Arquivo do mês: setembro 2014

Bazar Plus Size do Blog Mulherão – 20 e 21 de setembro

plus size bazar - instagram - top

Por Renata Poskus Vaz

Todos os anos promovo um Bazar Plus Size para queima de estoque da Loja Mulherão. São roupas nunca usadas, de coleções passadas, por precinhos bem camaradas. Por exemplo, você encontrará sutiãs com bojo, rendados, por R$20 e casacos de inverno por R$50. Ao longo da semana mostrarei outras ofertas aqui para vocês.

Aceitaremos cartões de crédito (acima de R$300) e débito.

Nesta edição, o Bazar Plus Size do Blog Mulherão será realizado na Assistência Fraternal Francisco de Assis, que fica no Bairro do Limão, em São Paulo, na rua Carolina Soares, número 80. Para quem vem pela Marginal Tietê sentido Penha-Lapa, o acesso se dá pela rua do Carrefour do Bairro do Limão, que fica na própria Marginal, pouco antes da ponte da Freguesia do Ó. É bem fácil de chegar.

Trata-se de um espaço simples, que nos foi cedido com muito carinho. Então, tenham paciência e cheguem cedo para provar e garantir as melhores peças.

Como agradecimento pelo espaço, pedimos que todos os visitantes do Bazar Plus Size do Blog Mulherão levem 1 alimento não perecível. A Assistência Fraternal Francisco de Assis entrega 180 cestas básicas por mês às famílias carentes cadastradas. E alimentos como arroz, feijão, macarrão, biscoito recheado, lata de sardinha, óleo, café, açúcar e sal integram essa cesta.  Tudo o que puderem doar será bem-vindo e ajudará muitas famílias. No final do Bazar tiraremos uma foto das nossas doações e faremos um levantamento do quanto nós, mulherões, doamos juntas. Será bem legal ver que, juntas, podemos fazer a diferença.

Até lá!

8 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Dicas para ser uma empresária bem sucedida

renata poskus empresaria

Por Renata Poskus Vaz

Este texto é para você, amiga leitora que pensa em abrir seu próprio negócio.

Pensei bem antes de escrever este texto por dois motivos. O primeiro é porque eu soaria como arrogante ao me autointitular uma mulher bem-sucedida profissionalmente. Até aí, dane-se! Não posso me desculpar pelo insucesso alheio e tenho certeza que posso ajudar muitas muitas mulheres com meu depoimento. O segundo motivo é que fiquei com medo que me sequestrassem… hahaha… Então, deixo bem claro que ainda não atingi o último grau do sucesso profissional: o retorno financeiro esperado. Um dia eu chego lá! rsrsr

Vamos às dicas:

Saber identificar se você tem perfil empreendedor

Empreendedor nasce empreendedor. Tem gente que nasce para mandar e gente que nasce para obedecer. Todos são importantes, mas cabe a você decidir se tem essa veia de “patroa”. Você não precisa necessariamente ser uma pessoa “mandona”, mas precisa ter coragem, saber conversar com diversos tipos de pessoas e ser muito disciplinada. Também tem que ter fé. Pois haverá dias em que você terá muitas contas para pagar e nenhum dinheiro no bolso e terá que acreditar que momentos ruins existem e passam. Você não terá chefe para pedir socorro e tem que estar preparada para isso.

Desde pequena eu pensava em abrir um negócio próprio. Já quis ter uma escola infantil, uma casa de café colonial e depois uma agência de comunicação. E cá estou eu, hoje, com loja, evento, blog e um monte de trabalho que eu amo coordenar. Mas tudo isso só deu certo porque no fundo eu sempre tive certeza da minha competência.

Fazer escolhas não vantajosas para o presente, pensando no futuro

Para quem ainda não me conhece, sou formada em jornalismo e pós-graduada em marketing. Mas antes de me formar precisei ralar muito para pagar minha faculdade. Trabalho desde os 14 anos. Já fui assistente de classe em uma escola de método japonês de ensino, professora de ballet, recepcionista de eventos, secretária, babá, atriz, hostess em uma pizzaria e bancária. O trabalho no banco foi meu último emprego fora da área da comunicação. Apesar do salário generoso e dos inúmeros benefícios, eu sempre soube que não ficaria lá para sempre.

Mesmo assim, eu me dedicava muito. Fui uma excelente funcionária, diga-se de passagem. Sempre pensava que meus clientes poderiam ser parceiros profissionais no futuro e que eu precisava mostrar minhas potencialidades, mesmo fora da área que eu pretendia seguir.

No último semestre de faculdade, decidi deixar o banco para fazer estágio na minha área: jornalismo. Ganhava, na época, um salário de R$2500 e tinha apenas 23 anos. Larguei tudo para ganhar R$300 como estagiária de comunicação na Prefeitura de São Paulo. Não podia mais comprar roupas, viajar, passear com minhas amigas… Tudo mudou!

Eu não tive dúvidas em deixar meu emprego, mas depois, quando me vi sem dinheiro, criando dívidas, ralando feito uma condenada, é claro que senti arrependimento. E graças a Deus que não pude voltar atrás, porque no final deu tudo certo. Fiz a escolha correta! O conhecimento que obtive como estagiária e posteriormente como jornalista, assessora de imprensa, redatora, editora e roteirista foram essenciais para o sucesso do meu atual trabalho.

Você tem que abandonar a sua zona de conforto se quiser empreender e fazer sucesso!

Não desista

Diante das dificuldades você sempre vai querer desistir. Vai duvidar de si mesma milhares de vezes. Vai chorar. Vai querer voltar atrás. Então, pense em seu negócio como se fosse um filho. Você sempre sonhou com ele, desejou, concebeu, deu à luz e não pode em hipótese alguma deixá-lo morrer. Se fosse um filho seu doente, você desistiria dele? Nunca! Então, peça socorro, apoio, recue, avance, mas nunca desista!

Prepare-se para perder alguns amigos e fazer muitos inimigos

Quando você começa a empreender, deixa de sair e gastar como antes. Você sabe que neste mês tem dinheiro mas não terá garantia alguma de faturar no mês seguinte. Já não presente nas baladas como antes, verá seus amigos se afastando. Isso sem contar com aqueles que sentirão inveja da sua coragem e sucesso. No fundo, muitos gostariam de largar tudo e, sem garantias, correr atrás dos seus sonhos. Mas nem todo mundo tem coragem. E é a sua coragem, mais do que as suas próprias conquistas, que irão invejar.

Com o sucesso do seu trabalho, novos inimigos também surgirão. Gente talentosa vira seu concorrente, gente sem talento vira seu inimigo. Isso porque quem não tem talento sabe que só te derrubando é que conseguirão te superar. Não tema!

Sofri muito com isso. Ataques, fofocas e traições me atingiam com facilidade. Demorei a perceber que deveria me importar menos com o que falam. Vira e mexe, ainda vejo provocações na internet envolvendo o meu nome e o meu trabalho. Hoje consigo ler e rir. Não respondo. Me dá preguiça. Meu trabalho atingiu um nível de credibilidade e respeito que mesmo as fofocas e provocações colaboram para que ele se fortifique e seja valorizado.

Mas, calma! Novos amigos também surgirão. Fique atenta e aprenda a identificar as amizades sinceras.

Você não terá apoio para começar

No começo, ninguém vai querer te apoiar. Sua família, seus amigos e seu marido possivelmente vão te desaconselhar a largar a estabilidade do seu emprego para abrir seu próprio negócio. Vão te chamar de louca, folgada… Acredite em você e em mais ninguém. Não espere ajuda neste início e não se frustre. Abstraia.

Você não vai ganhar dinheiro fácil

Um negócio leva quase 3 anos para estabilizar e começar a dar algum lucro. Já vi muitas mulheres montando negócios e fechando em um ano, porque não tiveram paciência de esperar esse processo. Negócio próprio é como uma horta, você tem que investir, regar, cuidar e esperar por anos para dar frutos. Você tem que estar disposta a viver com pouco dinheiro e sempre reinvestir o que ganhar, para seu trabalho prosperar. Também perderá dinheiro. Isso é inevitável. Mas tenha fé.  Lembre-se sempre que não existem ideias ruins, o que existe são empreendedores impacientes ou que desistem fácil das coisas.

Você será muito feliz!

Você trabalhará 18 horas por dia, fará inimigos, pensará que está ficando louca, cogitará desistir, vai ganhar muito dinheiro em um dia, nada no outro, mas mesmo com tudo isso, será muito feliz. Não há nada mais gratificante do que traçar metas e executá-las com sucesso. Ver que está se matando, se sacrificando, mas por seu próprio negócio e não o de alguém que é indiferente contigo. No final, tudo terá valido a pena.

11 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Gorda ou gostosa?

Por Renata Poskus Vaz

Hoje me pesei na farmácia. Puxa, engordei! Estou com 91 Kg e acho que, novamente, com obesidade grau 1. Sabe como é, né?! Estresse no trabalho, ansiedade com o namoro novo… Eu me vejo gorda e comento: “dei uma engordada boa!”. E escuto: “gorda não, você é gostosa”.

Aí me pergunto: “esse povo acha mesmo que não rola ser gostosa e gorda ao mesmo tempo?”. Rola sim!

Olha para mim, sou gorda e gostosa, uma delícia nada modesta! Não curto aumentar muito o meu peso, porque sei que inevitavelmente vou acabar ficando doente. Isso acontece comigo, fato.

Mas engordar tem lá suas vantagens. Vejo surgir aquela bundinha boa, o quadril aumenta, a coxa torneada se revela, os seios parecem mais firmes…

A gostosura não para por aí. Ela se revela também de dentro para fora, na forma descomplicada e feliz com que passei a encarar a vida.E quer saber? Não há quem resista a uma pessoa de bem com a vida. Gente feliz contagia, atrai, seduz, encanta…

Nem toda gorda é gostosa e nem toda gostosa é gorda, mas essas duas mulheres coexistem em mim. E elas arrasam sempre.

E você, é uma gorda gostosa?

19 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Meu Look do FWPS

Por Renata Poskus Vaz

Oi gente! Eu havia esquecido de mostrar o look que usei no Fashion Weekend Plus Size.

Veja só:

Meu Look do FWPS 3

Meu Look do FWPS 2

Meu Look do FWPS 1

Vestido de renda: Ênfase

Sapato: Vizzano

Foto: Katia Ricomini

 

8 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Confira dicas de Lingerie Plus Size no Programa Okay, Pessoal!, do SBT

Por Renata Poskus Vaz

Olá, mulherões! Que nossa semana seja intensa e maravilhosa, do jeitinho que a gente merece. Hoje eu quero mostrar para vocês uma matéria sobre lingeries plus size que eu gravei para o programa Okay, Pessoal! do Otávio Mesquita, lá do SBT.

Mostrei peças da minha coleção para a Vislumbre e dei dicas de como valorizar seu corpo com uma lingerie GG. As modelos da matéria são Babi Monteiro e Ingrid Kriigen.

Aproveitando, quero agradecer a loja Dress Codes, que nos cedeu o espaço para essa gravação . Essa loja é uma excelente opção de compras para gordinhas.

Assistam:

 

 

5 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Prova de amor

Por Renata Poskus Vaz

Depois que meu longo namoro de 5 anos acabou, jurei para mim mesma que nunca mais iria me apaixonar por ninguém. Acontece que nessas coisas do coração, ninguém manda. De repente, eu, a durona master suprema do universo, estava completamente apaixonada por um cara vindo do outro lado do mundo.

A coisa mais estranha (e maravilhosa!) que já senti na minha vida. Alguém com o mesmo terrível gênio que eu, inteligência ímpar e muito delicinha.

Acontece que vocês que me conhecem bem, há 5 anos, sabem do meu gênio. Não justificando, mas já justificando, ainda não sabia lidar comigo mesma e outra pessoa nessa fase recém-saída pós-depressão. Aquele momento em que misturamos êxtase e inseguranças. Se não entendia a mim mesma, como entender o outro?

De repente, o casal aparentemente perfeito e que muitos admiravam, se estranhou. Eu não soube  lidar com esse desentendimento. E após uma sucessão de erros da minha parte, em tão pouco tempo, meu conto de fadas chegou ao fim. Minha ansiedade em reparar meus erros, em me justificar, em querer consertar, acabou afastando ainda mais ele de mim. Até um ponto em que não nos restou a mínima chance de reconciliação.

Mas antes desse ponto final, alguns amigos me sugeriram um vídeo para reconquistá-lo. E eu adorei a ideia. Passamos mais de uma semana produzindo. Recebemos apoio de mais de 60 pessoas. Muita gente apoiando. Havia também quem dissesse: “você está se humilhando, se rebaixando”. Não, eu não estava. Graças a Deus tive uma excelente criação e o que de mais valioso aprendi com meus pais é assumir meus erros e tentar repará-los. Se não escondo meus sentimentos de raiva e desapontamento, porque teria que deixar o orgulho falar mais alto e esconder o amor, o carinho e o desejo de perdão e entendimento?

E foi fazendo essa prova de amor para uma pessoa, que recebi a maior prova de amor da minha vida. A dos meus amigos. Pouco a pouco as contribuições para o vídeo foram chegando. Eu ria com todas elas. Muito bem-humoradas, gente que queria minha felicidade de verdade. Eram tantas contribuições que, infelizmente, mais da metade precisou ficar de fora. Gravamos e editamos dezenas de vezes porque tudo dava errado. Minha internet não estava funcionando, o software de edição pifava, muitas coisas deram errado, meio que um aviso: “olha, não faça isso, Renata, você vai se machucar!”

Mas eu fui até o fim e fiz. Prefiro sempre me arrepender de ter tentado a não fazer nada e, no futuro, pensar em como teria sido.

Enfim…

O que vocês verão hoje é uma prova de amor que não teve como ser entregue ao seu destinatário pois, mais uma vez, com  minha ansiedade, acabei sendo dura com as palavras e o afastando definitivamente de mim, sem chance alguma de reconciliação. Mas não deixa de ser uma prova de amor da amizade de meus leitores e amigos.

Esse vídeo tem muito amor para ser esquecido em um pen drive. Tem que ser dividido. Ele não pode mais trazer meu amor para mim, mas pode servir de inspiração para todos nós.

Amo vocês!

Obrigada, gente!

27 Comentários

Arquivado em Relacionamento

A beleza e a “magreza”

IMG_7894.JPG

Por Simone Fiúza

Acabou o suspense gente!

Sim, sou eu, Simone Fiúza, a nova colunista do Mulherão. Quero dividir com vocês experiências, dar dicas, enfim, escrever sobre o que vocês quiserem. E pra começar vou dividir com vocês esta foto que vi ontem pelas redes sociais e que muito me chocou. Ao mesmo tempo, me identifiquei e me vi no lugar dessa criança.

Quando eu era pequena sempre achei que só teria sucesso sendo magra. Queria ser Paquita e teria que ser magra. Queria ser borboletinha da Mara Maravilha e teria que ser magra. Modelo? Magra! Apresentadora de TV? Magra! Aparecer na capa da revista? Magra! Ser atriz? Magra! Cantora? Magra! Bonita? Magra! Médica de sucesso? Magra! Arquiteta? Magra! Dentista? Magra! Ou seja, na minha cabeça e na de milhões de crianças o sinônimo de ser magro e belo é o SUCESSO!!

Claro que não concordo em levantarmos a bandeira da obesidade, muito menos da magreza, a questão é: onde estão as pessoas “normais” dentro da realidade? Essas pessoas tem sucesso? Pois é… É isso que a mídia nos faz digerir há anos de uma forma ridícula que ser MAGRO é BELO e garantia de sucesso e ser GORDO é FEIO e garantia de fracasso.

Tenho certeza que esse é o meu papel principal em vida e na minha carreira. Espero poder mudar esse olhar com o meu trabalho, inspirar crianças, adolescentes e mostrar que realmente a beleza e o sucesso vem de dentro, junto com o amor próprio, que a beleza ultrapassa os dígitos da balança que você pode aceitar o seu biótipo, ser feliz, ter sucesso e o mais importante se AMAR!

Bjokas e se amem!

Simone Fiúza

14 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Não percam, hoje Renata Poskus no SBT!

Hoje não percam no programa Okay pessoal, do Otávio Mesquita no SBT a partir das 2 da manhã, matéria super bacana com a repórter Bárbara Koboldt entrevistando Renata Poskus.
A nossa blogueira irá apresentar sua linha de Lingerie para Vislumbre com as lindas modelos Barbra Monteiro e Ingrid Kriieng com a presença da assistente de palco do programa “The Noithe” Juliana Oliveira. Não percam que vai ser gostosinho!!

IMG_7941.JPG

IMG_7940.JPG

IMG_7943.JPG

IMG_7942.JPG

IMG_7944.JPG

6 Comentários

Arquivado em Uncategorized