Arquivo da tag: aceitação

O que é se aceitar?

Por Grazi Barros

Muito se tem ouvido e discutido sobre aceitação, sobre pessoas que se aceitam, pessoas que fingem que se aceitam e pessoas que não se aceitam. Pois bem, mas o que vem a ser verdadeiramente autoaceitação?

Se aceitar e se amar VERDADEIRAMENTE, não tem nada a ver com estar gordo ou magro.

Uma pessoa pode estar gordinha e achar isso o maior barato, se achar linda e realizada, se cuidando sempre, praticando exercícios físicos regularmente e tendo um corpo mais cheinho e fora dos padrões, mas para ela isso está ok, agradável, saudável e bonito. Ela se curte e se ama assim!

Uma outra pessoa, ao contrário, já gosta de se sentir magra, tem o biotipo, a genética, estrutura, desenho do corpo mais esbelto e se gosta assim, se acha bonita , saudável, come moderadamente nas horas certas, ou até faz um controle alimentar sem paranóia, mas com o foco e objetivo na saúde e na busca de uma alimentação e vida mais saudável. Para essa pessoa estar magro que é o grande barato, ela vive bem assim gosta assim, se aceita assim. Fez uma escolha, e essa escolha é ser magro.

Uma terceira pessoa, curte demais exercícios físicos, gosta de liberar endorfina, se sente mais animada, mais leve, mais radiante, mais esperta, com mais disposição. Para essa pessoa, a prática de exercícios físicos a motivam e a fazem com que ela, através dos hormônios liberados, se sinta mais bonita e confiante. Nada a ver com padrões estéticos, essa pessoa malha porque gosta e se sente bem assim e também fez a sua escolha e se aceita assim, gosta assim, se sente bem e feliz assim! Pode até ouvir que seu corpo está muito sarado, muito exagerado, mas não importa! Ela gosta e está satisfeita e é isso que importa, ela não quer admiração e aceitação do outro, ela já se aceita e está ok assim, sem mais!

Enfim, cada um tem uma escolha e para cada um o bem-estar, a saúde e a beleza falam de uma forma. Não tem nada a ver dizer que uma mulher gordinha não se aceita se para ela não está legal ficar gordinha, se ela se sente pesada, indisposta, sem ânimo, com dores na coluna e na lombar .. Para ela não está ok e ela não quer saber da opinião das pessoas, dos padrões da mídia impostos ( silicone, bundão…), ela quer se sentir leve e ter saúde, não está nem um pouco preocupada em ser aceita, se fazer aceita, tentar mostrar nada. Ela é ela e é isso que importa!

Também não tem nada a ver dizer que uma mulher magra não se aceita se ela quer ficar mais saradinha, sem exagero, mas somente pra ficar com mais curvas porque ela acha bonito, acha legal. É uma escolha dela, unicamente dela!

O que quero dizer com tudo isso, é que auto-aceitação VEM DE DENTRO, DA SUA ESCOLHA E NÃO BASEADA NA OPINIÃO EXTERNA E NOS VALORES EXTERNOS, MAS NOS SEUS PRÓPRIOS VALORES E NO QUE É BOM PRA VC! Senão, se a moda fosse a de anos atrás, os corpos ditos ” aceitos” seriam os mais cheinhos, e toda mulher iria engordar porque está na moda, é o padrão de beleza imposto e se ela não ficar igual será excluída, não aceita, e consequentemente, não amada! Já avançando nos tempos e parando na época atual, o padrão imposto é ” magro”, sarado, com silicone e bundão sim, mas tudo esbelto e esguio, sem exageros e essa mesma pessoa iria ter que emagrecer a qualquer custo para ser aceita e amada, afinal é mais cheinha e está fora do estereótipo imposto pela sociedade.

Enfim, se a pessoa coloca o foco fora, e faz suas escolhas de vida, seja ela qual for, baseada no que os outros pensam para se sentir aceita e amada, não sendo fiel a si mesma , suas escolhas e sua consciência,  essa pessoa não se aceita, não tem opinião prórpria, não tem poder pessoal, não tem vontade própria. É perfeitamente manipulável e vive de acordo com os padrões e não com suas escolhas e própria satisfação. É o vulgarmente chamado de : ” Maria vai com as outras.” !

Na verdade, quem se aceita está satisfeito e realizado, não reclama, ao contrário, agradece! Não se compara a nada , nem a ninguém, porque é sábio e inteligente o suficiente para saber que cada um é um, cada um tem sua história, sua vida e suas escolhas e o que é bom pra um, pode não ser bom pra outro. Não está preocupada com aplausos, mas sim em executar o ato, e esse ato se chama vida e essa pessoa escolhe vivê-la da forma que é boa para ela, no tempo dela e de acordo com a alma dela.. O foco é o ser, o que está dentro e a verdade! Não vive de ilusão, vive de realização!

Dani Moura, Grazi, Dani Lima e Beatriz: amigas que se aceitam e são muito felizes!

42 Comentários

Arquivado em comportamento, Preconceito

Depoimento Viver a Vida

Olá pessoRenata Poskusal, estou aqui para agradecer o imenso carinho de todos vocês.

Não sabí amos que meu depoimento passaria hoje no final de Viver a Vida, mas passou… E eu não podia estar mais feliz com a escolha da da ta!!!

Natal é um momento importante, e poder dividir coisas da minha vida em rede nacional só reforça que criar o blog foi a melhor idéia que tive em 2009.

Este cantinho que começou meu, hoje é o cantinho de muitas pessoas, e sinto muito orgulho de ver que só de ter o nome do blog mencionado, temos mais de 25 mil visitas, em menos de 01 hora!

Quero muito agradecer esse carinho, e dizer que vocês são sempre bem-vindos aqui !!!

Um final de Natal maravilhoso para todos!

Vídeos do VodPod não estão mais disponíveis.



781 Comentários

Arquivado em Uncategorized