Arquivo da tag: reeducação alimentar

Blue Box by tryoop – a caixinha dos produtos saudáveis!

Genteeee, olha que delicinha saudável que chegou aqui em casa a bluebox by Tryoop!

Como sempre busco aprender sobre alimentação saudavel, mesmo sendo gordinha e amo produtos do bem, a bluebox veio como uma super aliada!

É um serviço de assinatura mensal, onde você recebe uma seleção de produtos saudáveis e novidades. Recebi a minha recheada de produtos incríveis! Obrigadaaaaa eu ameiiii!

Essa edição é da @planetapaula uma mãe, mulher, profissional que arrasa no mundo fitness e olha só o que veio na minha caixinha: 

foto
️* Chocolate com Goji Berry da Natue com 50% de cacau, não tem glúten, lactose e nem açúcar. Gente isso existe, amei!!

️ * Barrinha protéica Supino Protein Max Chocolate da Banana Brasil um super lanchinho para auxiliar nos treinos, tô focada, hein?! Rs

️* Uva passa preta da Uniagro fonte de carboidrato, contém vitamina c, B, ferro, cálcio e potássio, uma opção para o lanche.

️*Água de coco + chá branco e menta da #amazonpower é um reidratante natural, chá branco já contei no meu insta várias vezes a maravilha que ele faz.

️* Chá verde com cranberry da Magro é termogênico e acelera o metabolismo.

️* Nesfit vocês acreditam que nunca provei?? Chegou a hora, muita gente fala dele e consome, chegou a hora de testar o projeto biquini!

* Salada de atum da gomes da costa, opção pra quando vc está sem tempo e é bem gostosinha já experimentei.

️* Biscoito integral de goiaba, o #daviseminstagram amouuu e não tem açúcar!

️* Manga crocante da jasmine, eu amo frutas e já provei outras frutinhas que são deliciosas sem gordura, sem sódio, delicinha!

Pra quem ama novidades e produtos saudáveis fica a dica para assinar a bluebox by tryoop

http://bluebox.tryoop.com.br/

#ficaadica #bluebooxbytryoop #viverbemblueboox

1 comentário

Arquivado em Uncategorized

Mayara Russi entra no reality show Além do Peso da Record

mayara além do pesoMayara e sua parceira Ingread

Por Renata Poskus Vaz

Enquanto escrevo esse texto, Mayara Russi está ao vivo no Programa da Tarde da Record, sendo apresentada como a nova integrante do Além do Peso, reality show de emagrecimento. Como a competição é em duplas, ela participa com sua amiga Ingread.

Já disse aqui diversas vezes que, na minha opinião, Mayara Russi é a melhor modelo brasileira de todos os tempos. Temos modelos plus size maravilhosas brasileiras, mas embora modelo seja apenas uma referência corporal e não tenha obrigação de ser um exemplo de caráter, Mayara reúne qualidades como pessoa e uma beleza estonteante que a transformam em uma profissional única.

Eu que a conheço bem posso descrevê-la como uma profissional generosa, que divide o que sabe com iniciantes, sem diferenciações. É pontual, educada e atenciosa. Jamais fala de nossas confecções plus size e do trabalho que foi feito até aqui por elas de forma desrespeitosa, nem com desdém, como umas e outras já fizeram por aí. Mayara tece críticas ponderadas, construtivas, sempre. Ela ajuda o mercado a crescer.

Mayara também consegue reunir fãs magrinhas, mulheres que querem as roupas que ela veste. Modelo veste sonhos e sonhos não tem manequim.

No programa, Mayara está dizendo que após um câncer de tireoide engordou muito. Ela começou  a modelar quando usava manequim 46, 48 e engordou até ultrapassar o manequim 54, 56. Ela não se sente bem assim, está se sentindo feia e com a saúde debilitada.

O peso que ela pretende atingir é o que eu peso hoje. Ou seja, ela quer usar um manequim 46, 48… Continuará um mulherão!

Em off, no passado, Mayara me disse que precisava emagrecer, mas que não faria cirurgia bariátrica. E que entrar no reality show Além do Peso seria uma oportunidade de emagrecer de forma saudável, com acompanhamento multidisciplinar.

Muitos podem achar que uma mulher plus size que se ama jamais deveria querer emagrecer. E é justamente ao contrário. Quem se ama, sabe os limites do próprio corpo. Nós, do Blog Mulherão, somos completamente contra a patrulha da banha que é contra quem opta por formas saudáveis de emagrecimento.

E é por isso que somos Team Mayara Russi.

13 Comentários

Arquivado em TV

Eu me amo, com ou sem barriga!

Por Renata Poskus Vaz

Pensei muito se postaria a foto do meu pânceps aqui. É muita exposição. Mas como querer me preservar agora se, no passado, eu comecei a fazer  sucesso com o Blog Mulherão justamente falando de minhas experiências fracassadas e vergonhosas de emagrecimento? Como por exemplo quando tomei Xenical e soltava puns cor de laranja, de pura gordura, na calcinha. Eca! rsrsrs (leia aqui)

Eu me autoesculhambei desde o início no Blog, sem medo, sem vergonha. Mas isso, no final, foi bom para mim. Afinal, cada experiência compartilhada retornou para mim em forma de incentivo e autoestima. Ou seja, mostrar meu bacon aqui ou acolá, é só mais uma experiência, uma história para contar.

Então, vamos lá. Antes de mais nada,  para quem não acompanha com frequência o Blog, ou acompanha mas perdeu postagens anteriores, tenho vivido um processo de reeducação alimentar e manutenção de hábitos saudáveis. Quero ser um mulherão saudável. Usar meu manequim 46 com saúde, porque antes eu estava doente.

Após perder mais de 10 Kg, minha saúde ficou nota 10, incluindo o adeus à esteatose hepática e aos cistos nos ovários (que podem, mas não vão voltar!). Eu havia me afastado da academia, estava cansada e um pouco apática. Voltei faz 15 dias. Meu peso não alterou em nada, mas caminhar 60 minutos todos os dias já fez uma diferença enorme no meu abdômen.

Quero deixar claro que o incômodo que uma barriga inchada me causa não é estético. Eu não odeio minha barriga, mas me amo o suficiente para ser feliz com ou sem ela. Já para minha saúde, sinaliza que estou com excesso de gordura no fígado. E como já tive um  quadro complicado de esteatose hepática,  preciso sempre prevenir.

Fiquei feliz com essa redução em 15 dias. E quis dividir com vocês (é uma pena que o pouquinho de bunda tenha ido embora junto) :p Meu peso continua o mesmo.

barriga

 

 

11 Comentários

Arquivado em Mulherão Saúde, Saúde

Mulherão saúde: Como exterminei a SOP e a esteatose hepática

Por Renata Poskus Vaz

Faz mais de um ano que eu contei aqui no Blog Mulherão que estava muito doente e que precisava cuidar da minha saúde. Se você não lembra, clique aqui e recorde. Resumidamente, eu estava com grau 1 de obesidade, com 96 Kg (sendo que engordei só de janeiro de 2013 a março  quase 7 Kg), esteatose hepática, síndrome dos ovários policísticos (SOP), estresse e mais de um monte de problemas associados.

Por alguns meses, com acompanhamento médico, tomei metformina para melhorar a situação da esteatose hepática e da SOP. Fiz também reeducação alimentar. Simplesmente parei de ingerir o tanto de besteira que eu comia, substituí gordices normais por versões light. Comia muito  o dia todo, mas coisas saudáveis. E me exercitava. No início na academia, depois em voltinhas com o cachorro pelo bairro.

Fui para o Spa também, fiquei por lá  por 15 dias. Não emagreci tanto no Spa,  mas dei aquele “up” na reeducação alimentar e consegui descansar bastante pois, naquele momento, o estresse era o maior vilão da minha saúde.

Enfim…

Um ano após esse meu início de mudanças de hábitos, emagreci 12 Kg. Hoje estou com 84 Kg.

renata poskus antes e depois

(tava mais tchutchuca gordinha, né?! :p )

Mas para mim, de nada adiantava estar mais magra.  Eu queria estar mais saudável. Então, fiz uma série de exames clínicos para checar como eu estava por dentro.

Não tenho mais esteatose, o exame não apresentou nenhuma função hepática alterada. A parte superior do meu abdome está visualmente menos dilatado, normal, não dói… Fiquei muito feliz com isso.

Todos os outros exames de colesterol, glicose etc deram normais com índices excelentes. Ou seja, nem bom, nem regular, nem ótimo… Excelente! Fiquei orgulhosa de mim mesma.

A próxima etapa para checar a minha saúde foram os exames ginecológicos. Desde os 22 anos tenho ovários micropolicísticos (acho que já tinha antes disso, mas como era virgem não tinha feito ainda o ultrassom transvaginal e só descobri nessa idade). Com o passar do tempo esses cistos foram aumentando a ponto de me causarem dores terríveis, ciclos menstruais irregulares e tive quase certeza que eles me gerariam infertilidade. Não havia pílula ou tratamento que os impedissem de crescer. Eu sofri muito pensando que não poderia ser mãe de barriga (porque de coração eu tenho certeza que serei, de qualquer forma), muitas vezes meu ex-namorado precisou enxugar minhas lágrimas quando eu via minha menstruação chegando mais um mês, sem que Deus (ou minha saúde) nos trouxesse um bebê.

Só que além de caminhar, me alimentar direito, tomar a metformina, passei a fazer terapia neste início de ano. Desabafar, ter alguém para me orientar e aprender a lidar com meus sentimentos  de uma forma positiva e equilibrada impactaram da melhor maneira sobre a minha saúde.

Ao fazer meu exame de ultrassom transvaginal a grande surpresa: eu não tinha nenhum cisto no ovário. Nenhum! O útero estava limpo, como nunca tive. Ovários lindos, fofos, cuti-cuti… Tomei a metformina no ano passado e sabia que reduziria alguns desses cistos, mas fui alertada de que ela não faria com que eles desaparecessem, que isso era impossível de se acontecer.

Ou seja, recebi um grande milagre!

Segundo o médico, eu sou uma mulher saudável, fértil e pronta para engravidar! (não que eu vá engravidar agora, mas saber que se um dia eu quiser, poderei, é um alívio e uma grande felicidade!)

E se estou dividindo algo tão íntimo com vocês é porque sei a quantidade de mulheres desesperadas com medo de não serem férteis. Quando dividi minha angústia com “amigas” no passado, elas usaram isso contra mim. Alimentaram o meu medo de infertilidade. E eu estou aqui para mostrar que, pelo menos para a SOP, há remédio, há cura total. Que vocês não precisam se contentar com redução de cistos, que vocês podem orar e se tratar para que eles sumam. Sou uma prova viva disso!

O mais bacana disso tudo é que embora não seja mais obesa, tenha apenas sobrepeso, ainda estou bem longe do peso ideal dessas tabelas de IMC.  Eu encontrei meu equilíbrio.

Minha dica é que sempre procurem orientação médica, jamais tomem remédios por conta própria. Eu levei um ano para recuperar minha saúde e ainda tenho mais um monte de exames preventivos para fazer, com o vascular. E ainda terei que continuar com meus exercícios e minha terapia, quem sabe para sempre, para não voltar a me estressar, prejudicando minha saúde e minhas relações sociais.

32 Comentários

Arquivado em Uncategorized

O desabrochar da Maitê

Por Renata Poskus Vaz

Hoje eu queria contar um pouquinho da história do desabrochar da Maitê. Não é a história dela por ela, mas o que vi.

Em 2009, na segunda edição do Dia de Modelo Plus Size, tivemos que negociar MUITO a sessão de fotos da Maitê. Ela não estava preocupada com o valor que teria que pagar, só tinha em mente uma coisa: que não fizéssemos fotos suas de corpo inteiro.

Ela realmente não gostava do que via no espelho. Então, com muito jeitinho (mentira, naquela época eu tinha menos jeito do que tenho hoje rsrsrs) expliquei que faríamos algumas fotos dela de corpo inteiro e meio corpo, mesmo que ela não quisesse publicá-las depois.

E lá foi Maitê, uma gordinha linda, tímida, fazer seu primeiro Dia de Modelo. Ela se divertiu, fez amizades e não se preocupou com as tão temidas fotos de corpo inteiro.

Maitê Spina 1Essa nova fase de “fazer as pazes” com o próprio corpo, a levaram a aceitar participar de alguns desfiles como modelo plus size.

Maitê Spína 2

Mesmo com essa nova onda de modelo plus size, na época, Maitê não consegui ser plenamente feliz. Desde 2008 ela passou por uma sequência de perdas muito grande, tanto de pessoas quanto de bens materiais. Com isso, não aguentou psicologicamente tudo aquilo, o ápice foi a chegada de uma depressão profunda e síndrome do pânico. Ela simplesmente paralisou sua vida, perdeu mais ainda os então que se diziam seus amigos, o namorado…  Ou seja, tudo e todos! E como se amar profundamente quando se vive um inferno astral desses?

Em algum momento, talvez nem ela saiba exatamente quando, Maitê começou a fazer terapia. Faz um ano e nove meses que ela está passando por esse processo de cura e aprendizado. “Mudei toda minha vida, minha alimentação, o conceito sobre mim mesma, afinal eu não me conhecia. Hoje eu me amo , me aceito e me dediquei a mim e o meu corpo respondeu”, declara a linda e nova Maitê.

Quando diz “meu corpo respondeu” ela se refere a perda de peso, uma consequência natural da reeducação alimentar, rotina de exercícios e autoconhecimento.

Maitê cortou o cabelo, adotou um loirão platinado, fez 2 novos Dias de Modelo e se prepara para fazer o terceiro, na semana que vem.

MaitêMaitê 3Maitê 4Isso sem falar na estreia de Maitê na última edição do Fashion Weekend Plus Size.

Maitê 5Ela continua firme e forte com sua terapia, com essa nova paixão por si mesma e cheia de planos, como investir na carreira de modelo plus size e abrir, no futuro, uma loja de roupas.

E eu… Ah, eu me sinto honrada de ter presenciado toda essa transformação!

 

9 Comentários

Arquivado em comportamento, Modelo GG

Comer algodão emagrece?

algodão emagrece

Por Cíntia Rojo

Não, minha gente, não se trata de algodão doce. É algodão-algodão mesmo (!) daqueles que nós usamos para molhar na acetona e tirar o esmalte velho. Parece piada mas não é! O Terra noticiou aqui essa nova “estratégia” para quem está em busca de um corpo “perfeito”.

Algumas pessoas (loucas!) adotaram a prática de ingerir algodão embebido em suco para promover a saciedade e, consequentemente, emagrecer. Como todos os outros métodos malucos de emagrecimento, esse também traz muitos perigos à saúde. A matéria cita asfixia, desnutrição e obstrução intestinal. Mas ficaram de fora os estragos causados pela quantidade de produtos químicos que as bolinhas de algodão têm em sua composição.

A pergunta que fica é: que corpo pode ser “perfeito”, com um monte de algodão dentro da barriga? Colocar em risco a nossa saúde para atingir qualquer padrão estético é muita falta de amor com o nosso corpo! Que tal a gente se inspirar em histórias como a da Renata, na sua temporada no Saison Spa, ou da Hannah Perez, que fez reeducação alimentar?

Eu mesma emagreci 10 kilos com acompanhamento nutricional, aprendendo a fazer as minhas escolhas alimentares e adotando um estilo de vida mais ativo. Adotei também o hábito de me pesar, todos os dias pela manhã. Antes eu tinha pavor da balança mas descobri que ao me pesar diariamente eu consigo monitorar meu peso e planejar, ao longo do dia, como serão minhas refeições. Ontem, por exemplo, eu estava umas gramas mais gordinha porque andei exagerando nas refeições em família. Sabendo disso, estabeleci que hoje meu prato ia ter alimentos mais saudáveis e com baixo valor calórico. Como sempre almoço no mesmo restaurante, já conheço o buffet de saladas e isso tornou meu planejamento mais fácil. Amanhã ou depois, já devo ver o resultado na balança. Essa estratégia, mesmo que não promova emagrecimento rápido, promove outro benefício que é o da manutenção do peso. Quem luta (ou lutou) a vida inteira com a balança sabe o desafio que é manter o peso e, por isso, não engordar também tem um gostinho de vitória. Nessa época de fim de ano, com uma oferta enorme de panetones, bolos natalinos, receitas especiais e festinhas e mais festinhas, nem se fale!

O que vocês acham dessas loucuras? Quando percebem (ou têm certeza) que exageraram, que medidas vocês tomam para recuar os ponteiros da balança?

13 Comentários

Arquivado em Saúde

Resultado dos 13 dias no Saison Spa

Por Renata Poskus Vaz

Enquanto voltava de Itaipava, no Rio de Janeiro, para São Paulo, na manhã de sábado, lágrimas caiam dos meus olhos. Não é exagero! Voltei de cabeça, corpo e coração limpos, pronta para recomeçar mais uma etapa de minha vida. Por mim ficaria lá por mais tempo…. Mas já estava pronta para voltar.

Antes de ir para a Saison Spa eu estava doente. Só agora consigo ver a gravidade da minha situação. Eu estava doente, muito doente! Como me permiti, mais uma vez, chegar neste estado?

Tem gente que vai para o Spa para emagrecer. Talvez eu também tenha ido inicialmente com esse motivo, mas voltei com a certeza que minha mudança, mais que física, foi espiritual.

Tive a oportunidade de fazer novos amigos que com certeza levarei para a vida inteira. Clientes da Saison Spa, como Nielson e sua esposa Carina, o querido Fábio, o divertido Jorge…

Os professores de educação física, principalmente o Paulo e o irreverente Leandro, das aulas de dança… Meu Deus, eu voltei a dançar! Como amo dançar! Como agradecer a essas pessoas por me despertarem, novamente, o prazer por coisas que eu sempre amei fazer e que havia deixado de lado em minha vida?

Fui percebendo, dia a dia, meu corpo mudando. Os ponteiros da balança quase não mudavam, mas minha silhueta estava mais enxuta, menos inchada… O resultado dos 13 dias foi o seguinte:

Peso

Cheguei com 91,3 Kg e sai com 88,9 Kg – Eliminei  2,4 Kg 

Ainda permaneço com grau de Obesidade 1. 

(Lembrando que no início de minha reeducação alimentar, uma semana antes de entrar no Spa, eu estava com 94,5 Kg . Ou seja, eliminei em 3 semanas 5,6 Kg).

Medidas

Reduzi no Spa 2 cm nas medidas de braços, busto, quadril, abdômen, pernas… De cintura reduzi 4cm.

(Ao iniciar a reeducação alimentar estava com 101 cm de cintura. Agora estou com 94 cm. Ou seja, 7 cm contando com a semana anterior e o período no Spa).

Atividades Físicas

Fiz mais de 2067 minutos de atividades físicas, uma média de 159 minutos de atividades por dia.

Coisas que não estavam no meu gráfico de evolução:

Reaprendi a comer de 3 em 3 horas, a dormir bastante, a ligar o foda-se para certos problemas. Reaprendi a conhecer pessoas, a fazer amigos, a sonhar, a descansar sem me sentir culpada ou ociosa por isso. Reaprendi a cuidar de mim, do meu corpo, do meu cabelo… E A TOMAR ÁGUA!

Vejam uma foto de antes e depois:

antes e depois

Eu e Hannah

Eu notei uma boa diferença, e vocês?

A nutricionista da Saison Spa vai me passar diversas receitas e dicas legais para uma vida mais saudável, que vou dividir com vocês aqui no Blog Mulherão. Aguardem!

22 Comentários

Arquivado em Dança, Mulherão Saúde