Arquivo da categoria: Testei e aprovei

Testei e NÃO aprovei: escova de cabelo da marca orgânica

escovas_organica

Por Renata Poskus Vaz

Gente, conhecem a Orgânica conhecida por suas tradicionais buchas de banho vegetais? Pois bem, a marca lançou há alguns anos uma linha de escovas de cabelo feitas com bambu. Entre as promessas, a de que a escova tem propriedades naturais bactericidas, efeito anti-frizz além de ser ecologicamente correta,  já que é biodegradável e, no seu descarte, não estaremos comprometendo o meio ambiente. O que eu não sabia ao comprá-la é que eu testaria essa propriedade biodegradável muito antes do que gostaria.

Na segunda-feira, comprei uma unidade da escova Orgânica no supermercado Wal Mart. O meu modelo escolhido foi o de bolso, para que não ocupasse muito espaço na mala da academia. Sempre usei escovas pequenas, pois meu cabelo é ralo, com pouco volume e escovas maiores sempre foram desnecessárias. Acontece que usei essa escova apenas 2 vezes e as cerdas logo se soltaram.

Fiquei bem decepcionada. E como uma legítima mão de vaca, achei uó do borogodó gastar R$13 em uma escovinha que durou tão pouco tempo.

Minha sugestão? Não comprem.

 

6 Comentários

Arquivado em Testei e aprovei

Testei e aprovei: TRESemmé Color Revitalize

Por Renata Poskus Vaz

Quando tingi meu cabelo de castanho, há quase um mês atrás, precisei susbtituir o xampu roxo para desamarelar fios loiros, por um que protegesse a nova cor castanha. Na farmácia, vi uma “promoção” de TRESemmé e decidi testá-lo. Nunca tinha ouvido falar do sucesso dessa linha em terras estrangeiras, tampouco que a proposta da marca é levar a performance do salão de beleza para a casa das mulheres (até porque todas as marcas dizem isso em suas propagandas).

Exagerada, comprei um xampu Color Revitalize de 750 ml e um condicionador do mesmo tamanho. Ambos custaram mais ou menos R$17 cada. Na embalagem diz que o xampú é especial para cabelos tingidos, confere uma cor radiante, protegendo a cor por mais de 40 lavagens e tem vitamina E e chá verde.

Achei que não protegeu a cor por muito tempo. Meu cabelo já está quase loiro novamente. Porém, como nunca tive essa experiência positiva com nenhuma outra marca, não me rebelei. Achei positiva a sedosidade que ele confere ao cabelo. Eu vivia com os fios arrepiados e com cara de “por favor me hidrate”, mas agora eles brilham mais e também se mantém mais comportados. Como meu cabelo é ralinho, fica oleoso no fim do dia. Percebi que preciso uma vez por mês lavá-los com xampu anti-resíduos para contrabalancear. Por este mesmo motivo é que não usei os outros produtos da linha, máscara hidratante e creme para pentear. Achei que ia ficar muito pesado e ralinho.

Gostei muito da fragrância do Xampu, mas o condicionador tem cheirinho de ausência. rsrsrs

O tamanho exagerado das embalagens só compensa para quem tem cabelos muito volumosos. O xampu faz muita espuma e rende pacas, portanto acho que levarei mais uns 3 meses para acabar com ele. Muito tempo para quem enjoa fácil dos produtos de beleza.

Você já usou THRESemmé? Comente sua experiência!

13 Comentários

Arquivado em Beleza, Cabelo, Testei e aprovei

Testei e aprovei: Linha nivea sun com proteção TOP

Por Renata Poskus Vaz

Olá, mulherões! Estou preparando minha necessaire com alguns produtos de mulherzinha para a viagem de ano novo. Vou para a praia e a minha maior preocupação, sem dúvida, é com a pele. Sou nível 10 da branquelice e não bronzeio de jeito nenhum, então, o item número 1 das minhas compras é o bloqueador solar.

Meu preferido erao Sundown. Usei-o desde a mais tenra idade. Lembro-me que minha avó materna me bezuntava de Sundown fator 8 na praia achando que estava arrasando na proteção. E sabe que associado à camiseta, guarda-sol e boné, até ajudava? Acho que os raios solares, há mais de 20 anos, não formavam essa grelha cósmica de hoje.  Quando fiquei adulta e passei a comprar meu próprio protetor, usava o fator 15 ou 20, no máximo, pois queria pegar uma corzinha. Beirando os 30 anos e querendo fugir das rugas e marcas de expressão, investi também no protetor com fator 30.

Porém, o Sundown ficou muito caro, então, procurei uma marca que o substituisse e que eu sentisse segurança. Testei Cenoura e Bronze e não gostei. Acho que por puro preconceito, porque tinha uma tia-avó chata que vivia economizando em coisas que não deveria, como por exemplo, protetor solar, e vivia com manchas bizarras de sol na pele. O protetor predileto dela era o Cenoura e Bronze, super baratinho. Para compensar, eu usava o dobro de protetor em mim, com isso, a economia acabava saindo cara pois o protetor durava menos do que os de outras marcas.

Minha terceira tentativa foi com o Avon Sun. Não é ruim, mas também não me agradou tanto, parece que dura menos na pele. Além do que, você tem que encomendá-lo com uma consultora da Avon, não tem a pronta entrega e pode demorar a chegar.

A quarta e bem sucedida tentativa com protetores solares foi com o Nivea Sun.  Antigamente ele era muito grosso, difícil de espalhar e, com isso, não rendia muito. Agora, existe uma nova fórmula, a Light Felling que espalha e é absorvida mais facilmente. E o cheirinho é muito bom também! Comprei duas versões, com FPS 30 e FPS 15.

E para completar a linha, comprei também (vou testá-los na praia e depois conto para vocês o que achei):

NIVEA Lip Care SUN FPS 30: ajuda a evitar o ressecamento, rachaduras e aparecimento de rugas prematuras ocasionadas pelo sol. Possui fórmula de alta proteção contra queimaduras solares, com FPS 30 e vitamina E, que mantém a estrutura natural da pele. Custa, em média, R$10.

NIVEA SUN Loção Hidratante Pós-Sol –   restaura a perda de umidade e prolongam o efeito bronzeado na pele. Com textura leve e suave, favorece a rápida absorção. Custa em média R$13.

9 Comentários

Arquivado em Testei e aprovei, Uncategorized

Testei e aprovei: calcinha com cinta liga por R$35 ai, ai, ai, ui, ui

Por Renata Poskus Vaz

Meninas, sempre venho aqui e posto meus testes de produtos de beleza. Mas hoje postarei um produto diferente que também deixa a pele bonita, se é que vocês me entendem. rsrsrs.  Trata-se de uma calcinha com cinta liga da Daira muito, muito charmosa. A modelo da foto está meio magrelinha, mas dá para ter uma idéia de como ela fica legal no corpo, já que tem uma faixa bem larguinha de renda na parte da liga. E ela é confortável, não fica enfiando no meio do bumbum. Pronto, falei. Para comprar, clique aqui.

15 Comentários

Arquivado em Lingerie, Testei e aprovei

Testei e aprovei: Glamour Secrets Black do O Boticário

Por Renata Poskus Vaz

Olá, mulherões! Gosto para perfume é bem particular, mas como o Blog Mulherão é uma espécie de diário, achei que gostariam de saber sobre minha última aquisição, o “Glamour Secrets Black”, do O Boticário. Ontem foi Dia das Mães e como algumas de vocês já sabem, minha mãe é falecida há quase 9 anos. Estava no Supermercado com minha família e decidi entrar na loja do O Boticário e dar um presente para mim mesma. Foi minha irmã que aplicou no braço o Glamour Secrets Black. Senti a fragrância e me apaixonei. É bem feminino e adocicado, da família olfativa oriental frutal. Embora seja uma deo colônia, tem um bom fixador. Comprei um também para minha irmã e para minha madrasta, já que O Boticário parcela em até 5 vezes no cartão de crédito.

Valor: R$92 cada.

 

39 Comentários

Arquivado em Perfumes, Testei e aprovei

Testei e aprovei: Clear anticaspa hidratação intensa e Seda Citric Fresh

Por Renata Poskus Vaz

Vocês já devem ter acompanhado meu sofrimento para combater a caspa. Em janeiro a situação piorou muito. Eu estava enjoada do meu cabelo ruivo e queria a todo custo pintá-lo de castanho. Mas eu sabia que se passasse uma tinta por cima em uma semana estaria com os cabelos vermelhos de novo. Então, liguei para o Davizinho, meu cabeleireiro fodástico, mas ele estava com a agenda lotadérrima para o fim de ano.Foi aí que encarnei a sabe-tudo e descolori sozinha o meu cabelo. Fiz duas descolorações em um único dia seguidas de uma tintura castanho escura. Isso doeu horrores. Passei a virada do ano com a cabeça inchada, dolorida e, nos dias seguintes, minha cabeça descamou inteirinha. A caspa habitual se transformou em um mundaréu de casquinhas brancas.

Após consultar um dermatologista, passei a usar um remedinho em solução no couro cabeludo. E passei a usar dois produtos, intercalando-os a cada 15 dias: clear anticaspa hidratação intensa e Seda Citric Fresh. Gostei bastante dos dois.

No fim de janeiro precisei voltar à cor ruiva para fazer o trabalho da Duloren. E neste mês descolori novamente, voltando ao loiro. As caspas acabaram, finalmente! O meu cabelo está bem judiado devido ao excesso de química, mas acredito que deveria estar bem pior se não estivesse usando o clear anticaspa hidratação intensa.

Em breve farei uma plástica de fios e mostrarei o resultado para vocês. Por enquanto fiquem com minha foto com o novo cabelo loiro (desviem o foco da pose periguete e percebam os fios arrepiados).

4 Comentários

Arquivado em Beleza, Cabelo, Testei e aprovei