Como se tornar uma gordinha sexy

tess munster sexy

Tess Munster, top model, mostrando como é que se faz… rsrsrs

Por Renata Poskus Vaz

Oi, garota! Você é um mulherão super sexy, ciente de suas infinitas qualidades e amante de cada curva do seu próprio corpo? Parabéns, hoje, esse texto não é para você.

Agora se você busca uma receita milagrosa de como se tornar um mulherão sensual e provocante, mesmo com alguns quilos extras na balança, temos muito o que conversar. Porém, já vou logo adiantando: não existem milagres!

Sensualidade vem de dentro para fora. Ok, sei que provavelmente você já deve escutar muito isso.  E parece algo muito óbvio e ao mesmo tempo inaplicável. Coisa que a gente sabe bem como funciona na teoria, mas na prática não consegue aplicar. Certamente deve pensar: “como eu que engordei tanto, que me acho feia, posso me sentir sexy?”. É, se não se ama, não pode mesmo. E aí talvez esteja a grande solução para esse seu desafio de redescobrir a própria sensualidade: a autoaceitação. Um passo de cada vez.

Primeiro você deve se observar, como se fosse uma segunda pessoa. Como se estivesse se olhando de longe. Agora se pergunte: “eu não tenho nenhuma qualidade mesmo?”. Impossível! Todo mundo tem qualidades e isso não é conversa de mãe. Observe-se com atenção… Pare de se fazer de vítima! Você com certeza tem qualidades como mulher que nenhuma outra tem. E, de quebra, qualidades físicas também.

Cuide-se. Não é se cuidar para os outros, mas para si mesma. Unha, cabelos, pele, alimentação…  Cuidar do corpo e da beleza dá um baita “up” na autoestima. Vista-se bem, nem  que seja para ir só até a padaria. Crie um ritual de beleza. Desfile.  Sorria.

Ser sexy não tem a ver com bunda, peito e muito menos com calcinha de periguete… Inclusive, também não estou falando de vulgaridade. Ser sexy tem a ver com estado de espírito. Quer um exemplo? Não é um cabelão que faz daquela mulher sexy, mas a forma como ela joga aquele cabelo de um lado para outro. Ou até mesmo a falta dele e como aquela mulher sustenta com poder a estilosa careca. Ser sexy é ter atitude.

Atitude não se fabrica, mas você pode se arriscar e colocá-la, pouco a pouco, em prática. Para isso, perca o medo. Perca o medo de ser você mesma, de olhar, de falar… O medo nos limita (li isso em algum lugar!rsrsrs)! Automaticamente você passará a ter atitudes que condizem mais com a personalidade da nova mulher que você quer se tornar.

Agora que você já sabe que deve reconhecer suas qualidades, parar de se vitimizar e ter atitude,  lá vem a  última lição e mais valiosa de todas: não tenha vergonha do seu corpo!

Quando você tinha um corpo magro, certamente se preocupava com as pequenas e pouquíssimas gordurinhas que de repente poderiam aparecer, não é mesmo? E no relacionamento isso se traduzia em luzes apagadas na hora “h”, posições hiper, super, calculadas para esconder a barriguinha. Agora, relaxe! Se for esconder as gordurinhas na hora de namorar, terá que namorar de burca porque as gordurinhas aumentaram, né? E, olha, nem os árabes namoram de burca, te garanto. Relaxe e… Aproveite.

Olha, uma coisa te digo. Tá cheio de cara por aí que super vai se amarrar nas suas gordurinhas. O que você vê  como defeito, eles veem como presentes do céus. Acredite! Seja sexy!

12 Comentários

Arquivado em comportamento

12 Respostas para “Como se tornar uma gordinha sexy

  1. Perfeito o negocio e se conhecer amar cada parte,isso é diário exercite sua auto estima todo dia , amo esse papo de auotoaceitação autoestima…arrasou…beijos..da fofolete.

  2. Ahh eu amo as gordurinhas do meu mulherão! TODAS! Cada pedacinho!!

  3. G.

    Sexualidade tem a ver com libido e libido tem a ver com testosterona.
    Ser sexy envolve também ovários funcionando e não beleza física, como quer nosso maravilhoso Dr Elsimar Coutinho.
    Muitas mulheres são obesas justamente para não serem sexy e não atraírem o sexo oposto devido a abusos na infância/adolescência, né?
    Nestes casos, só um tratamento psicoterápico bom pode devolver o interesse na própria sexualidade, mesmo com a libido intacta.
    A grande e esmagadora maioria das mulheres muito gordas tem rosto, cabelo, pele bonitos. Elas se cuidam do pescoço pra cima porque, via de regra, a imagem facial se sobrepõe à imagem corporal. Por mais que se engorde, o rosto não se deforma como o resto do corpo, o cabelo não cai, a pele permanece de bebê (no rosto). Daí que a imagem corporal só entra em cena quando é muito tarde: na cama.
    Outro fator é a compulsão alimentar. Não adianta todo o discurso sexy, de autoaceitação, etc., se a compulsão está lá, porque entre outras coisas, a compulsão tem a função de não deixar a pessoa pensar, porque pensar é muito doloroso para algumas. E obeso não portador de compulsão alimentar é meio difícil de encontrar. Não adianta tratar com moderador de apetite. Precisa de acompanhamento psiquiátrico mesmo. Só então estarão prontas para se amarem, gordas ou magras, o que não significa que serão felizes no amor (relacionamento a dois) sempre, em qualquer situação.
    Detalhe: o mandamento de Jesus é: ‘amar ao próximo como a si mesmo’ não pressupõe ‘ser amada’ pelo próximo, mas sim por si mesma, certo?

    PS.: Por falar em mulher árabe, viram quem é a noiva árabe do George Clooney? O vestido dela é encantador.

    • Karlinha

      Um mostro deformado, devorador,gigantesco que só come e não pensa,cheio de amargura e que usa uma”falsa beleza facial”para atrair suas vítimas e daí mostra-se o quanto é feio na cama na rua ou numa casinha de sape,rss!Deu duro tome…um cometário maldoso,não desce macio e nem reanima.KKK!Muito àcido nada sexy!só a Tess Muster e seu texto gentil Renata para aliviar a falta de boa educação.

      • Renata Poskus

        Karlinha,

        Essa pessoa que usa o pseudônimo G., entre outros, certamente é algum cara cujo coração eu parti ou uma gorda que eventualmente rejeitei em castings etc. Sempre uma pessoa amarga, negativa… Quando, além de mim, começou a ofender minhas leitoras, passei a excluir todos os comentários que ela (ele) postava.

        Ultimamente tenho acessado o blog pelo iphone e fica bem dificil administrá-lo assim. Porém, voltarei a excluir todos os comentários dessa pessoa, porque realmente é uma vibe que não combina conosco.

        O que te sugiro, é que ignore essa pessoa, seus comentários. Aqui tenho um ranking de leitores mais assíduos e adivinha quem está em primeiro lugar? rsrsrs Quanto mais você responder, mais ibope dará.

        Beijos!

    • Karlinha

      É o mostro de marshmallows de quem você fala G? Chame os Caça Fantasmas para destruir”todas nós”. Kkkkk!

  4. Karlinha

    Você tem razão Renata,não vou dar+ Ibope,e nem vou entrar+wab trashe dessa criatura.Acho que meu recado foi dado já mim sujeitei ao erro de perde meu tempo com tal situação.Obrigada Renata!DEUS É+

  5. Gostaria de dizer que adoro o blog Mulherão.Sempre que posso, visualizo os posts e fico refletindo sobre a positividade que eles me trazem.
    Agora preciso dizer o quanto é difícil pra mim sintonizar mente e corpo: sei que devo me valorizar, mas isso é meio difícil de acontecer.
    Enquanto me visto, me arrumo, me maquio, a mente manda aquela mensagem: quase tudo perfeito, não fosse o corpo… Compulsiva que sou, evito pensar neste meu problema que é a obesidade. Ao mesmo tempo, embora casada, sinto muita falta de ser vista, olhada , admirada. Cheguei à triste conclusão de que eu não consigo reparar quem me olha, quando me olha e por que me olha. Eu preciso disso, me entendam!
    Entro em chats para conversar com homens que admirem mulheres como eu – gordas – e lá coloco este pseudônimo. Eis que muitos chamam, mas ainda assim não convencem.
    Qual a finalidade de entrar em chat? Para fazer crescer minha auto-estima, para atrair homens que me elogiem, para, enfim, estar numa sala agradável, ainda que virtual, sem ser rejeitada ou sentir-se assim.
    Penso que muitas gordas fazem o mesmo, mas é um grande problema agir assim.
    Enquanto me iludo e continuo me desamando, a fila anda por aí, e eu não consigo esclarecer o que há em mim.
    Na verdade, sou amarga e me sinto mal amada, embora não o seja, mas é assim que me sinto.
    Por isso que eu amo ler os posts , pois são de um positividade que me faz bem.
    Enfim, me sinto bem comigo mesma, mas no tocante aos homens, aí a coisa fica feia.
    Sou casada, como disse, porém não me sinto como gostaria. Não aceito mudar meu padrão corporal para agradar a outrem, mas, na verdade, penso que quem não se aceita sou eu.
    Postem. Um abraço a todas.

  6. angela

    sou gorda desde criança e não tenho resquício de compulsão alimentar.
    esse senhor ”G”ai encima encontra equivocado e precisa urgentemente averiguar os achados endocrinologia pra poder expor sua opinião tão chata e cansativa.
    bjo no ombro.

  7. Tati Rosa

    Já discuti com o tal G. em um outro post da Rê. Não vale a pena!! Essa pessoa deve ser muito mau amada, ou levou um fora muito grande de uma gorda, ou tem invejinha… hahha… Pq não consegue deixar de ler os posts da Renata..
    O caso é q sim, devemos ser sexy, devemos ser felizes. Chegamos na gordura, e devemos aceita-la. Me aceito, e sou feliz. Meu marido me acha linda, e quando falo de uma imperfeição, ele diz que não vê nada. Ele ama quando eu me maquio, ama o meu cabelo, ama quando ponho um vestido mais justo. Sabe pq?? Pq ele me ama!!!
    As vezes também sinto falta (assim como a Ana falou) de olhares na rua. Sinto falta em ser admirada. Mas daí eu me olho no espelho e percebo que nem eu me admiro, pq estou apagada. Não sou alto astral todos os dias, e nos dias que não estou legal, a sensualidade sai correndo de mim. Mas tem dias que mesmo sem maquiagem, com a cabelo bagunçado e com uma roupa larga, eu me sinto linda, sexy, gostosa mesmo!!!
    É isso, tem dias que a gente não tá bem e se acha horrível, e tem dias que nos achamos linda!! Isso não acontece só com a gente… Acontece também com as magras. Não importa o peso, pq somos mulheres. Tem dias que estamos sexy e tem dias que não estamos.

    Sr. ou Sra. Gê: vai se ferrar!!!!

  8. carlos

    Olà , Esse G dever ser de Gay , veja como um comentario sobre o vestido

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s