Arquivo da tag: gestação

Grávida e Gordinha: confira a história de Bia Lage

gravida 2 gravida gordinha 1

gravida gordinha 3

Por Bia Lage

Olá, pessoal! Recebi o convite de falar sobre minha gestação aqui no Mulherão, o que me deixou muito feliz e envaidecida por se tratar de um blog que eu admiro muito e acompanho sempre. Lá vai a minha história…

Fiquei muito enjoada depois que voltamos de um acampamento de carnaval. O namoro era recente.  Estávamos juntos há apenas 1 mês e entrei em pânico. Como eu poderia ter deixado aquilo acontecer? Fiz o exame beta sem que meu namorado soubesse, mas não consegui segurar por muito tempo a notícia da gravidez. Eu estava apavorada, com medo da rejeição e medo de atrapalhar a vida daquele menino de 22 anos. Tomei coragem e contei que tinha feito o exame e que achava que estava grávida. Chorei muito, parecia uma tragédia, mas no fundo era só desespero. A reação do meu namorado não poderia ser melhor. É claro que ele ficou em choque, apavorado também, mas se comportou como um verdadeiro homem. Pegamos a confirmação do meu exame pela internet nesse mesmo dia. Foi aí que tudo começou.

gravida gordinha 7

gravida gordinha 6

Liguei para a minha ginecologista que me recebeu com muito carinho dizendo que cuidaria de mim. Fiz uma bateria de exames e fiquei muito preocupada com o fato de ser uma gestante obesa. Só pensava como isso poderia afetar o meu bebê. Exames prontos e, para a nossa surpresa, o resultado do meu hemograma foi perfeito. Nada de colesterol ou triglicerídeos altos… Mantenho meus exames em dia, com todos os cuidados possíveis. Meu agora noivo cuida da minha alimentação preparando saladas diariamente. Estou controlando o máximo que posso o meu consumo de doces (que são a minha tentação) e bebendo bastante água. Perdi 6 kg no inicio da gestação e recuperei 4 até agora e apesar de ficar cada dia mais cansada continuo trabalhando e procurando repousar o máximo possível.

gravida gordinha 9

gordinha 10

Meus medos são a diabete gestacional da qual estou tentando escapar e o tão famoso parto. rs… Mas com o apoio q estou tento e cuidados vindos da família, médicos e meu amor, tenho certeza q o tão amado Pedro virá ao mundo com muita saúde.

Hoje estou com 31 anos, 31 semanas, 109 kg, carregando meu bebê muito querido e saudável e me sentindo maravilhosa.

gravida gordinha 4

gravida gordinha 5

Fotos: Neto Fernandez (externas) e Fernando Loureiro (estúdio)

44 Comentários

Arquivado em comportamento, Saúde, Uncategorized

Roupas para gordinhas grávidas

Por Renata Poskus Vaz

Gordinha tem o direito de se vestir bem sempre, inclusive na gestação. A primeira dica para estar sempre impecável é não acreditar que você só tem direito de usar aquelas jardineiras jeans horrorosas que enfeitam as vitrines de roupas para gravidinhas. Outra coisa que se deve levar em consideração é que a roupa para grávida pode ser justa, mas não apertada. A modelagem das roupas para grávidas é diferente. Por exemplo, você pode até usar uma blusa justa, mas certamente ela terá aquela parte da frente mais compridinha, deixando a peça com um caimento proporcional. Por isso que fica difícil, às vezes, aproveitar as suas roupas durante a gestação.

Uma grife muito bacana que pensa na grávida gordinha é a Zazou. Ela contratou a modelo Simone Fiuza para sua nova campanha. Simone é uma famosa modelo plus size que está com 34 semanas de gestação. Mesmo já estando quase na hora do pequeno Davi nascer, Simone continua trabalhando e fez essas fotos super bacanas, que mostram que mesmo estando grávidas, as gordinhas podem andar na moda.

15 Comentários

Arquivado em Moda e estilo

Obesas grávidas: gestação de risco?

Saiba o que fazer para ter uma gestação tranquila e saudável

Por Renata Poskus Vaz

Mesmo a mais saudável das gordinhas, na gestação, pode ter sérias complicações de saúde e colocar em risco a vida do bebê e a sua própria vida. Por isso, todo cuidado é pouco e o acompanhamento médico é essencial. Se possível, a gravidez deve ser planejada para aumentar a segurança, saúde e tranquilidade da mãe e do bebê.

De acordo com o Dr. Cesar Eduardo Fernandes, ginecologista,obstetra e professor da Faculdade de Medicina do ABC, a mulher obesa corre mais riscos de intercorrências médicas do que uma mulher com o peso normal. Isso inclui maiores índices de hipertensão arterial, pré-eclampsia (que pode causar a morte do bebê e/ou da própria mãe), diabetes gestacional, retardo do crescimento intra-uterino com nascimento de recém-nascidos abaixo do peso, além de risco maior de prematuridade. Filhos de obesas não são mais gordinhos do que os das gestantes magras. Isso é um mito. Durante a gestação, as obesas podem sofrer deficiências placentárias, ou seja, os nutrientes não chegam até o feto e, por isso, ele nasce menor.

Emagrecendo na gravidez

O ideal é que a mulher que deseje engravidar consulte um médico antes e perca peso para sair da obesidade, propiciando a facilidade de ovulação (sim, pois as gordinhas têm mais dificuldades de ovular do que as magrinhas).  Entretanto, todas nós sabemos que nem sempre a gravidez é programada. Então, o que fazer quando se descobre que já está grávida? É simples, emagrecer durante a gestação.

Sim, Dr. Cesar afirma que grávidas podem controlar a alimentação e até perder peso durante a gravidez, sem riscos.

Então, nada de se acomodar e engordar mais 30 Kg com a desculpa que está grávida e que não pode deixar faltar comida para o seu bebê. O estoque de comida dele já está armazenado em você há muito tempo. Seja responsável, cuide do seu filho e da sua saúde.

Elas engravidaram…

“A primeira obstetra que consultei disse que do jeito que eu estava nem começaria o pré-natal. Do bolso, tirou o cartão de uma nutricionista e pediu que eu a procurasse. Chorei muito quando saí de lá. Ela nem se quer me pesou ou fez exames básicos.” Danúbia Rilo, que na primeira gestação engordou 30 Kg e na segunda 14 Kg. É mãe de Emanuelle, 4 anos, e Guilherme, 2 anos.

“Quando engravidei, procurei o obstetra e me surpreendi quando ele me sugeriu uma reeducação alimentar e pediu que eu emagrecesse. Não sabia que grávidas poderiam perder peso sem prejudicar o desenvolvimento do bebê. Como estava bem acima do peso, fiz diversos exames, passei a me alimentar corretamente e emagreci 30 Kg até o fim da gestação.” Alzira Dias, mãe de Matheus, 2 anos.


240 Comentários

Arquivado em Saúde