Arquivo da categoria: O que rola por aí

Novo Ka só para mulherões

renata poskus forda ka

Por Renata Poskus Vaz

Semana passada fui convidada pela Ford para o lançamento do Novo Ka. “Vocês cometeram um engano? Sou blogueira de moda e comportamento”, perguntei. Não. Eles realmente queriam que o público feminino participasse com exclusividade deste lançamento. Nunca antes uma marca de veículos teve essa preocupação.

Fui toda feliz rumo ao Hotel Fasano Boa Vista, em Porto Feliz (SP), com mais 20 blogueiras e jornalistas. Ah, como eu fiquei feliz! Logo fiz amizade com outras meninas. Fomos recebidas com um coquetel e depois eu corri para a piscina com Kauane, minha nova amiga que estava representando o site It Mãe. Antes fiz uma selfie no banheiro, para não perder o costume da cafonice. Mas selfie no banheiro do Fasano vale, né?! kkk

renata poskus

piscina

No dia seguinte eu conheceria o Novo Ka, da Ford, mas antes quis fazer jus à minha veia pobrinha e aproveitar a banheira, que estava uma delícia! Saí dela parecendo uma velhinha, toda enrugadinha. rsrsrs

banheira

No outro dia, uma linda vista da janela do meu quarto. Era hora de levantar, tomar café e conhecer o Novo Ka.

vista

Pensei que eu não entenderia nada sobre o novo carro, mas na apresentação dos modelos que completam a linha do Novo Ka para as mulheres, a empresa decidiu focar menos na parte mecânica e mais em atributos ligados ao universo feminino, como escolha de cores e revestimentos (bem antenados com o mundo da moda), design do produto (o carro é compacto, mas parece um carrão robusto, a gente não se sente pequenininha no trânsito) e conectividade. Resumindo, o carro é inteiro moderninho e a versão mais simples já sai de fábrica com ar, direção e rádio.

Interior Novo Ka_01

O que pude perceber também é que o Novo Ka cresceu. Quem não se lembra de quando o Ka era uma baratinha? Era bonitinho, perfeito para jovens, sobretudo solteiros, mas eu tinha medo de ficar entalada no banco de trás… (só quem é plus size vai entender!kkk). Então, minha maior preocupação era checar se eu e minhas amigas gordinhas caberíamos dentro dessa nova versão. E, sim! Cabem 5 gordinhas tranquilamente! Ebaaa! E para sair do carro não tem esforço porque os bancos são elevados. Ou seja, ele serve também como um carro da família.

Interior Novo Ka_11

Outra coisa bacana são os inúmeros  “porta-trecos” espalhados pelo carro. Entre eles, um porta sacola no porta-malas e uma redinha para guardar o sapato de salto enquanto você usa a sapatilha para dirigir. O carro também tem baixo índice de emissão de poluentes e alto índice de eficiência e baixo consumo de combustível. ❤ Falou em economia a gente adora, né? ❤

Vejam as 2 versões do Novo Ka:

Novo Ka_30

 O preço da versão hatch 1.5 custa parte de R$ 40.390.

Ka+_17

O Novo Ka+ 1.0 (sedã compacto) chega com preço a partir R$37.890.

Participamos de uma gincana de organização dentro do carro, que obviamente perdi. No final, pudemos testar o carro na estrada. Cheirinho de carro novo é bom demais! Nenhum ruído e performance nota 10! É a primeira vez que participo de uma experiência como essa. Adorei!

ford primeiro dia38

ford primeiro dia40

 

novo ka

renata poskus 3

8 Comentários

Arquivado em Carro, O que rola por aí

Tô sumida!

Por Renata Poskus Vaz

Oi mulherões! Estou postando aqui no Blog Mulherão cada vez menos, não é? Chegamos naquela época do ano em que eu passo a me dedicar mais ao Fashion Weekend Plus Size e quase não me sobra tempo para nada. É um mês bem intenso, atribulado… Mas não vou sumir de vez,  não! Tenho um monte de novidades para contar, não só sobre o Fashion Weekend Plus Size, mas também sobre minha vida pessoal e meu trabalho como modelo, que eu prometi que não faria mais, mas fiz… rsrsrs

A foto abaixo foi feita após um trabalho como modelo, ontem, em uma cobertura no Centro de São Paulo. Um quadriplex lindo de morrer. E a outra é uma selfie feita no intervalo das fotos, no melhor estilo: “eu me amo e me acho o máximo”. Estou ansiosa para mostrar esse trabalho para vocês. Quem sabe na semana que vem eu já não divulgo?

Beijos!

renata poskus vaz

renata poskus vaz selfie

6 Comentários

Arquivado em O que rola por aí

Dia de Modelo em São Paulo: 19 de julho

banner ddm 2

Mulherões, dia 19 de julho, em São Paulo, faremos mais uma edição do Dia de Modelo Plus Size. É o último antes do FWPS que acontece em Agosto.  No semestre que vem o Dia de Modelo passará por reformulações e o preço será reajustado, após 5 anos. Então, aproveite e faça agora o seu book plus size profissional.

Data: 19 de julho/ sábado

Local: Perdizes/ São Paulo/ SP

Valor: R$400 – consulte desconto no pagamento antecipado e condições para pagamento parcelado.

Contato: blogmulheraosp@hotmail.com

Vejo vocês lá!

1 comentário

Arquivado em Dia de Modelo, O que rola por aí

5 dicas para utilizar o Instagram no dia do seu casamento

Por Renata Poskus Vaz

Nas últimas semanas tenho recebido uma série de sugestões de pauta com o tema “casamento”. Há alguns dias a própria Rebecca, nossa colunista do Mulherão, postou um ensaio fotográfico chiqúerrimo de um casamento chinês. Eu e minha síndrome de  perseguição já estávamos achando que tudo isso era uma conspiração do universo e das amigas para esfregar na minha cara o meu “encalhamento”. Foi só então que eu lembrei que maio é o mês das noivas.

E sabe que até estou achando graça?

Uma das dicas que recebi é como usar o Instagram no dia do casamento. Veja abaixo. Se você está encalhada como eu, pode aplicar essas dicas em sua festa de aniversário.

Instagram casamentoFoto: roubei daqui

5 dicas para utilizar o Instagram no dia de seu casamento

Para celebrar a chegada de maio, mês das noivas, o Instagram Brasil preparou uma lista com dicas sobre como a plataforma pode ser usada para eternizar todos os momentos do grande dia. Com a ferramenta, é possível aproveitar cada momento, olhar e detalhe, de diferentes e importantes pontos de vista: os de amigos e familiares dos anfitriões.

Confira abaixo 5 passos fundamentais para quem quer ver seus momentos de alegria compartilhados:

1.       Defina uma hashtag

Mais do que ter seu casamento fotografado por pessoas queridas, o uso do Instagram permite unificar todas as fotos em uma única pesquisa, o que facilita muito encontrar as imagens. Mas para que isso aconteça você precisa criar uma hashtag. Pode ser algo simples, como #CasamentoNoivaNoivo ou #FestaNoivaNoivo ou #NoivaNoivoAno, mas precisa conter termos que identifiquem a ocasião e os noivos.

Você pode começar a usar a hashtag do seu casamento antes mesmo da festa. O registro da visita a um buffet ou salão, a escolha da decoração, o momento do convite aos padrinhos, enfim, todo e qualquer registro sobre os preparativos podem ser marcados com a hashtag. Assim, os convidados e pessoas do seu círculo de amizade já vão se acostumando e também podem começar a usar a hashtag em imagem relacionadas a seu casamento.

2.       Convide as pessoas para participarem

No dia da festa, prepare plaquinhas e sinais, convidando as pessoas para que fotografem e compartilhem os momentos de felicidade no Instagram. A informação pode ser incluída em uma lousa ou painel na entrada, nos cardápios de comida e bebida, de forma discreta nos enfeites de mesa e em outros lugares que sejam visíveis.

Aproveite e incentive também o uso de diferentes filtros, disponibilizados pelo Instagram, para que as imagens fiquem ainda mais bonitas. Por exemplo, é possível potencializar os efeitos de cor e contraste, com os filtros Lo Fi, X Pro II e Hefe, ou mesmo dar um ar vintage para as fotos, usando o filtro 1977.

3.       Aproveite a ocasião para registrar sua felicidade em vídeo

Com o Instagram também é possível produzir vídeos de 15 segundos, tempo suficiente para um recado ou o registro de um momento importante. Com a hashtag escolhida, você pode pedir a seus padrinhos e convidados para gravem em vídeo a entrada dos noivos, a primeira dança do casal, o momento de cumprimentar os convidados e até alguns flagras na pista de dança. Imagina que delícia poder conferir diferentes detalhes do seu dia especial, em takes exclusivos e que podem ser conferidos em tempo real?

4.       Mostre as fotos compartilhadas, em tempo real, por meio de um slideshow

Utilize um telão ou mesmo uma televisão, ligados a um computador, para exibir as fotos que estão sendo tiradas por seus convidados em tempo real. As pessoas vão se divertir com as imagens e ficarão com mais vontade de compartilhar suas próprias fotos. Para essa ação, a dica é utilizar um aplicativo gratuito como Eventsgram (http://eventstagr.am/), que compila as imagens e as apresenta em formato de slideshow.

5.       Prepare imagens e vídeos especiais para pessoas especiais

Mesmo que sua vontade seja compartilhar com o mundo toda a sua alegria, nós sabemos que sempre tem uma imagem ou um recado para ser dividido somente com algumas pessoas. Para isso, você pode utilizar o Instagram Direct, ferramenta que permite o compartilhamento de fotos e vídeos de forma individual ou para grupos de até 15 pessoas. Quando compartilhada via Instagram Direct, o conteúdo fica disponível somente para que as pessoas que a receberam possam curtir ou comentar. Por meio da ferramenta você pode, por exemplo, gravar um vídeo especial de agradecimento para os seus padrinhos ou aquele grupos de amigos que te acompanha em todos os bons momentos da sua vida.

***

Gostaram? Vou postar mais algumas diquinhas que recebi sobre casamento ainda esta semana. Beijão!

2 Comentários

Arquivado em O que rola por aí, Relacionamento

Fashion Weekend Plus Size anuncia data e novo local

Por Renata Poskus Vaz

Evento será realizado no auditório Elis Regina – Anhembi, no domingo 23 de fevereiro, apresentando as coleções  inverno 2014


Ensaio fotográfico homenageia mulherões que possuem outras profissões, mas que também desfilam

Imagem

A nona edição do “Fashion Weekend Plus Size – FWPS” , que apresentará os lançamentos para oInverno 2014,  será realizada no domingo, 23 de fevereiro, no Auditório Elis Regina, na capital paulista. O ensaio fotográfico de divulgação do evento foi inspirado na alfaiataria masculina, evidenciando o poder sensual das mulheres bem resolvidas com suas formas.

A cada edição do FWPS, a diretora do evento, Renata Poskus Vaz, utiliza um critério diferente para escolher as modelos que participam da foto conceito para a divulgação pré-evento. Podem ser, por exemplo, os grandes destaques da moda Plus Size, ou as new faces mais encantadoras. Desta vez, as modelos fotografadas são mulherões que atuam em outras profissões, mas que sempre se organizam para poder desfilar no evento e fazer outros trabalhos como modelo Plus Size. São elas: Beatriz Yumi,Fabíola RomãoJoice BaricallaMaria Cecília Baumegger e Veronica Romera.

Renata Poskus Vaz declara: “O conceito para o ensaio fotográfico foi inspirado na alfaiataria masculina, evidenciando o poder de mulherões que podem ser mães, profissionais e também estarem começando a atuar como modelos PlusSize, valorizando a autoestima e a beleza natural de cada mulher”.

Conheça um pouco mais sobre as modelos que fazem parte do ensaio fotográfico do FWPS Inverno 2014:

Imagem

Beatriz Yumi – Com 24 anos de idade, manequim 46, a consultora de finanças paulistana participou da última edição do FWPS, no desfile da marca de acessórios Korukru, a convite da amiga Sofia Scalopi. Beatriz declara: “A maior parte das pessoas não consegue me ver como modelo Plus Size, me acham fofinha, um pouco acima do peso, mas não uma modelo Plus Size como as pessoas imaginam. O que me inspira a buscar trabalhos como modelo é, além do orgulho da minha família e amigos, mostrar que beleza não tem tamanho e que não são só roupas largas que caem bem em mulherões”.

Imagem

Fabíola Romão – A paulistana de 29 anos veste manequim 46/48, é consultora de vendas e, além de já ter desfilado em três edições do FWPS, foi a primeira musa Plus Size do Carnaval de São Paulo, em 2012, e já fotografou para catálogo Plus Size e desfilou para a marca de lingerie DuLoren e em um desfile de noiva. Fabíola conta que quando foi eleita musa do Carnaval de São Paulo a maioria das pessoas não entendeu e ela precisava explicar que quem veste manequim acima do 46 também pode ter samba no pé e pode desfilar na avenida. Ela sempre desejou ser modelo, mas, por ser gordinha, achava que não conseguiria. Até que um dia leu uma matéria sobre casting para mulheres acima do 46, foi participar e  foi elogiada, A partir daí, decidiu seguir em frente, sua autoestima aumentou. Fabíola declara: “O que me inspira a ser modelo Plus Size é ser mulherão! Ter autoestima, ser feliz, sou uma mulher que se aceita e gosto de mostrar através do meu sorriso e da minha expressão corporal o quanto estou satisfeita com a pessoa que me tornei e que muitas possibilidades surgiram por eu ser gordinha e que não teriam surgido se não fosse o meu biótipo”.

Imagem

Joice Baricalla – A fotógrafa catarinense tem 33 anos e veste manequim 46/48. Ela participou da última edição do FWPS, realizada em julho de 2013, e já trabalhou em algumas campanhas publicitárias e catálogos. Em outubro de 2013, foi eleita Miss Santa Catarina Plus Size 2014. Joice conta que foi um momento único, no qual se lembrou de todas as dificuldades que enfrentou para encontrar uma roupa ou ter um atendimento de qualidade em uma loja. Ela decidiu ser modelo Plus Size quando conheceu a história da brasileira Fluvia Lacerda, que foi descoberta em um ônibus em New York e hoje é uma das principais modelos Plus Size do mundo. “Conhecer a história de Fluvia foi um incentivo, pois ela se aceita linda como ela é, independente de seu peso. E, se pararmos para analisar e deixarmos de nos influenciar pelo que a sociedade pensa a nosso respeito, seremos livres de preconceitos e mais felizes”, declara Joice. Sobre o FWPS, Joice destaca: “Tive a maravilhosa oportunidade de desfilar da última edição do FWPS, conheci de perto modelos que só via em matérias e anúncios e, o mais gratificante, aprendi mais sobre o mundo da moda. Agradeço à Renata Poskus Vaz os ensinamentos, pois quem desfila no FWPS realmente cresce bastante na área”. E completa: “Além de uma realização pessoal, o que me inspira a seguir na carreira é poder ajudar mulheres a se aceitarem e a cuidarem mais de si, recuperando a autoestima”.

Imagem

Maria Cecília Baumegger – A paulistana de 26 anos é estudante de canto erudito e fez seu primeiro trabalho como modelo Plus Size em 2008, para aumentar a autoestima e depois não se interessou mais. Em 2013, diversas pessoas da área de moda Plus Size insistiram para que ela tentasse a carreira. Na época, estava sendo realizado o casting para o FWPS e ela imaginou que seria uma ótima maneira de começar a carreira. Maria Cecília declara: “Eu sempre gostei de moda e, com certeza, se não fosse tão apaixonada por música, por ópera, seguiria alguma carreira ligada à moda. Como a profissão de cantor erudito exige muito tempo de estudo, eu pensei que ainda nos meus primeiros anos de estudante eu poderia me dedicar também a outra coisa que me fizesse feliz e que ainda me ajudaria a combater a timidez, além de estar em outro mundo muito interessante, pois quando você está modelando você está interpretando um personagem, você empresta sua imagem para uma ideia, a uma roupa, ao desejo de quem quer ter essa roupa e isso é incrível”. Maria Cecília conta sua história pessoal: “Aos 13 anos tive minha primeira crise de depressão, depois de várias crises fui diagnosticada com Transtorno Bipolar. Eu me senti muito sozinha e com ódio de mim mesma por ser assim e com os remédios engordei 30 kg e eu até então estava dentro do padrão. Hoje eu vejo que é possível levar uma vida normal, ter controle sobre o próprio corpo e sobre a mente e que eu não sou a doença, como eu acreditava antes. Sendo modelo, eu sei que posso inspirar muitas mulheres a verem o lado bom da vida, pois se não fosse por tudo que passei eu não estaria aqui e, honestamente, por pior que tenha sido, eu não hesitaria duas vezes, pois a sensação de vitória é inexplicável e o mais engraçado é que eu sou muito mais feliz hoje, gorda, do que quando era magra”!

Imagem

Veronica Romera – A psicóloga paulistana de 39 anos veste manequim 46 e atualmente trabalha como coordenadora de recrutamento e seleção de uma multinacional francesa. Já desfilou no FWPS e foi modelo de prova de uma marca Plus Size. Veronica diz que as pessoas ainda não entendem o conceito da moda Plus Size e ridicularizam a tendência. Além disso, acredita que o mercado brasileiro de moda Plus Size ainda é pequeno e pouco explorado. Veronica declara: “Minha inspiração é poder realizar alguns trabalhos, independente do número do meu manequim e também da minha idade, o mais interessante é poder mostrar a beleza de mulherões da vida real. Tenho quase 40 anos e posso mostrar minha beleza fora do padrão imposto pela sociedade e fazer com que as mulheres mais velhas também possam se reconhecer como participantes do mundo da moda, se sentirem bonitas”.

Renata Poskus Vaz declara: “Os confeccionistas de moda Plus Size estão cada vez mais atentos ao que os consumidores querem e o Inverno 2014 será poderoso,  realçando a força e a beleza de mulheres bem-sucedidas e bem-resolvidas”.

Ficha Técnica:

 Fotos Conceito  ‘FWPS Inverno 2014’

Produção: Renata Poskus Vaz e Carol Santos

Fotógrafa: Adriana Líbini

Make & Cabelo: Patrícia Refineti

Modelos: Beatriz YumiFabíola RomãoJoice BaricallaMaria Cecília Baumegger e Veronica Romera.

7 Comentários

Arquivado em Fashion Weekend Plus Size, Moda e estilo, Modelo GG, O que rola por aí

Porque não precisamos de uma Barbie gorda

Por Cíntia F Rojo

Barbie Gorda

Eu não queria falar sobre esse assunto pois, para mim, o timing já tinha passado. Ficou lá atrás, no finalzinho de 2013 e todo mundo que tinha que se pronunciar a respeito já o tinha feito. Acontece que, como faço muitas pesquisas na área de maquiagem, estou sempre de olho nas pautas de beleza mundo afora e foi numa dessas pesquisas que eu cheguei a uma publicação mexicana, voltada para o público feminino de 15 a 20 anos, sobre a tal Barbie Gorda.

A Barbie Plus Size (eu sei que muitas pessoas não gostam da palavra “gorda”) foi uma iniciativa de uma agência de modelos, a Plus Size Modeling, que divulgou a foto no seu perfil do facebook com a seguinte pergunta: as empresas de brinquedos deveriam começar a fabricar Barbies plus size?

Eu já tinha visto a tal foto, já tinha opinado sobre a boneca e achei que, como “assunto do momento”,  a história toda tinha acabado. Hoje, porém, mesmo tendo se passado muitos dias, vi na revista estrangeira que o assunto continua entre os mais acessados entre as adolescentes daquele país e fui ler os comentários das meninas.

Existe um misto de opiniões: “deveriam fazer uma com medidas medianas para que, desde pequenas, as meninas saibam que não é bom ser magra demais ou gorda demais”; “não vejo sentido em lançar uma boneca dessas; é o mesmo que dizer que engordar é bom e isso pode influenciá-las negativamente”; “não me odeiem mas a gorda, definitivamente, não me agrada”. Mas eu gostei do seguinte argumento: “a verdade é que se os pais educarem adequadamente suas filhas, não terão que se preocupar com a influência da boneca sobre as meninas. Sobre ser muito magra ou estar acima do peso, não significa que sofram de transtornos alimentares. Há pessoas que nasceram assim como também há pessoas que nasceram com corpo atraente sem terem feito cirgurgia”.

A Barbie foi criada no final da década de 50 e simboliza uma mulher jovem, descolada, amiga, companheira, romântica e politicamente correta. Como sempre foi uma  personagem extremamente magra, nunca foi um modelo de opressão para as mulheres gordas. Ninguém nunca esperou de mim, nas curvas do meu quadril 48, que eu fosse como a Barbie e, com isso, sempre tive a chance de mostrar outras qualidades que as mulheres-barbie não têm a chance de mostrar pois acabam sempre sendo transformadas em troféus. Há mulheres que não se incomodam com isso – ok, cada um sabe o que lhe traz felicidade! – mas outras mulheres acabam se tornando reféns da própria beleza.

Eu gosto muito da beleza genuína, a beleza autêntica. Se temos uma festa de gala, parecemos deslumbrantes. Se vamos ao supermercado, parecemos lindas em nossos looks-de-empurrar-carrinhos. E tem a nossa beleza de quando vamos levar os filhos à escola, quando estamos na praia, quando vamos faxinar a casa (opa! Porque não?) ou quando temos que dar uma mãozinha de tinta no teto do banheiro (totalmente autobiográfico! Rs). As Barbies fazem essas coisas? Não. A Barbie é tão irreal, tão irreal, que devemos deixá-la do jeitinho que ela está: nas coleções dos aficcionados, nas prateleiras das lojas e nos baús de brinquedos.  Não há razão para nos preocuparmos com ela.

Creio que um pouco de fantasia não faz mal à ninguém e nossas meninas podem brincar à vontade com suas bonecas magrinhas e platinadas. A lição sobre auto-estima elas aprenderão quando olharem para nós, mulherões, e entenderem que é possível ser bonita, realizada e feliz independente do manequim.

(Foto: internet)

12 Comentários

Arquivado em Beleza, comportamento, Modelo GG, O que rola por aí, Para Refletir

Look do dia: Vestido branco + Sapato azul

Por Renata Poskus Vaz

Na quarta-feira participei de um chá beneficente na casa da atriz Andréa de Nóbrega, em Alphaville. O objetivo de encontro era o de arrecadar brinquedos para crianças de comunidades carentes de Barueri/SP.

Escolhi um vestidinho branco (que embora tenha elastano, acabou ficando amassadinho. Estou emagrecendo e as roupas estão ficando largas em mim) e usei com pulseira e bracelete dourados e sapato azul.

look do dia 3

renata e andrea de nobrega

look do dia

Vestido: Xica Vaidosa

Sapato: Passarela

Bolsa: Marisa

4 Comentários

Arquivado em Eventos, Look do Dia, O que rola por aí, Uncategorized