Arquivo da tag: revista época

Matéria da revista Época deste fim de semana traz a Top Cleo Fernandes na capa

Fonte: Revista época

O triunfo dos gordinhos

Eles já são maioria em várias capitais. De discriminados, passaram a valorizados – pelo mercado e pela cultura pop

Fonte: Revista Época

O Brasil é um país exibido. Nas praias e nas ruas, a exposição generosa de pernas, tórax, bíceps e bumbuns é previsível como o sol quase diário num país tropical. Nos últimos anos, os contornos ganharam volume. Somos hoje uma nação de gente cheinha – ou redonda, ou gorda, o adjetivo depende do observador. Quase metade da população (48%) pesa mais do que deveria. Os gordinhos já são maioria (52%) na população masculina. Em várias capitais, o excesso de peso é a regra entre os moradores de ambos os sexos. É o caso de Porto Alegre (55%), Fortaleza (53%), Cuiabá (51%) e Manaus (51%). Apenas o Sudeste não tem nenhuma capital que tenha alcançado esse nível, mas o Rio de Janeiro está quase lá (49%).

Esse novo cenário do Brasil – agora, além de país mestiço, também um país roliço – inspira uma mudança cultural. Antes desprezados, os gordinhos passaram a ser valorizados. Alguns indícios.

• A convicção de que existe beleza gorda tornou possível a criação de um concurso disputado por mulheres que inspirariam qualquer pintor renascentista. A atual Miss Brasil Plus Size pesa 98 quilos – e, como é possível observar na foto de abertura desta reportagem, é linda.

• A C&A convidou a cantora Preta Gil para ser garota-propaganda. Em julho, a rede de lojas lança uma linha inspirada nela. Os tamanhos vão de 46 a 56. De gordinha excêntrica, Preta se tornou representante de um tipo genuinamente brasileiro. Outras grifes vêm lançando uma variedade sem precedentes de produtos para o público GG (leia os quadros ao longo desta reportagem).

• No mundo da cultura pop, os gordinhos também triunfam. É o caso da rainha do tecnobrega, a paraense Gaby Amarantos (1,66 metro e 76 quilos). E também do ator Tiago Abravanel, que brilhou nos palcos como o cantor Tim Maia. Ele será um dos destaques da próxima novela das 9 da TV Globo, Salve Jorge, na pele de Demir, um sedutor irresistível.
No mundo do design, hoje é possível encontrar cadeiras de escritório nas versões P, M e G, assim como mouses de computador ideais para mãos gordinhas. Encontrar anéis e alianças em numerações maiores deixou de ser um problema. A maioria das joalherias pensa nisso e oferece soluções.

Capa da revista Época - edição 737 (Foto: divulgação)

As brasileiras aprenderam a valorizar o padrão de beleza da mulher real. Essa tendência foi captada pelo Instituto Data Popular, especializado em pesquisa e consultoria em estratégias de negócio. ÉPOCA publica em primeira mão, na edição da revista que chega às bancas e ao seu tablet (baixe o aplicativo) neste fim de semana, os dados dessa pesquisa. Foram entrevistadas 15 mil mulheres acima de 16 anos, de todas as classes sociais. As voluntárias receberam fotos de três mulheres famosas (sem identificação do rosto), vestidas apenas de lingerie. Na página de ÉPOCA no Facebook e no Google+, você pode ver essas fotos e também opinar: qual o corpo mais atraente? Qual o deles você gostaria de ter? Para 72%, o corpo mais atraente era o mais curvilíneo. A maioria (59%) gostaria de ter aquela silhueta. “O padrão de beleza deixou de ser o das passarelas. Ele é considerado pelas mulheres, e até pelos homens, pouco atraente, nada sensual e até feio”, diz Renato Meirelles, sócio diretor do Instituto Data Popular.

Leia mais sobre o levantamento e o fenômeno da ascensão da classe GG em ÉPOCA que está nas bancas (ou no seu tablet).

9 Comentários

Arquivado em Uncategorized

Noiva gordinha, pode?

Matéria gentilmente roubada do site da Época

Escrita por Anna Carolina Lementy e indicada por nossa leitora Sheila Domingues

Quando eu penso em casamento, eu imagino primeiro o vestido da noiva. E depois me vejo metida nele. Só que magra. Simplesmente não consigo aceitar a ideia de que não vou estar me sentindo bonita nesse dia tão especial (ainda assim, eu sigo comendo chocolate). 

Acho que muitas noivas também se sentem assim. Lembro de ter ido a pelo menos dois casamentos em que as noivas estavam magérrimas. À custa de muita ansiedade, bastante remédio e pouquíssima comida. Eu não as julgo mal. Em dias normais, as pessoas já recriminam as moças gordas, que dirá no dia do casamento?

Mas ontem, lendo uma matéria publicada no The Frisky, eu comecei a pensar de outro jeito. A autora, Kate Torgovnick, fala sobre um reality show chamado Say yes to the dress: big bliss – algo como Diga sim ao vestido: grande glória. O programa, que é sobre vestidos de noiva, dedicou toda uma temporada às noivas gordinhas.

Algumas delas sofreram a vida inteira por causa dos quilos a mais. Outras gostam de si como são. Mas todas elas estão em busca do vestido perfeito. Aí, elas vão a uma boutique de vestidos em Manhattan, Nova York, que é especializada em modelos plus size (atenção: não se trata de vestidos sob medida. Os vestidos são feitos em tamanho GGG e ficam à disposição das noivas na loja, o que torna todo o processo de escolha mais divertido). Na boutique, as moças – sempre nervosas e radiantes – encontram umas consultoras muito legais e eficientes.

As noivas dizem a elas do que gostam, falam sobre a dificuldade que é achar roupa, do medo de nunca achar um vestido bonito que sirva. Depois, elas experimentam alguns modelos. E esse é o momento mais tocante do programa. As futuras esposas ficam felizes com a imagem que veem no espelho.

Uma noiva chamada Crystal Parsons (tem link para o vídeo no final do post!) fica toda emocionada ao dizer que está se sentindo bonita. Quem sabe há quanto tempo ela não se sente assim? Eu fiquei a ponto de chorar. Foi assim com algumas outras noivas que vi. Todas elas estavam expondo suas dobras, inchaços e inseguranças. E tinha alguém gentil o bastante para ajudá-las e dizer que acharia o vestido certo. Sem olhar torto, sem sentir pena.

O que eu pensei? Bom, continuo querendo estar magra no tal dia do sim. Também sonho com vestidos delicados e pequenos. Mas uma dúvida me corrói: por que estou mais preocupada em parecer perfeita para os convidados, se eu já sou perfeita para o garoto que me escolheu pra ser sua esposa?

Assista aos vídeos do programa aqui.

 

21 Comentários

Arquivado em Vestido de noiva