendo ao lado de uma segura e amada gordinha!

  6. Karlinha

    Acho que vagabudo/as que não tem o que fazer ficam a zuar e troolar todo mundo por caracteristícas físicas classe social,opção sexual,em fim… parece que a falta de nosção e respeito ao próximo e víral.Por+ que eu desencane as algumas vezes certas atitudes estúpitadas de alguns é dificíl “engolir a seco”ou passar batido,não sou nenhuma monge tão espiritualizada assim, pra inginôrar esse ataque sujo e sem sentido.Revoltante!

  7. Mica

    Esses dias em uma discussão sobre saúde, uma pessoa achava um absurdo e afirmava veemente que não poderiam existir uma pessoa gorda e saudável, que pratique esportes e se cuida. Fiquei imaginando que ela deveria ser aquelas pessoas que projetam sua felicidade no que veem na novela ou na revista ultra photoshopada de estrelas magérrimas de peles perfeitas na capa.

    Poucas são as pessoas que conseguem enxergar além do umbigo e além do que é imposto. A grande maioria pensa que se com elas não é assim, não pode ser com mais ninguém. Beijinhos no ombro das recalcadas.

  8. Eu já passei pelos dois lados da situação. Era tão magra que me chamavam de garça, de Olivia palito, de pau de virar tripa, de esqueleto ambulante, etc. Pesava 42 quilos, usava roupas 36 e cansada de anos de magreza e humilhação resolvi tomar uma quantidade considerável de vitaminas e engordei bastante. Passei para 83 quilos e uso roupas 44/46. Um tempo atrás reencontrei uma amiga que me conheceu quando ainda era magra e ela exclamou pasma: “Nossa como você está gorda”! Eu olhei para ela bem sorridente, como sempre fui e respondi: Obrigado! Elogio é sempre bem vindo.
    Ela ficou desconcertada e constrangida… fiquei com pena dela.
    Eu sou gorda e muuuuito feliz e satisfeita. Deus me livre ser magricela novamente.

  9. Concordo plenamente com você. Eu também sou gorda, tenho 1,66 e visto 52, e me amo assim, mas, diferente de você, estar acima do peso tem me causado alguns problemas de saúde, pois tenho asma e frequentemente fico com falta de ar e muito cansada. Então meu médico me sugeriu a cirurgia bariátrica. Estou pensando seriamente, mas não gostaria.

    Amei seu blog, coloquei lá no meu blogroll. Bjks!

    http://un-necessary.blogspot.com.br/

  10. LylaCrys

    É triste ver isso, e me pergunto, será que com todo essa avanço tecnológico e declínio educacional as pessoas realmente podem ser melhores? Pois desde quando temos que ser julgadas pelo peso, cor, altura, credo, raça, sexualidade, etc, etc e etc.
    É por essas e outras, que muitos países não pensam bem dos brasileiros, e só pensam que somos um povo ‘bárbaro’ que vive semi-nus. =|

  11. Luciana Verônica

    Sou gorda , mãe , esposa , amiga , bailarina de dança afro e de dança do ventre e me amo em cada dobrinha e em cada parte de mim , não me ofendo porque me amo , e tenho pra mim como verdade única , que as pessoas pensam ou acham sobre mim não é problema meu e sim delas …
    Pelo direito de ser gorda e feliz 😉

  12. ‘ Sou super sua fã.
    E sou fui ofendida por ser gorda.
    Então “Sua gorda!” – Pelo direito de não me ofender com a realidade.

  13. Sharon Fanny

    Que absurdo!!!!Tadinha!!!!Aff…povo sem noção e educação e amor ao próximo e respeito tb!

  14. Patrícia

    Há um novo grupo de pessoas que adoram ofender e rir de pessoas gordas: Os ex-gordos (a maioria operados com a bariátrica). Após emagrecerem, usam as redes sociais pra rir e ofender gordinhos. Gente, será que essas pessoas esquecem quanto dói o preconceito? Lamentável…

  15. lucineyd f....matos

    ridiculo………..bando de babacas,aff

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s